.

Colabore com o Feudalismo Atual escrevendo para o e-mail: juliano.bueno1971@gmail.com

terça-feira, 5 de novembro de 2013

QUEM FOI MARSÍLIO FICINO ???

Humanista italiano, filho de Diotifeci (médico) e de Alessandra di Nanoccio, nasceu no dia 19 de outubro de 1433, em Figline Valdano, e faleceu a 1 de outubro de 1499, em Florença (Careggi).
Foi um dos mais insignes humanistas de Itália, que influenciou não só o pensamento dos seus conterrâneos – entre os quais Giordano Bruno – como o de outros pensadores europeus. A sua formação foi efetuada entre Bolonha, Pisa e Florença (com Comando Comandi, Francesco da Castiglione, João Argyropoulos e Luca de Bernardi), tendo sido encarregue de fazer a tradução para a língua latina das obras completas de Platão pelo grande mecenas de então desta última cidade, Cosimo de Médicis. Este trabalho foi iniciado no ano de 1462 e resultou no Corpus platonico, com comentários à obra. Ficino dedicou-se igualmente à tradução de trabalhos de neoplatonistas, como Plotino, Porfírio, Proclo e Jâmblico, assim como de Dionísio o Aeropagita, Prisciano, Teofrasto e Michelle Psello, tendo criado uma Academia platónica, com o apoio da família Médici.
Destaca-se igualmente a tradução do Corpus Hermeticum, a partir da obra (que afirmou ser original) de Hermes Trimegisto (séculos I/II d. C.). Além destes autores, também traduziu Homero (Hinos de Orfeu), Hesíodo (Teologia) e Atenágoras.
Em 1473, decidiu tomar os votos sacerdotais, e de 1474 data a sua obra De christiana religione, com pensamentos e conceitos sobre a religião cristã.
Durante a sua vida e em obras, como a Theologia Platonica (1482), Ficino procurou conciliar a vertente escolástica, cristã, com o neoplatonismo, considerando que o Belo e o Amor seriam as formas mais eficazes de atingir a perfeição divina e colocando-se contra o aristotelismo, que não concebia a totalidade da imortalidade da alma. Foi o responsável pela introdução do conceito "amor platónico".
Algumas outras obras suas são a Summa philosophiae (c. 1454), Commentariola in Lucretium (c. 1457), Institutionum ad platonicam disciplinam (1456), Theologia Platonica de immortalitate animae (1469-1474), Disputatio contra iudicium astrologorum (1475-1476), Consiglio contro la pestilenza (1481).

Fonte: infopedia
SocialTwist Tell-a-Friend

Nenhum comentário: