.

Colabore com o Feudalismo Atual escrevendo para o e-mail: juliano.bueno1971@gmail.com ou ligue para 99164-7827

terça-feira, 18 de maio de 2010

O colunista Maceió tem toda razão

  • Os dois extremos

    O Figueirense recebeu a Portuguesa no sábado e emplacou 2 a 1. Público no Scarpelli: 7.423 pagantes. Avaí jogou com o Cruzeiro no domingo e empatou (2 a 2). Público no Mineirão, incluindo sócios: acima dos 13 mil. O Joinville recebeu o Figueirense B no domingo. Entre pagantes e sócios, passaram pelas catracas da Arena 3.400. Pois estes números nos trazem uma mensagem: em futebol, você não pode errar. Em 2004, ano da inauguração da Arena, ano da assinatura do contrato com a Consul (maior patrocínio da história do clube), o Joinville caiu do Brasileiro da Série B para o da C, e ali começou seu calvário. Disputou o Brasileiro da C em 2005, 2006, 2007 e a bola sempre bateu na trave.

    Não se trata de apurar responsabilidades, mas este foi o período em que os políticos e alguns dos assessores mais diretos do ex-prefeito Tebaldi ingeriam diretamente na administração do clube. Não vou duvidar das boas intenções de cada, mas o que começou errado está se refletindo agora. Enquanto os da Ilha subiram, o JEC desceu. E para recuperar o que o clube perdeu vai levar anos.

  • Fonte:Jornal A Notícia(18/05/2010)

    Nenhum comentário: