.

Colabore com o Feudalismo Atual escrevendo para o e-mail: juliano.bueno1971@gmail.com

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

A CRISE NO TRANSPORTE PÚBLICO DE BLUMENAU E O ALERTA PARA JOINVILLE

Há muito tempo, a população de Blumenau vinha reclamando da qualidade do transporte coletivo de sua cidade. Alguma coisa precisava ser feita. O caos que está ocorrendo agora em Blumenau também irá ocorrer em outras cidades do Brasil. A concessão do serviço público deve respeitar a todos: Prefeitura, a concessionária e principalmente o usuário. Se o contrato está beneficiando apenas uma das partes, é injusto.E é o passageiro que estava(e está) sendo prejudicado. A atual crise econômica brasileira está quebrando muitos setores, principalmente o de transportes. O governo federal está massacrando os empresários com uma alta sobrecarga de impostos. Os caminhoneiros já gritaram duas vezes. Agora a crise atinge o transporte coletivo das cidades. Na verdade, o transporte coletivo é uma caixa preta em todo Brasil. É uma máquina de fazer dinheiro que ninguém quer perder. Aliás, uma máquina muito poderosa. Só que nos últimos anos ficou evidente que o atual modelo cansou e deve ser modificado. O povo simples que sempre foi prejudicado por ter que usar um transporte de péssima qualidade, partiu para o transporte individual, principalmente a aquisição de motos. O número de veículos aumentou em todo país e as cidades não estavam preparadas para receber essa sobrecarga de carros e motos. Em Blumenau foi exposto dois problemas: O primeiro é um problema antigo, que é o cartel das empresas permissionárias. E o segundo, é a crise econômica que afeta a manutenção dos ônibus e a folha de pagamento dos motoristas. O prefeito de Blumenau tem um abacaxi do tamanho de uma melancia para descascar. Mas, não será o único. Não se enganem aqueles que acham que em Joinville está tudo bem. Não está. Que a crise de Blumenau sirva de alerta para Joinville.

Nenhum comentário: