sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

O LIVRE-ARBÍTRIO

"Deus é bom e criou um mundo perfeito. Contudo, uma das coisas que torna os seres humanos(e os anjos) entidades inteligentes é a LIBERDADE. Eles tinham a LIBERDADE de escolher obedecer a Deus ou se distanciar DELE. E para se distanciar de Deus, a fonte de toda a bondade, era necessário criar o mal. O mal é criado pelo pecado.

A decisão de pecar foi tomada no reino espiritual por Satanás e outros anjos, seres inteligentes capazes de genuínas escolhas morais; o pecado então entrou no nosso mundo através das livres escolhas morais feitas pelos primeiros seres humanos, Adão e Eva. De lá, a praga espalhou-se por toda a história por causa das livres escolhas morais que os seres humanos continuam a fazer...

...Entretanto, se Deus sabia de antemão que faríamos tal bagunça com as coisas, diz o cético, por que deixou que isso acontecesse??? Por que nos criou com a capacidade de pecar??? Pergunta justa. Mas pense com cuidado sobre o que isso significa. Para que Deus assegurasse que nós não pudéssemos pecar, ele teria de mexer no nosso livre-arbítrio - para criar não como seres humanos completos, mas como marionetes ou robôs programados para fazer somente o que ELE quisesse. Isso, porém, nos faria incapazes de amar a Deus ou a outro semelhante, pois o amor genuíno não pode ser coagido. Também, sem livre-arbítrio, não seríamos capazes de responsabilidade moral, criatividade, obediência, lealdade ou heroísmo. A única maneira pela qual Deus poderia criar seres que fossem completamente humanos era correr o risco de que eles usassem sua liberdade para escolher o mal.
    Assim, uma vez que os seres humanos realmente escolheram o mal, o caráter santo de Deus exigiu JUSTIÇA.

Fonte: E agora como viveremos? CPAD, págs. 258 e 259.

Nenhum comentário: