.

Colabore com o Feudalismo Atual escrevendo para o e-mail: juliano.bueno1971@gmail.com ou ligue para 99164-7827

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Dinheiro da Operação Lava Jato pagava prostituição de luxo

E ainda existem lorpas e pascácios que realmente acreditam que socialistas são um bando de “coitadinhos enganados”. Eu desprezo tanto este discurso como o dos próprios socialistas. Na verdade, desprezo ainda mais, até porque os primeiros conspiram em prol de sua ingenuidade, e os últimos pelo menos lutam por alguma vantagem. E antes que surjam protestos, já vou adiantando: constatar isso não significa atribuir nenhum tipo de mérito aos socialistas espertos, mas apenas demérito acima de qualquer limite a quem os percebe como “iludidos por uma utopia”.
Mais um prego no caixão da ilusão da “crença na crença” (a crença de que os líderes socialistas realmente acreditam em seu discurso utópico) foi martelado hoje com a matéria mostrando que dinheiro investigado na Lava Jato pagava até prostituição de luxo:
O dinheiro desviado da Petrobras teria sido usado para pagar programas em um esquema de prostituição de luxo, que incluiria até mesmo “famosas da TV”. Os detalhes dos programas foram explicados ao MPF (Ministério Público Federal) e à PF (Polícia Federal) pelo doleiro Alberto Youssef e Rafal Angulo Lopez, seu emissor.
A revelação foi feita após os investigadores da Lava Jato questionarem os dois sobre os termos “artigo 162” e “Monik”, encontrados nas planilhas que registravam o destino do dinheiro desviado. Ambos os termos se referem ao pagamento de prostitutas, que chegavam a cobrar até R$ 20 mil por programa.
Ao todo, só em 2012, foram gastos R$ 150 mil na contratação de programas de prostituição. Em alguns casos, participavam famosas por exposição em programas de TV, capas de revista e desfiles de escola de samba. As informações foram divulgadas na edição desta segunda-feira (13) do jornal Folha de S.Paulo.
Mas sempre foi assim mesmo. Na Coréia do Norte, Kim Jong-un acabou de montar um harém. Em Cuba, a elite burocrata paga baratíssimo por sexo com modelos de formação universitária, mas que não tem como se alimentar se não se prostituíssem. Obviamente o povo mais humilde não consegue pagar, mas os soldadinhos dos irmãos Castro podem se esbaldar. Para quem não se importa em se valer de sexo pago, o socialismo, na visão dos beneficiários, sempre foi um “paraíso na Terra”.
Sendo assim, por que no Brasil do PT a coisa seria diferente? Quem se alia a projetos de poder socialista, normalmente espera colher seus dividendos mesmo. Pode-se idealizar até um anúncio: “Procura-se beneficiário socialista com mente empreendedora, capaz de atuar na área política, cultural, jornalística e afins. Requisitos incluem a habilidade de propagar rotinas, influenciar a opinião pública e capitalizar em favor de projetos totalitários. O trabalho, se podemos dizer assim, é agradável e extremamente confortável. A remuneração ultrapassa qualquer outra categoria de profissional liberal. Entre os benefícios, inclui-se prostituição de luxo. Junte-se a nós na luta por tetas estatais. E muito mais”.
Logo, essa notícia aí é jornal velho.

Fonte: Lucianoayan.com (13/07/2015)

Nenhum comentário: