.

Colabore com o Feudalismo Atual escrevendo para o e-mail: juliano.bueno1971@gmail.com

domingo, 28 de abril de 2013

O PECADO DA OMISSÃO, POR MARCIO MOTTA*

O PECADO DA OMISSÃO

Tiago: 4. 17
Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado. 
 O PECADO DA OMISSÃO
Este versículo nos confronta e desconstrói  uma crença de que somente quando cometemos algum erro é que estamos em pecado, já que ele nos diz, de uma forma muito clara,  que o fato de deixar de fazer o que é correto também é.
Isto nos leva a uma reflexão a respeito daquilo que fazemos e deixamos de fazer, pois a partir do instante que chegamos a essa conclusão, muitas das coisas que não estamos fazendo e a respeito das quais achávamos  estar tomando a atitude correta, está nos levando  a ser tão pecadores quanto as pessoas que cometem seu erros.
É evidente que estamos falando de omissão, que nada mais é do que nos silenciar diante de determinadas coisas, ficarmos mudos diante de fatos onde deveríamos nos posicionar, deixar de lado aquilo que não poderia ser deixado.
O interessante é que quando nos omitimos em uma determinada situação e deixamos de lado alguma coisa que deveria ser denunciada, não parece tão grave quanto o fato praticarmos algum ato que esteja em descordo com os padrões. O que precisamos entender, e ficar bem claro, é que os dois estão errados e carregam o mesmo peso diante de Deus, o fato de ficarmos em nosso canto, não querendo se envolver, fingindo-se de morto é uma falta tão grave quanto cometer um erro, por isso um é chamado de pecado de comissão e o outro de pecado de omissão.
Sendo assim, se podemos fazer o bem e não fazemos estamos sendo tão pecadores quantos aqueles que fazem o mal e o problema maior é que jamais conseguiremos esconder isso de Deus, ou seja, Ele sabe muito bem tudo aquilo que podemos e não podemos, já que  é Ele que nos capacita e nos dá todas as condições de continuar.
Isso colocado nós devemos ter em mente que se podemos fazer o bem, façamos, se precisamos nos aproximar de alguém de quem estamos longe, aproximemos, se precisamos perdoar a alguém, perdoemos, isto é, não podemos ficar ignorando aquilo que precisamos fazer e cometendo o pecado da omissão. 

* Retirado do sítio www.palavrafiel.com.br

Nenhum comentário: