.

Colabore com o Feudalismo Atual escrevendo para o e-mail: juliano.bueno1971@gmail.com ou ligue para 99164-7827

segunda-feira, 30 de junho de 2014

PMDB SURPREENDE

Quem diria hein! Nos acréscimos o PMDB do senador Luiz Henrique da Silveira deu as cartas e impôs o candidato a senador. Muito legal.

domingo, 29 de junho de 2014

sábado, 28 de junho de 2014

O PREÇO DO AMANHÃ


Os bons filmes assim como os bons livros devem ser revistos. Um desses filmes, que aconselho a todos assistirem é “ O Preço do Amanhã”. Lembro que todos que o assistiram o acharam triste. Para quem ainda não assistiu, aqui vai um pequeno resumo da trama. O filme mostra que no futuro o tempo será a principal moeda de barganha. O envelhecimento passa a ser controlado para se evitar a superpopulação do planeta. Para sobreviver as pessoas compram o tempo. Assim, os ricos vivem bem mais que os pobres. Ora, será que na vida real isso já não esteja acontecendo? A medicina evoluiu, mas a maioria da população não tem acesso  a hospitais de qualidade. Trazendo para a realidade local, é só compararmos a diferenciação que existe entre o atendimento público e o particular. Joinville possui uma das medicinas mais avançadas do país, mas o grosso de sua população não é atendida. A qualidade de vida depende do contracheque. Também podemos lembrar dos experimentos nazistas antes tão condenados, será que não estão sendo aplicados em doses homeopáticas no presente? O incentivo ao aborto e a eutanásia são abertamente defendidos como políticas de Estado. Na França, o médico Nicolas Bonnemaison, acusado de precipitar a morte de sete doentes idosos em fase terminal, no Hospital de Baiona foi absolvido após o Conselho de Estado, máxima instância judicial, deliberar o fim do apoio vital a um tetraplégico em estado vegetativo. O movimento feminista defende que tirando a vida de inocentes estará combatendo o machismo.A própria indiferença da ONU aos conflitos religiosos e étnicos espalhados pelo mundo. Nisso tudo o que percebemos é um culto ao hedonismo onde a criança e o idoso são um fardo não apenas para o governo, mas também para a sociedade e até famílias. Esquecem que a sociedade consumista só existe devido a existência de vida humana. Precisamos parar de cultuar a morte. As crianças e os idosos devem ser o supra sumo de qualquer sociedade com bom senso. O preço do amanhã é o preço pago pela indiferença da sociedade atual.


sexta-feira, 27 de junho de 2014

DO FUNDO DO BAÚ - PAUL MCCARTNEY & WINGS


ILS INSTALADO EM JOINVILLE

A coisa foi instalada  que bom. Demorou mas está aí o importante instrumento de navegação o ILS.

Agora só falta o crematório.


SECRETARIAS REGIONAIS E A VOLTA DO FEUDALISMO

Acredito que as Secretarias Regionais "teoricamente" foram uma beleza.
Na pratica, a alegria de "poucos vassalos" comissionados e a tristeza da maioria da plebe. Se o objetivo principal (na teoria) era facilitar, na vida real complicou mais ainda.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

FRASE DE SCHOPENHAUER

Toda verdade passa por três estágios.
No primeiro, ela é ridicularizada.
No segundo, é rejeitada com violência.
No terceiro, é aceita como evidente por si própria.


 Arthur Schopenhauer

quarta-feira, 25 de junho de 2014

UDO DOHLER FALOU UMA VERDADE

Convenhamos, nisso o prefeito Udo Dohler está certo. Falam e falam de estacionamento rotativo no centro de Joinville. Mas não existe mais vaga convencional nas ruas centrais da cidade. Ou são vagas exclusivas para idosos ou já estão com ciclofaixas ou com corredor exclusivo para ônibus.

terça-feira, 24 de junho de 2014

CONSOME OU CONSOME - MUITO ENGRAÇADO


RUA VISCONDE DE TAUNAY

Como mudou essa tradicional rua do centro de Joinville. Acredito que é uma foto dos anos 80. E a areia no chão? Será que é devido ao alagamento???

domingo, 22 de junho de 2014

MAIS UM EXEMPLO DA IMPUNIDADE DO BRASIL

O cônsul do Chile no Rio de Janeiro, declarou que o Brasil não puniu os torcedores chilenos de forma correta. Na opinião dele a punição foi muito branda em relação a invasão da torcida chilena ao Maracanã.

DICA DE LEITURA


Um livro muito gostoso de ler. Informações e descobertas interessantes sobre esse ícone da História que foi Dante Alighieri. Detalhes curiosos sobre o submundo de Florença.

sábado, 21 de junho de 2014

MAL

Acostumar-se com o mal. Ser indiferente com o mal. Não significa de forma alguma que o mal deixou de existir.

30 milhões de crianças nunca foram ao dentista no Brasil

Artigo do Dr.Rogerio Mengarda
 
Os problemas dentários estão entre os mais graves na área de saúde pública no Brasil, atingindo principalmente a população carente. É o que revela pesquisa da Organização Mundial de Saúde (OMS), coordenada no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz. Os primeiros resultados, divulgados hoje, mostram que 14,4% dos brasileiros já perderam todos os dentes. Entre as mulheres de baixa renda com mais de 50 anos, o índice chega a 55,9%. A Pesquisa Mundial de Saúde da OMS foi realizada com o objetivo de avaliar os sistemas de saúde de 71 países.
Segunda a organização Dentistas do Bem, 30 milhões de crianças nunca foram ao dentista no Brasil.
Perda dentária como mutilação e desigualdade
O pior desfecho para a doença cárie é a perda dentária. Cientificamente, a extração dos dentes é considerada como uma decorrência do agravamento das doenças bucais mais prevalentes, entre elas a cárie. Mas na prática, ocorre como solução definitiva para dor, sendo motivada principalmente pela falta de acesso ao serviço e à condição socioeconômica34. A incoerência reside no fato de que, a extração é realizada pelo serviço; portanto, para a extração não falta recurso nem acesso.
 
Considerando o sentido da palavra perda como "desaparecimento, extravio", entende-se que os dentes não desaparecem ou se extraviam, mas são efetivamente extraídos. Por outro lado, essa perda não se configura na maioria das vezes como tratamento indicado clinicamente, segundo os parâmetros científicos atuais. Sendo motivada por problemas sociais, a mutilação bucal pode ser vista também como uma mutilação social35.
 
Conforme o padrão da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Federação Dentária Internacional (FDI)36, para o ano de 2000, 85% das pessoas com 18 anos deveriam estar com todos os dentes presentes na cavidade bucal. No Brasil, em 2003, o percentual para essa faixa etária foi 55,09%. Além disso, este dado foi diferenciado entre as regiões. O percentual de completamente dentados por macrorregiões, aos 18 anos foi de 39,1% (Norte), 45,1% (Nordeste), 66,5% (Sudeste e Sul) e 65,7% (Centro-Oeste).
 
Outro lado da moeda
O Dentista do Bem é o principal projeto da Turma do Bem, e conta com o trabalho voluntário de cirurgiões-dentistas que atendem em seu próprio consultório crianças e jovens de baixa renda entre 11 e 17 anos, proporcionando-lhes tratamento odontológico gratuito até que completem 18 anos. Atualmente, é a maior rede de voluntariado especializado do mundo. http://turmadobem.org.br
 
Agencia de noticias do Terceiro setor
Dr.Rogerio Mengarda
Diretor Clínico Odonto / Voluntário do Portal Planeta Voluntários
http://www.planetavoluntarios.com.br
 

sexta-feira, 20 de junho de 2014

MAIS UM LIVRO DO JORNALISTA SALVADOR NETO


O PAPEL DAS REDES SOCIAIS

Achei muito interessante a coluna do José António Baço no jornal A Notícia de ontem. O acesso a informação ainda está nas mãos de um pequeno segmento da sociedade. O que mudou é que essas informações não estão mais no controle da mídia tradicional ( ou da mídia profissional). Com o advento dos blogs e das redes sociais a divulgação de ideias e de informações se popularizou. Mas é claro que a veracidade da informação continua sendo fundamental para se ter credibilidade. Infelizmente o Facebook virou um espaço sem controle para denegrir a imagem de artistas ou políticos. Mas o grosso das redes sociais no Brasil é ostentação da vida privada. Resumindo: Entre o bolsa família e o Facebook, o primeiro é o que garante o voto do povão.

quinta-feira, 19 de junho de 2014

DIRETO DA ALEMANHA


AGRADECIMENTO


I want to thank the netizens of China and Germany by accessing the Current Feudalism. Thank you very much.

COVARDIA MASCARADA

Acredito que o Brasil não seja um país que distribua corretamente sua riqueza perante seus filhos. Também tenho certeza que um dos maiores problemas do país seja o de não possuir um transporte público decente. Agora, nada justifica entrar mascarado numa revenda de automóveis, depredá-la e sair correndo sem assumir os atos. Isso é covardia.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

VAI LÁ BRASILSILSILSIL...


Galvão Bueno está levando o brasileiro a torcer contra a seleção nacional. Só a Rede Globo ainda não perc
ebeu.

terça-feira, 17 de junho de 2014

Que é iso joven!!!



CHEGA DE MALANDRAGEM POR FAVOR!!!


O povo brasileiro tem que perceber que o culto
a malandragem ninguém mais está aguentando. Trabalho honesto, humildade, responsabilidade não são qualidades de santos ou de super heróis. Para os japoneses limparem arquibancadas é considerada uma atitude mais do que normal. Já para nós brasileiros, foi manchete. A que ponto chegamos. É muita gente querendo levar vantagem em tudo: aluno querendo passar sem merecimento, empresário sonegando imposto, o governo fazendo de conta que governa...Chega!!! Chega!!! Chega de valorizar a impunidade e a malandragem.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

REGIÃO VALORIZADA E ABANDONADA

O Bom Retiro hoje é um dos bairros mais valorizados de Joinville. A iniciativa privada percebeu isso faz tempo. Só o poder público que não faz nada para melhorar. Falta segurança, falta sinalização, iluminação, um terminal de ônibus decente, ciclovias que realmente proporcionem segurança. Qualquer chuvinha que caia, a rotatória já fica com pontos de alagamentos.

domingo, 15 de junho de 2014

MEMÓRIA DE JOINVILLE


RIO CACHOEIRA E FERROVIA COMO SOLUÇÃO EM JOINVILLE

No ano de 1807, o Clermont , foi o primeiro barco a vapor (criação do americano Robert Fulton) a navegar pelo rio Hudson. A partir daí a navegação foi a mola propulsora do desenvolvimento dos Estados Unidos escoando sua produção interna e também para a exportação do algodão produzido no sul pela mão de obra escrava. Para não ficarem defasados perante os concorrentes europeus, os EUA investiram forte na indústria naval para que sua produção não ficasse refém das embarcações de outros países. Outro meio de transporte fundamental para o desenvolvimento ianque foram as ferrovias. As estradas de ferro proporcionaram grande impacto nos meios de transporte. Foram implantadas as grandes linhas que ligavam o Leste ao Oeste. Em 1860, o país já contava com 50 mil quilômetros de ferrovias. Segundo Leandro Karnal em A História dos Estados Unidos “As ferrovias carregavam a idéia de que tudo era possível e de que os homens haviam finalmente alcançado o progresso”. Se analisarmos com profundidade a História de Joinville perceberemos que a criação da Colônia Dona Francisca e o próprio desenvolvimento da cidade se devem justamente ao rio Cachoeira e sua proximidade com o porto de São Francisco do Sul o que “facilitava” a locomoção e a própria sobrevivência do imigrante europeu aqui em terras sambaquianas. Importante também foi a construção da Estrada de Ferro São Paulo- Rio Grande na região madeireira e ervateira do Contestado, onde Joinville será beneficiada pela construção de um ramal que ligará o porto de São Francisco do Sul ao Planalto norte. Por tudo que foi exposto aqui, é de fundamental importância a sociedade joinvilense lutar pela despoluição do nosso rio Cachoeira e também pela preservação da linha férrea, pois tanto o tradicional rio que passa no meio da cidade como a própria estrada de ferro continuam sendo alternativas viáveis para solucionar o problema do transporte de pessoas e produtos.

A ARRISCADA ELEIÇÃO PARA DEPUTADO

O desespero é grande. E muitos pré-candidatos já estão desistindo de concorrer.


Quem for candidato a deputado tem que ficar bem ligado que alguns concorrentes ligados a determinadas igrejas levarão muito voto de Joinville.

O povo das igrejas irá votar naquele candidato que o pastor determinar. Nessa situação os candidatos de Joinville irão perder votos.

Outra situação, tem vereador de Joinville que vai trabalhar para candidatos de fora da cidade. Aí a votação pulveriza.

Para variar a representação de Joinville que já é tímida, ficará invisível.


Outra coisa. Tem liderança política de Joinville que não quer que a cidade tenha uma representação legislativa atuante. Por isso o estimulo do candidato paraquedista em pedir voto ao eleitor daqui.   

sexta-feira, 13 de junho de 2014

BAITA PROFISSIONAL - BAITA CIDADÃO


Refiro-me ao Dr. Valdir Steglich, conhecido médico ortopedista que tem um conhecimento e um carinho muito especial por Joinville. A prova disso é a sua dedicação a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, "made in Joinville"
.

CONVERSA MUITO BOA...

Tive a oportunidade de rever o amigo Gilson Veríssimo, lá de Araranguá. Ele acha que os EUA levarão a Copa.

quinta-feira, 12 de junho de 2014

SELEÇÃO BRASILEIRA PRECISOU DO JUÍZ!!!


Já não bastasse o Flamengo e o Figueirense com resultados forjados...putzzz agora até a seleção brasileira???

CRÍTICA DE ALGUÉM QUE PARTICIPOU DO PT

Copa & Cozinha - Frei Betto

Em manifestação de rua em São Paulo, um homem maltrapilho segurava um cartaz: "Sou morador de rua. Quero Copa... cozinha, banheiro, sala, quarto e tudo que tenho direito". Estamos às vésperas da Copa do Mundo. Recebemos visitas em uma casa que ainda não está devidamente arrumada. Estádios são maquiados para disfarçar obras inacabadas e aeroportos se parecem com praças de guerra, tamanha a poeira e os ruídos.
Se a sala da Copa ainda exige faxina, na cozinha o caldeirão ferve. O governo tem o azar de a Copa coincidir com o ano eleitoral. E demonstra que não aprendeu a lição das manifestações de rua na Copa das Confederações, em 2013.
Aquelas foram manifestações pacíficas, mobilizadas pelas redes sociais e "acéfalas": sem discursos, partidos, siglas embandeiradas e propostas. Apenas protestos. A opinião pública deu amplo apoio enquanto elas se mantiveram imunes aos provocadores que, ao depredar os patrimônios público e privado, jogaram parcela considerável da população contra os manifestantes.
Marx já advertira os operários, no século 19, que de nada adiantava quebrar máquinas de fábricas. A luta não é contra os patrões, é contra o sistema, dizia ele. Contudo, ainda hoje o esquerdismo perdura como "doença infantil do comunismo", como diagnosticou Lênin, e a repressão policial se infiltra para desvirtuar os protestos.
O governo erra ao não dialogar com os movimentos sociais, em especial os da juventude. Parece não perceber o paradoxo: fez-se inclusão social, por meio de políticas sociais e medidas "contracíclicas", mas não se promoveu inclusão política. Por mais espantoso que soe, esses 12 anos de governo petista, sustentado por um esdrúxulo balaio de alianças, foram despolitizantes. Nutriram o bolso, não a consciência crítica.
É fato que o governo favoreceu o acesso do povo a bens pessoais. Qualquer barraco de favela contém geladeira, TV, máquina de lavar e telefones celulares. Desonerou-se a "linha branca", congestionaram-se as ruas de carros graças ao crédito facilitado. O que parecia um avanço resultou em equívoco. E os bens sociais? As manifestações pedem educação, saúde, transporte público e segurança "padrão Fifa".
O processo de "aceleração do crescimento" deveria ter feito o percurso inverso, a exemplo da Europa Ocidental a partir da Revolução Industrial. Primeiro, educação de qualidade, sistema de saúde socializado e adequado, saneamento, metrôs e ferrovias. O que favoreceu o acesso aos bens pessoais, malgrado as duas guerras que afetaram o Velho Continente.
O PT não chegou ao Planalto graças à "Carta aos brasileiros" endereçada aos banqueiros e empresários. Chegou pela acumulação de forças dos movimentos pastorais, sociais e sindicais ao longo de 24 anos (1978-2002). Não soube, porém, administrar esse capital político. Isolou-se no Planalto sem dar ouvidos à planície. Abandonou o trabalho de base, a ponto de já não dispor de militância voluntária em períodos eleitorais e se ver obrigado a remunerar jovens desocupados para segurar cartazes nas esquinas...
Agora, a cozinha invade a Copa. Tomara que o governo não troque as bolas pelas balas. Vamos torcer pelo Brasil! Para que vença a Copa e saiba ouvir o clamor da cozinha, cujos manifestantes, na falta de canais políticos confiáveis, aprenderam que governo é que nem feijão, só funciona na panela de pressão.
-------
Artigo publicado por Frei Betto na Folha de São Paulo hoje: http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2014/06/1467667-frei-betto-copa--cozinha.shtml

quarta-feira, 11 de junho de 2014

ALBERINA TUMA E O FESTIVAL DE DANÇA

Texto de Milton Wendel

Eu não me surpreenderia. Nada mais me surpreende. Muitos deram risada quando alguém disse que a gestão de Udo Dohler daria saudades da gestão Carlito. Agora estão rindo da risada que deram. Rsrsrsrsrs. Quem achava que pior era impossível, se enganou. A desconstrução do Festival de Dança começou na segunda gestão de Wittich Freitag, com a retirada de Albertina Tuma da coordenação e com o direcionamento do festival para dentro dos shoppings. Deste ponto adiante, o festival desmoronou. Era um dos maiores eventos coreográficos do mundo e tinha uma personalidade fabulosa.

Obs: Caro amigo e sempre atento Milton Wendel. A sra. Albertina Tuma é merecedora de todos elogios. Boa lembrança.

COMPREI UM QUILO DE FARINHA...

A gente escuta falar em PIB, em crescimento, em balança de pagamentos e um monte de índices e termos que mal entende. E na gôndola do supermercado a gente vê farinha de mandioca custando quase 10 reais o quilograma. Aí a gente vai na internet e pesquisa em busca do porquê de a farinha de mandioca estar tão cara. E descobre que a melhor região do Brasil para plantar mandioca é o sertão do Nordeste; que o sertão do Nordeste sofreu uma seca terrível; que o governo não fez nada para acudir a região; e que por isso a produção brasileira de mandioca caiu quase 30%. O paradoxo é um governo falando em PIB e fazendo estádios, enquanto a roça de mandioca secou por falta de água.

terça-feira, 10 de junho de 2014

SITUAÇÃO PREOCUPANTE - FESTIVAL DE DANÇA

Preocupante o texto de Claudio Loetz ( publicado em A Notícia de hoje)
sobre a possibilidade do Corpo de Bombeiros de Joinville não autorizar a edição do Festival de Dança de Joinville desse ano. Agora a Prefeitura tem que correr contra o tempo.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

DALONSO - O NEGOCIADOR

Muito positiva a intervenção do vereador Fabio Dalonso negociando o fim da greve no dia de hoje. Quem sabe agora a greve chegue ao fim.  Tomara!

domingo, 8 de junho de 2014

PRIORIDADE ??? POR MILTON WENDEL

Quando digo que Joinville não consegue estabelecer prioridades não é sem ter visto as coisas como elas são. Na rua do Príncipe, no Centro, a fiação elétrica está sendo enterrada. As calçadas são cortadas, valas são abertas, dutos e caixas de concreto são instalados, as valas são fechadas e é colocado cimento por cima. Demora três dias para fazer o serviço em cada 50 metros, se não chover. O que a gente observa é que há uma preocupação em fazer uma obra que, a rigor, não tem necessidade nenhuma. Qual o problema com fiação aérea? Será que ela apresenta riscos? Cada um que julgue. Mas, por outro lado, as calçadas são esburacadas, os bueiros estão entupidos, não há infraestrutura para pessoas especiais, não há ciclofaixas... É mais uma obra besta de uma prefeitura tomada pelas sombras.

sábado, 7 de junho de 2014

DEPUTADO TEBALDI DETONA GOVERNO UDO




Publicado na coluna do jornalista Cláudio

Prisco Paraíso no jornal A Notícia de hoje.

O DIREITO A FISCALIZAÇÃO

Defender a ética,a moral e o bom funcionamento do serviço público tem seu preço, ou seja, o desgaste profissional e até mesmo emocional. O preço pode ser o isolamento, o fim das amizades e apoios políticos e até mesmo a ridicularização pública. Infelizmente o desrespeito a coisa pública, através do improviso,da ilegalidade, da prevaricação se tornaram comuns no Brasil. Mas essa banalização, não significa que a lei deixou de ter sua importância. A lei ainda tem sua validade apesar de não ser aplicada por desconhecimento de grande parte da sociedade. Por isso a importância dos órgãos fiscalizadores - Ministério Público Estadual, Federal e dos Tribunais de Conta do Estado e da União- como instrumentos fiscalizadores do dinheiro dos nossos impostos. Não foram apenas os estádios da Copa que foram superfaturados. É um direito de qualquer cidadão saber onde determinado recurso foi empregado e de que forma em hospitais e escolas por exemplo.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

ENQUANTO JOINVILLE...

...Vegeta esperando investimentos, Florianópolis terá mais de R$ 400 milhões em investimentos oriundos do governo federal. Que representação política sem expressão. Isso é gravíssimo e vergonhoso.

ESTATÍSTICAS DOS MUNICÍPIOS, POR MILTON WENDEL*

Um estudo estatístico da FIRJAN apurou que Joinville é a 8° cidade mais desenvolvida de Santa Catarina, segundo informou o jornal A Notícia de segunda-feira, 2 de junho. O estudo observou os mais de 5.500 municípios brasileiros. Fico pensando como podemos comparar o município de Lontras, que tem 10 mil habitantes, com Joinville, que tem 600 mil. Com qual Joinville podemos comparar Lontras? Com o bairro América que há poucos anos relutou em aceitar um hospital infantil porque o ruido das sirenes das ambulâncias perturbaria o sossego? Com o Jardim Paraíso e seu índice de homicídios apocalíptico? A Joinville que engarrafa o trânsito esperando o trem passar pode ser comparada com qual Florianópolis? A Florianópolis de Jurerê ou a do Morro da Caixa? Estatísticas têm algum valor sim, quando ponderadas, mas eventualmente podem não representar a realidade. A média aritmética, por exemplo, geralmente é um valor que não existe na amostra estudada. Vale apena achar em qual canto da cidade está a Joinville desenvolvida, apontada pela estatística.

* Milton Wendel é um conhecedor da História de Joinville, fundador do Partido Verde em Joinville e colabora sempre escrevendo cartas e artigos pertinentes sobre a cidade e o Brasil.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

ENCONTRO REGIONAL DO DEM EM JOINVILLE

O Democratas (DEM) em Joinville realizará no próximo dia 14 de junho
(sábado), um grande encontro regional (Região Norte/Nordeste de Santa
Catarina). O evento se inicia ás 11 horas, no Restaurante da Sociedade
Esportiva e Recreativa Vera Cruz (Rua Santa Catarina, 2351 – Bairro
Floresta), onde será servido aos presentes, um delicioso
arroz-carreteiro. Só em Joinville, o partido conta com mais de 3.104
filiados, conforme os últimos dados divulgados pela Justiça Eleitoral.

O encontro contará com a presença dos pré-candidatos do DEM nessas
eleições, do Presidente Estadual do Partido, o ex-deputado Dr. Paulo
Gouvêa, do Deputado Narciso Parisotto, líder do DEM na Assembléia
Legislativa, além é claro, do Presidente Municipal do DEM e principal
organizador do encontro, Prof° Alodir Alves de Cristo, pré-candidato à
Deputado Estadual pela região de Joinville.

Segundo o Prof° Cristo, que também já foi vereador na Câmara de
Joinville e presidiu à Fundação Municipal Albano Schmidt (Fundamas)
entre os anos de 2005 a 2008, o modelo de governo proposto pelo PT
esgotou-se, não só nos falidos modelos de educação e saúde, mas também
nas ruas, diante da revolta, cada vez maior da população, como todos
nós temos visto diariamente. Cristo tem levantado a discussão sobre
elevado número de impostos pagos pelo cidadão e que dificilmente
retornam em obras ou serviços a comunidade. “Só no ano passado, o
cidadão joinvilense já pagou R$ 1,2 bilhão em impostos, segundo dados
do Impostômetro. Joinville é hoje a maior arrecadadora de impostos aos
Governos Federal e Estadual em Santa Catarina. Infelizmente, não vemos
isso retornar em obras ou serviços públicos na nossa região. É preciso
que nossos representantes na Assembléia Legislativa busquem uma maior
fatia de recursos a cidade, além de uma reforma tributária.”,
acrescenta.

O Democratas, fiel ao seu papel na oposição ao populismo petista, têm
agido de acordo com os anseios da sociedade, seja na defesa da reforma
política, nas denúncias dos conchavos políticos, contrariamente o
aumento da carga tributária que sufoca o cidadão e no questionamento
ao inchaço da maquina pública que torna incapaz tomar-se medidas
eficientes.

O que? Encontro Regional do Democratas (DEM) em Joinville
Quando? 14 de junho de 2014 (sábado)
Onde? Sociedade Esportiva e Recreativa Vera Cruz - Rua Santa Catarina,
2351 – Bairro Floresta – Joinville

PMDB TERÁ CANDIDATO AO GOVERNO DE SANTA CATARINA

Tomara que seja verdade que o senador Luiz Henrique da Silveira esteja querendo uma candidatura própria de seu partido. Um político vitorioso como LHS se sujeitar a essas armações de bastidores é deprimente. Mas parece que o bom senso voltou ao PMDB. Espero que LHS também dê uma forcinha pra Joinville que está tão abandonada né senadorrrrrrr!!! A coisa está feia aqui senadorrrrr!!!!

quarta-feira, 4 de junho de 2014

UM POUCO DA HISTÓRIA DE JOINVILLE


SAUDADES DA IDADE MÉDIA

Saudades da Idade Média, uma época que poderíamos andar livremente, servir ao senhor feudal e em troca receber casa e comida!!! Servir ao senhor feudal e receber o título de cavaleiro e ser chamado de herói!!! Houve muitas atrocidades na Idade Média. Mas com certeza era melhor viver lá do que aqui!! Mas eu queria mesmo era viver no século XIX!!!

Pequeno comentário: Acredito Alex, que a Pós- Modernidade superou a violência medieval.

Alex  " O Pensador "

O DRAMA DO HOSPITAL SÃO JOSÉ

Não sou médico, engenheiro civil, arquiteto e sempre administrei empresas da iniciativa privada, concessionárias automotivas. Mas, passei por 14 dias internado no Hospital Municipal São José de Joinville. Primeiro vamos aos elogios. A equipe médica opera milagres com os recursos que lhe são fornecidos, os médicos residentes tem momentos que estão mais perdidos do que bêbado em tiroteio. A equipe de enfermeiros, técnicos, higiene se esforçam e estão sempre solícitos. Tenho pena das senhoras que servem as "chamadas refeições", diga-se de passagem terceirizadas. Que vergonha! A prefeitura paga por "lavagem". Agora este complexo Ulisses Guimarães não sei a que veio, se por um lado as macas se amontoam no Vietnam (hoje faixa de Gaza) nos andares superiores existem imensas salas vazias. Até um solarium existe!!!!! Com o dinheiro gasto nestas obras teria sido melhor construir algo em forma vertical no complexo antártica. Aliás, felizmente no tempo que lá estive não houve nenhuma emergência , tipo incêndio ou algo parecido, pois ai o caos estaria realmente formado. Por falar nisto existe alvará do corpo de bombeiros a exemplo de outras reformas, obras e aquisições de um certo senhor político. Tentei antes de chegar aqui conversar a respeito com o sr, prefeito, mas este deixou-me plantado, em pé e com recurso de andador sem dar a devida atenção. Talvez ele já estivesse prevendo uma critica no sentido de ajudar. Falar aquilo que precisa ser ouvido e não aquilo que gostariamos ouvir ou seja rapapés. Pronto falei!

João Henrique Kiehn - Joinville

terça-feira, 3 de junho de 2014

E O AEROPORTO ???

O lance do ISL ou ILS do aeroporto de Joinville deixou de ser novela e virou seriado. Joinville sofre de raquitismo político.

ALTERNATIVA MEDIEVAL PARA JOINVILLE


Iluminação alternativa para  Joinville a noite!!!

VERGONHOSO

Mas PSD, PMDB e PP estarão juntos na eleição de outubro em Santa Catarina. Perdeu-se a vergonha faz tempo na Política catarinense. Aliás, aqui não se pratica Política . O que se pratica na realidade é uma politicagem tanto à esquerda quanto à direita. Vergonhoso!!!

domingo, 1 de junho de 2014

REVOLUCIONÁRIO

Hoje no Brasil é considerado revolucionário qualquer cidadão que tente seguir a lei corretamente.

Juliano Carvalho Bueno