.

Colabore com o Feudalismo Atual escrevendo para o e-mail: juliano.bueno1971@gmail.com ou ligue para 99164-7827

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

15 de Outubro - Dia do Professor

A mudança na educação depende também de uma mudança cultural. A evolução na educação do Brasil por enquanto representou apenas a garantia de acesso a todas as crianças a escola. Ainda hoje é possível ouvir : Não tenho a cabeça boa para o estudo,” mas sei ler e escrever o nome e sei fazer conta “. A aquisição de cultura – ler jornal, um bom livro , ir ao teatro e cinema passa longe do pensamento da maioria das pessoas. E isso não é uma característica das famílias com menor renda – acontece justamente nas famílias consideradas de classe média. Ter cultura não representa mais status para a sociedade atual. Tanto a cultura e a educação foram substituídas apenas pela informação. E para estarmos informados não precisamos sequer sair de dentro de casa. Tem rádio, televisão, computador isso é o suficiente. Está aí o grande problema da educação. Se a escola que é uma instituição tradicional não atrai mais a atenção dos alunos (e muito menos das famílias) a conseqüência é que o profissional da educação também seja desvalorizado. Num mundo competitivo como o atual onde o ser virou apenas discurso político e o ter é o que de fato se sobressai não vejo com boas expectativas nos próximos anos uma valorização do magistério. A História é dinâmica. Quem sabe apareça algum governante iluminado que perceba a importância do professor para a organização da sociedade.Quem sabe.

Um comentário:

Luiz Filho de Oliveira disse...

É, Juliano, esse cenário é desastroso. E mais: como os cursos de licenciatura vão atrair os "melhores alunos" se o salário dos nossos mestres ainda ecoa o bordão do professor Raimundo? "E o salário, ó!"