.

Colabore com o Feudalismo Atual escrevendo para o e-mail: juliano.bueno1971@gmail.com ou ligue para 99164-7827

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Precisou mais uma vez os moradores sofrerem prejuízos com a enchente de ontem para se perceber que nem o que é básico foi feito em Joinville nos últimos 4 anos.
Tenho a maioria do povo me apoiando, os empresários, sindicatos e os vereadores. Não preciso mais desse livrinho aqui...vou jogar fora!

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

A seguir parte de um texto muito interessante escrito pelo engenheiro Sergio Guilherme Gollnick em seu blog.
"Não teria a menor dó em demolir parte do Centreventos e o pavilhão ao seu lado, retomando o projeto do Teatro Municipal elaborado pelo arquiteto Rubens Meister e dando a memória do Cau Hansen e do Edmundo Dobrawa motivos de orgulho. Ali seria, juntamente com o Bolshoi, o grande centro de artes, teatro, música e dança. Resgataria e ampliaria o Museu do Sambaqui, a Casa da Cultura e o Arquivo Histórico. Faria da Rua da Palmeiras o nosso verdadeiro cartão postal com a valorização do Museu Nacional da Imigração. Para finalizar, faria um grande pólo tecnológico na Univille/Udesc/UFSC, para que neste espaço tivéssemos a oportunidade de gerar inovação, empreendedorismo e saber. Na mesma medida, eu transformaria a Fundação 25 de Julho num Pólo Tecnológico voltado a Sustentabilidade, apoiando a agricultura e a manutenção dos nossos patrimônios naturais."

Fonte:lavienville.blogspot.com(13/01/2010)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

No Brasil, o fingimento é geral, a fuga da realidade tornou-se instrumento de adaptação social. mas adaptação,no caso, não significa eficiência, e sim acomodação e cumplicidade com o engano geral, produtor da geral ineficiência e do fracasso crônico, do qual em seguida se busca alívio em novas encenações, seja de revolta, seja de otimismo. Ter a cabeça no mundo da lua, dar às coisas sistematicamente nomes falsos, viver num estado de permanente desconexão entre as percepções e o pensamento é o estado normal do brasileiro.

Olavo de Carvalho
O homem realista, sincero consigo próprio, direto e eficaz nas palavras e ações, é que se torna um tipo isolado, esquisito, alguém que se deve evitar a todo preço e a propósito do qual circulam cochichos à distância.

Olavo de Carvalho.

MUDANÇA MEIA BOCA NA CÂMARA

Os vereadores que votaram a favor da cosip , votaram a favor de seus interesses políticos e contra seu próprio eleitorado. É claro que o prefeito beneficiou esses vereadores com cargos e indicações. Mas, o vereador novato, de cara, votar contra o cidadão joinvilense apostando que o eleitor vai logo esquecer? Não sei não! Numa eleição conquistar 3,4, 10 mil votos... e ainda defenderem abertamente a cosip ??? O povo queria mudança, mas p'ra melhor, não p'ra pior.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Infelizmente a maioria dos brasileiros adora pessoas do tipo do Eike Batista. Bem apresentável, roupas de marca, mulheres lindas e famosas, carrões, um mundo para poucos.O que a maioria do povo não questiona, é como que assim do nada, essas pessoas conseguem ficar ricas e famosas??? De um patrimônio de R$ 30 bilhões de reais(ou dólares) agora baixar para menos de R$ 1 bilhão. Se conseguiu honestamente tudo bem(torço para isso). O problema é que ninguém fica rico do dia p'ra noite aqui no Brasil. Drogas, prostituição, tráfico de influência...o importante é ter, curtir. Como conseguiu o dinheiro, deixa p'ra se resolver depois.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

AJORPEME X ACIJ

A AJORPEME que representa os pequenos empresários da cidade em campanha aberta contra o aumento da cosip e a ACIJ em silêncio como se nada estivesse acontecendo.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Em nome de Deus eu voto pelo aumento da cosip.

Mas vereador e como fica o povo??? 

Meu irmão, a voz do povo, é a voz de Deus!!!

Aé né??? Tinha esquecido disso vereador! Amém! Amém!
Escritório de homologação a todo vapor

Joinville tem...

...O vereador invisível. Quem será o vereador "invisível" ??? Quem??? Quem será???

domingo, 22 de janeiro de 2017

Só música boa


ANIVERSÁRIO DE BRIZOLA

Hoje seria o 95º aniversário de Leonel Brizola - Como brasileiro e filiado ao PDT lhe presto esta pequena homenagem.

sábado, 21 de janeiro de 2017

Joinville está encolhendo politicamente. A vitória na eleição de 2016 não foi uma vitória política, foi apenas uma vitória eleitoral. A reforma administrativa será aprovada com toda certeza. Mas será um atraso sem proporções para Joinville. Depender de outra cidade é pensar com cabeça de codorna.

Patrolando o futuro de Joinville

Reforma administrativa

DISSIMULAÇÃO

Popularmente o dissimulado é uma pessoa, que propositalmente procura encobrir os seus sentimentos, ou até atitudes, pois tem algum interesse em se manter assim, visando obter alguma vantagem da situação.
Que nossos políticos parem de agir como se Joinville fosse um vilarejo e TRABALHEM por essa cidade. Aí nesse local era para existir um elevado há mais de 30 anos. Chega de balela. Em todas as cidades do mundo o trem convive perfeitamente com a população e outros modais de transportes. Só aqui em Joinville é que tem que ser enrolado ???
Que vergonha!!!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

REUNIÃO TENSA NA CÂMARA DE JOINVILLE

Em reunião realizada na Câmara de Vereadores de Joinville agora a noite(21 horas) o vereador Odir Nunes fez pronunciamento contrário ao fim da AMAE. Na reforma administrativa proposta pela prefeitura, a nova agência reguladora será de Blumenau. Representantes da AJORPEME também estiveram presentes na reunião. A fala do vereador tucano foi ouvida atentamente pelo público presente e deixou os parlamentares indecisos. O vereador Paraíba pediu vistas e a reunião continuará na segunda-feira às 9 horas.


Até a Odebrech está envolvida com essa empresa reguladora com sede em Blumenau. Odir Nunes defendeu que a empresa reguladora deve ser controlada por entidades de Joinville e não de outra cidade.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

O TEMPO

O tempo é o nosso melhor aliado e ao mesmo tempo o nosso pior inimigo...
Dele é impossível se livrar
 

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Ei você aí!!!

Agora não adianta reclamar. O que está acontecendo com a administração pública em Joinville era previsível. Mas a maioria do eleitorado optou pela continuidade. Agora galera, é paciência. Mudanças só em 2020 e olhe lá!
Continua a lenda que no verão o povo de Joinville sai em peso em direção as praias. Não acredito, principalmente agora com a crise econômica e a falta de infraestrutura das praias próximas. Essa é a hora da criatividade. Quem fica na cidade também consome. Perceber esses detalhes faz a diferença. Seu Itamar(foto) sabe muito bem disso cuidando do caldo de cana da Catedral.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

SEM OPOSIÇÃO - TÁ TRANQUILO...TÁ SOSSEGADO

Em Joinville esse ano deixou de existir a oposição de um grupo, ou de um partido forte contra o prefeito ou contra o presidente da Câmara. Com o aval da população exterminaram a oposição partidária na cidade. A população pelo jeito não gosta da pluralidade e de debates. Quer alguém que decida...seja firme! Mesmo que as decisões tomadas venham a prejudicar a população.
Rodrigo Coelho é contra a reforma administrativa que será aprovada no escritório de homologação, opss...digo...Câmara de Vereadores.

CONTRA O IMPROVISO

Ouvindo hoje pela manhã o programa do Toninho Neves e do Carlos Kaminski, o vereador Rodrigo Coelho confessou que é contra aquela improvisação que foi feita na avenida em frente o Mercado Público. Lembrando que Coelho era o vice-prefeito de Joinville até 2016.

PMDB DIVIDIDO EM JONVILLE

Mas o interessante é que a oposição agora vem de uma forma diferente. Ela surge dentro do próprio PMDB. A ação tomada por Fernando Krelling(só ter 3 carros alugados) desgastou justamente Rodrigo Fachini. O primeiro é a novidade no legislativo e teve o apoio de mais de 10 mil eleitores e tem o prefeito Udo ao seu lado. O segundo, presidiu um legislativo desgastado por medidas impopulares. Os dois são cotados para disputarem uma cadeira para o parlamento estadual. Krelling é o nome mais forte (no momento).
Lendo " 1509 , A Batalha que Mudou o Domínio do Comércio Global" ...os portugueses não eram fracos. Vasco da Gama(imagem abaixo)merece todo respeito.

domingo, 15 de janeiro de 2017

A curva mais linda de uma mulher é o sorriso.

Bob Marley

AGRADECIMENTO A PREFEITURA DE JOINVILLE

A Prefeitura limpou e organizou o parquinho do final da rua Itajubá no Bom Retiro. É isso aí, fez o correto, está de parabéns!!!

sábado, 14 de janeiro de 2017

A CRISE DOS JORNAIS EM JOINVILLE

O desmonte de um tradicional jornal de Joinville não é culpa da crise econômica instalada no país após 2013. O desmonte é anterior e segue simplesmente uma política errada adotada pelo grupo gaúcho que na época tinha adquirido o jornal. O grupo subestimou uma característica de Santa Catarina, onde uma cidade do interior é maior que a capital. O poder político oficial está concentrado em Florianópolis, mas o poder econômico e a massa trabalhadora está em Joinville. Reduzir a importância de um tradicional jornal de importância estadual colocando culpa na internet não pode ser aceito pelas entidades representativas da cidade e pelo povo preocupado com as coisas de Joinville. Um jornal já fechou as portas, por ser muito submisso. Joinville pode e deve ter um jornal forte que respeite todos segmentos da cidade. Que jornalistas e o empresariado sério se comprometam com um novo grande jornal para Joinville e para Santa Catarina.
A coisa está ficando tão feia...que no Rio de Janeiro funcionário público não sonha mais em ganhar na mega-sena... Sonha em receber o salário em dia...É mole!!!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

MOTORISTA DA GIDION É ELOGIADO

Quero fazer um elogio à essa pessoa raríssima que conheci hoje, Sr Antônio Hostin, motorista do ônibus 11202 da Gidion, sempre muito educado, cumprimentava a todos que entravam, mas o que me chamou a atenção foi quando em um ponto estava uma senhora idosa com sua bengala, diante do ônibus lotado, ele gentilmente pediu que ela entrasse pela porta do meio e avisou os passageiros que enquanto ela não estivesse sentada ele não seguiria viagem😊 incrível, mas ele precisou falar umas três vezes até que alguém criasse vergonha na cara e cedesse lugar para que ela pudesse sentar. Por mais pessoas gentis como o Sr Antônio no mundo!!!!

Autora: Janaína Valéria Fortunato

Alguém aí ainda se lembra do América do Rio ???

Vitória do América sobre o Corinthians em São Paulo em 1986.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

MÚSICA BOA...


Votaram nele? Saíram em carreata??? Aé! Agora...toma!!!

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

TRANSPORTE COLETIVO DE JOINVILLE - A DOENÇA TEM CURA

A questão do transporte urbano é um problema nacional, mas para Joinville em especial, é histórico e cedo ou tarde os erros daqui iriam vir a tona. É impossível manter o sistema do jeito que está, beneficiando apenas as permissionárias. As empresas alegam prejuízo ao longo dos anos. Mas é inegável que o prejuízo maior cai sobre o usuário e atinge a cidade de uma forma geral. Todos candidatos a prefeito na campanha de 2016 se propuseram a mudar o sistema fazendo uma nova licitação. O prefeito vencedor apenas falou em "melhorar" o atual formato. O fato é que o atual modelo de transporte coletivo não é mais atrativo para o usuário e para a grandeza de Joinville. Pagar R$8,00(ou R$16,00) por dia se tornou inviável para muitas famílias. Não vamos nos enganar, mudar o que está aí não será tarefa fácil. Quem tem mais poder: O prefeito ou as permissionárias??? Com certeza as permissionárias. O sistema de transporte público só vai funcionar quando o interesse público vier por primeiro. Enquanto o interesse particular prevalecer, a cada dia que passa, mais motos serão vendidas e com certeza o hospital São José ficará sobrecarregado com mais vítimas de acidentes. A doença já foi diagnosticada e tem cura. Só falta iniciar o tratamento com uma injeção de vontade política.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

FATO 

Hoje está se tornando mais prático e econômico residir em outra cidade e apenas trabalhar em Joinville.
Jan Brueghel o velho 

Foi um dos mais notáveis pintores quinhentistas flamengo. Segundo filho de Pieter Brueghel o velho, irmão de Pieter Brueghel o jovem e pai de Jan Brueghel o jovem, Jan é muito conhecido pelas suas naturalistas paisagens campestres ou pelos seus realistas bouquets de flores. Obs: Estou confuso com tanto "jovem e velho"...Q iso joven!!!

domingo, 8 de janeiro de 2017

JAN BRUEGHEL, O VELHO

Boda Campestre; c. 1621-1623; Óleo sobre tela – 84 x 126 cm
Madrid, Museu Nacional do Prado

Morre Mário Soares

Nosso sentimento a toda nação portuguesa.

Praça Nereu Ramos - Centro de Joinville


sábado, 7 de janeiro de 2017

A sensibilidade está nos pequenos gestos...

AGILDO RIBEIRO


HOMICÍDIOS EM 2017

Sábado mais um homicídio registrado agora no centro de Joinville. Marido mata a esposa...

Em Joinville em menos de 24 horas já foram registrados três homicídios.

Joinville já registra cinco homicídios desde o começo do ano de 2017.
1-  Espinheiro (01/01/ 2017 )
2-  Aventureiro ( 05/01/ 2017 )
3-  Guanabara ( 06 /01 /2017 )
4-  Ulisses Guimarães ( 06 /01 / 2017 ).
5-  Centro ( 07/ 01 / 2017 ).

Situação gravíssima
Uma ação simples mas muito "humana" para ajudar os animais abandonados na vizinha cidade de Guaramirim.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Lista de diretores da Colônia Dona Francisca

Diretores da Colônia

Início Término Observações
Hermann Guenther 1850 1851
Eduardo Schroeder 1851 20 de outubro de 1852 Filho do senador alemão Christian M. Schröder
Benno von Frankenberg-Ludwigsdorf 1852 1855 Determinou que a colônia fosse batizada como Joinville
Louis François Leonce Aubé 1856 1860
Johann Otto Louis Niemeyer 1860 1873
Frederico Bruestlein 6 de julho de 1875
Foi prefeito de Joinville de 1887 a 1890  

Kolonie Zeitung - Esse era O JORNAL

Um pouco da história de Blumenau
 
HEROISMO DURANTE A GRANDE ENCHENTE DE 1880
 
Na madrugada de 22 para 23 de setembro de 1880 Blumenau recebeu um verdadeiro dilúvio. A água desabou com tanta intensidade que em apenas poucas horas o Rio Itajaí-Açu atingiu uma altura de 14,6 metros acima do nível normal. Muita gente conseguiu salvar apenas a vida. 
O jornal "Kolonie Zeitung", editado em Joinville, na sua edição de 9 de outubro de 1880, contou como foi a tragédia dos blumenauenses, destacando inclusive a participação heroica do vapor Progresso, resgatando e salvando vidas:
"De madrugada, por volta de uma e meia, começou repentinamente o perigo na cidade de Blumenau, quando no início da noite só se esperava uma cheia, enchente moderada, como já acontecera diversas vezes em outras ocasiões, sem risco de alcançar casas. Mas a partir daquela hora as águas não só subiam, mas rolavam em fantásticas avalanches. Os gritos de pedidos de socorro de pessoas em perigo e dos animais sendo arrastados vivos pelo turbilhão das águas, ecoavam pela noite. E a escuridão tornava a tragédia ainda mais horrível. Com ansiedade era esperado o amanhecer por todos quantos conseguiam manter-se a salvo.
O novo dia traria um enorme trabalho de resgate, exigindo de todos tudo quanto a força humana pudesse alcançar. Queremos aqui fazer uma referência especial, manifestando o reconhecimento de todos quantos foram auxiliados, ao capitão e à tripulação do pequeno Vapor  "Progresso" que, incansáveis e destemidos, socorreram aos que solicitavam socorro, tanto na cidade como no distante Garcia, onde iam buscar pessoas ilhadas, socorrendo-as e levando-as sãs e salvas até a igreja protestante. A eles, principalmente, se deve o fato de não se haverem perdido vidas humanas no centro da cidade ou nas proximidades. Em direção das duas igrejas, que foram erigidas em morros, dirigia-se, de toda parte, o cortejo dos que eram salvos e dos que conseguiam escapar da tragédia.
O Vapor Progresso transportava para estes locais as pessoas resgatadas e com o clarear do dia todas as canoas, embarcações diversas e inimagináveis, como cochos, tinas, etc., improvisados em embarcações, convergiam para aqueles locais de abrigo, onde encontravam proteção e asilo.
(publicado pelo jornal "Kolonie Zeitung" de 9/10/1880, transcrito por José Deeke em seu livro "O Município de Blumenau e a História de seu Desenvolvimento"). 
134 (2014) anos depois, fazendo este registro, consignamos aqui a eterna gratidão àquelas pessoas que agiram com tanto destemor e heroísmo, e se pudéssemos, lhes entregaríamos com muito respeito um diploma de"Honra ao Mérito", o que fazemos de forma simbólica através desta crônica (Carlos Braga Mueller).
 
Texto Carlos Braga Mueller/jornalista e escritor.
Arquivo Carlos Braga Mueller e Adalberto Day

#PREOCUPANTE#

Situação preocupante. A agressividade no trânsito é uma realidade em Joinville. Provocações, som alto, fechadas...é mais comum do que se possa imaginar.

Motorista da Gidion é esfaqueado  dentro do próprio ônibus na noite de quinta-feira.

PEGADINHA DO GLUGLU

A ponte...

Como sempre tem feito nas conversas com o governador, Udo Döhler confirmou a liberação dos R$ 70 milhões (financiamento do Banco do Brasil) para a construção da ponte que ligará os bairros Adhemar Garcia e Boa vista - Fonte: Jornal Notícias do Dia - 17/09/2013


Aulas deveriam começar em 2012

Escolas de Artes da Udesc...pegadinha do gluglu

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

É só o 5º dia do ano

Um jornal fechado em Joinville...
Aumento da passagem de ônibus ACIMA da inflação...
Avenidas fechadas sem nexo...
Comércio fechando as portas por falta de segurança...



Ao contrário do que muitos pensam, o IPVA não é um imposto federal. Ele é estadual e 50% do que é  arrecadado volta ao município de origem.

 Algumas Santos Dumont já poderiam ter sido duplicadas com esse recurso que é desconhecido da população.

MALDADE

...Então nem os funcionários do jornal sabiam do seu fim??? 

Muita maldade.
Gramado é uma cidade linda!!!
Ops...essa foto é de Joinville!!!

DICA DE LEITURA

Que Joinville não cometa o mesmo erro de Blumenau.

Retirei do blog do Adalberto Day de Blumenau - Muito interessante.


"Um livro que só acrescenta mais sobre a nossa antiga EFSCEstrada de Ferro de Santa Catarina inaugurada em 1909 em Blumenau, infelizmente desativada em 13 de março de 1971. O autor fez entrevistas com muita gente que fez parte da história riquíssima de nossa EFSC. E ao abordar sobre todas as Estações que compunham a EFSC, em consequência os entrevistados contam parte da história de Blumenau e região. Maravilhoso conteúdo. Parabéns Felipe Adam, jovem escritor com sucesso desde seu primeiro livro!
Jornalista nascido em Blumenau, formado na UNIVALI – Universidade do Vale do Itajaí. Agradeço por citar meu nome." por Adalberto Day
Contato: e-mail felipeadam91@gmail.com

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

É só um bocadinho de aumento

Agorrrra...com a aumenta da passagem...prrrrrrraraaa R$ 4,00  vamos agorrra merrrorrrar o trrrrransporrrrrte coletiva de Joinville...Podem acrrreditarrrrr!!!


O que você acha do aumento da passagem joinvilense?

Respostas

a) ( )É uma pouca vergonha
b) ( )É um absurdo
c) ( )Q iso joven
d) ( )Faz parte...é o melhor transporte do Brasil
e) ( )Toma! Bem feito!

CREDIBILIDADE JORNALÍSTICA

Pode até ser ingenuidade, mas um jornal tem que escrever as coisas de toda cidade, os assuntos importantes de toda população. Ficar porta voz apenas de alguns órgãos representativos não é o suficiente. Pensar que determinados assuntos não devam ser publicados pois a maioria da população não teria capacidade intelectual para assimilar o conteúdo é outro erro. É justamente a leitura diária do jornal que mostra o horóscopo do dia(e da semana passada), a vitória ou a derrota do clube da cidade, que também possibilita a leitura de um artigo mais elaborado de um advogado, poeta, empresário, professor, etc. O momento em que o jornal restringe a opinião do leitor ou assinante, que é o seu posicionamento político, o veículo perde credibilidade. Não é o poder oficial que é o único detentor da verdade, a história recente do Brasil é prova disso. E o jornal escrito tem tanta força em Joinville que opiniões contrárias ao status quo foram sendo deixadas de lado. É na barbearia, no bar, na quitanda que o cidadão tem muitas vezes a única chance de ter acesso a leitura de um jornal. E o bom jornal não existe apenas para informar. O bom jornal é o caminho para outros jornais, livros,outros pensamentos...outras leituras de mundo. Apesar de toda grandeza de Joinville, o poder dominante da cidade conseguiu sufocar a exposição pública de ideias contrárias ao seu pensamento. Os blogs e o facebook continuarão a expor ideias diferenciadas. Mas é só o jornal impresso que pode popularizar esse pensamento questionador. O controle da opinião pública não é benéfico para a democracia. O jornal que encerrou suas atividades em Joinville, deixou de existir por subestimar a capacidade do leitor da cidade mais rica de Santa Catarina. Pergunto: Se um jornal diário não rende dividendos em Joinville vai gerar dividendos aonde ???

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

POMERODE

Janeiro tem  Festa Pomerana

Tradição celebrada em família

RESISTÊNCIA SOLITÁRIA

O voto de Odir Nunes simboliza não apenas uma resistência solitária mas também a sabedoria de um parlamentar que apesar de ser polêmico, sabe da importância da Câmara ter neste momento um presidente mais experiente. O tempo dirá se a escolha da nova presidência foi acertada.

DICAS PARA O VERÃO
CUIDADOS AO DORMIR.

◆Dormir as horas necessárias (média 8 horas), para recuperar do cansaço e regular as funções do organismo.
◆Antes de dormir e ao acordar tomar um copo de água. Enquanto dormimos perdemos líquido através da transpiração.
◆Não utilizar o ar condicionado no máximo, usar no mínimo, com timer.
◆Não utilizar ventilador voltado para o corpo ao dormir, muitas pessoas morreram assim.

Fonte: Blog SURIEMU

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

É isso pessoal, vamos criar um jornal que fale sempre a verdade. A verdade de quem paga mais.

ROLO COMPRESSOR ELIMINA OPOSIÇÃO EM JOINVILLE

Novo presidente do legislativo joinvilense é eleito com 18 votos a favor. Eleição de 2016 foi para estabelecer um governo sem oposição. Tudo isso acontecendo com o aval do povo. Escritório de homologação consolidado. O povo quis assim, assim será.

UM LEGADO DE REALIZAÇÕES

Wittich Freitag foi o melhor prefeito de Joinville com toda certeza. Mais detalhes no livro da professora e historiadora Raquel S. Thiago.

domingo, 1 de janeiro de 2017

ZIZI POSSI


POMERODE

Estrategicamente localizada entre Blumenau e Joinville. A localização de Pomerode foi incentivada pelo doutor Hermann Blumenau, para que, assim, se fortalecesse o comércio entre ambas as cidades.
Hotel Tannenhof no centro de Joinville

Estratégia inteligente

Como a propaganda política é proibida antes do calendário eleitoral, nada mais interessante que utilizar um jornal para apoiar determinadas candidaturas antecipadamente. Matérias que pudessem favorecer os virtuais candidatos foram sendo publicadas nos últimos anos. É uma troca: Um tem o jornal e o outro tem o poder econômico. Unindo as forças se obtém o poder político. O jornal foi transformado em panfleto e o objetivo eleitoral alcançado.

UTOPIA

O bom jornalismo deve existir para informar a sociedade e não manipulá-la.