.

Colabore com o Feudalismo Atual escrevendo para o e-mail: juliano.bueno1971@gmail.com

domingo, 30 de março de 2014

LEIA...

...Só um pouquinho!!! É bom.

PMDB PODE MORALIZAR A ELEIÇÃO ESTADUAL



Daqui a poucos dias será realizada a convenção do PMDB para homologar novamente o apoio a candidatura do atual governador Raimundo Colombo ao governo do estado. A homologação será efetivada, pois sua maior liderança, o senador Luiz Henrique da Silveira, não quer que o partido lance candidatura própria, o que contraria grande parcela de filiados da legenda que defendem a chapa pura concorrendo ao comando do poder executivo estadual. Na realidade os interesses são diversos, principalmente os interesses pessoais ou de grupos. Faz tempo que no Brasil, as ideologias deixaram de ter importância dentro das siglas, e Santa Catarina apesar de sua organização e austeridade no âmbito privado, não consegue consolidar com sucesso na esfera administrativa-político-partidária. Continuamos num eterno coronelismo clientelista, onde a democracia é propalada aos quatro cantos, mas que na prática prevalece apenas os interesses dos suseranos numa nova roupagem de Feudalismo. Não é preciso ter bola de cristal para perceber, que as eleições de 2014 com a união de PSD, PMDB, PP e até do PT, será o enterro antecipado de muitas lideranças dentro dos partidos e o incentivo para que o povo vote nulo. Se o PMDB permanecer fiel a Raimundo Colombo, conseguirá preservar os cargos dentro do governo, e o atual governador  sairá vencedor das urnas, tendo o apoio da máquina administrativa estadual e o apoio da presidente Dilma. Se por sua vez, o PMDB optar por candidatura própria ao governo estadual, romperá com uma prática eleitoreira que mancha a classe política. A composição de forças garante a vitória nas urnas, mas enfraquece ao longo do tempo a governabilidade, pois os cargos são loteados aos apoiadores. O foco que deveria ser a administração da coisa pública fica em segundo plano. A administração fatiada e dividida entre os vários partidos gera desavenças dentro do própria administração, pois ideologias opostas, e consequentemente formar diferentes de gestão se confrontam dentro da própria estrutura governamental. A candidatura própria do PMDB, de forma positiva incentivará o fortalecimento de outros partidos, que se sentirão motivados a se estruturarem com novas lideranças. O lado negativo, é que caso se concretize o apoio do PMDB a Colombo, a política catarinense continuará enfraquecida e distante do catarinense.

ITTRAN - TRATAMENTO DIFERENTE

Passei agora pela avenida Beira-Rio e depois voltei pela rua João Colin. Existem pessoas correndo com toda proteção do ITTRAN. Até é bonito de ver a organização. Nada contra oferecer segurança a esse tipo de evento. Mas, por que o mesmo ITTRAN não se empenha em proporcionar a mesma atenção durante a semana, digamos, na avenida Santos Dumont ??? Na própria Beira-Rio ??? Avenida Getúlio Vargas ??? Marques de Olinda ???

sábado, 29 de março de 2014

PALESTRA COM FLÁVIO GIKOVATE


APENAS DOIS CHUVEIROS ELÉTRICOS...

...Funcionando dentro de um hospital público. Isso não é uma piada. É o que a imprensa de Joinville divulgou. O descaso é total e o povo não percebeu a gravidade.

sexta-feira, 28 de março de 2014

quarta-feira, 26 de março de 2014

MAPA DOS ESTADOS UNIDOS


UMA BOA MÚSICA


PENSAMENTO

"Sede fortes e corajosos, não temais, nem vos atemorizeis diante deles, porque o Senhor, vosso Deus, é quem vai convosco; não vos deixará, nem vos desamparará." 

Deuteronômio 21.6

MACONHA SIM , POLICIAIS NÃO

Inversão de valores

Agora fumar maconha é algo mais do que normal dentro de uma UNIVERSIDADE. Imaginem a que ponto chegamos. Universitários EXPULSANDO de dentro da universidade policiais federais e militares. Pior de tudo. Os policiais foram considerados os errados. Que vergonha!!!  Para piorar a situação, uma professora SUBIU no capô da viatura policial e enfrentou a Polícia.

segunda-feira, 24 de março de 2014

VITÓRIA DO JEC...

...Fez o joinvilense esquecer dos problemas da cidade nesta 2ª feira.

FHC compara situação de Dilma à de João Goulart

Exilado durante o início da ditadura militar, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso voltou ao Brasil em 1968 para criar o Movimento Democrático Brasileiro (MDB).
Três décadas depois do golpe, ele vê nos problemas de Dilma com o Congresso reflexos da crise que derrubou Jango. "Nossa democracia está se enraizando, mas ainda estamos em busca de um modo mais eficaz", diz. "Ninguém quer dar golpe hoje no Brasil, mas ninguém sabe muito bem como atender demandas que aparecem de repente, com esses mecanismos lentos, muitas vezes desconectados, que são o palácio e o Congresso."
Em 1964, FHC diz que o governo estava perdendo o controle da situação. “Jango assustava os proprietários e a classe média mais tradicional quando prometia reforma agrária e reforma urbana. Nós estávamos na Guerra Fria, e a tendência era radicalizar”.
Ele cita a relação com o Congresso como decisiva para o equilíbrio do poder: “Isso vinha desde Jânio Quadros. Ele tinha tudo na mão, eleito pelo povo, e um Congresso com o qual podia negociar, mas quis impor a autoridade presidencial sobre o Congresso e não conseguiu”. 
Nesse contexto, diz que Dilma tem que pedir mais ao Congresso a tomada de decisões de interesse nacional. “Para isso, o mecanismo mais saudável é convencer a opinião pública das suas razões”, diz (leia aqui a entrevista à Folha de S. Paulo).

Fonte: www.portalbrasil247.com (24/03/2014)

sábado, 22 de março de 2014

OLAVO DE CARVALHO COMENTA


OS TRÊS CONSELHOS

Um casal de jovens recém-casados, era muito pobre e vivia de favores num sítio do interior. Um dia o marido fez a seguinte proposta para a esposa:


          "Querida eu vou sair de casa, vou viajar para bem longe, arrumar um emprego e trabalhar até ter condições para voltar e dar-te uma vida mais digna e confortável. Não sei quanto tempo vou ficar longe, só peço uma coisa, que você me espere e enquanto eu estiver fora, seja FIEL a mim, pois eu serei fiel a você. " 


     Assim sendo, o jovem saiu. Andou muitos dias a pé, até que encontrou um fazendeiro que estava precisando de alguém para ajudá-lo em sua fazenda.
     O jovem chegou e ofereceu-se para trabalhar, no que foi aceito. Pediu para fazer um pacto com o patrão, o que também foi aceito.
     O pacto foi o seguinte:

       "Me deixe trabalhar pelo tempo que eu quiser e quando eu achar que devo ir, o senhor me dispensa das minhas obrigações.
     EU NÃO QUERO RECEBER O MEU SALÁRIO. Peço que o senhor o coloque na poupança até o dia em que eu for embora.
     No dia em que eu sair o senhor me dá o dinheiro e eu sigo o meu caminho".
        
     Tudo combinado.    
     Aquele jovem trabalhou DURANTE VINTE ANOS, sem férias e sem descanso.
     Depois de vinte anos chegou para o patrão e disse:
     "Patrão, eu quero o meu dinheiro, pois estou voltando para a minha casa." 

 
          O patrão então lhe respondeu:
          "Tudo bem, afinal, fizemos um pacto e vou cumpri-lo, só que antes quero lhe fazer uma proposta, tudo bem?
          Eu lhe dou o seu dinheiro e você vai embora, ou LHE DOU TRÊS CONSELHOS e não lhe dou o dinheiro e você vai embora.
          Se eu lhe der o dinheiro eu não lhe dou os conselhos; se eu lhe der os conselhos, eu não lhe dou o dinheiro.
          Vá para o seu quarto, pense e depois me
     dê a resposta. 

 
     Ele pensou durante dois dias, procurou o patrão e disse-lhe: "QUERO OS TRÊS CONSELHOS."
     O patrão novamente frisou: "Se lhe der os conselhos, não lhe dou o dinheiro."
     E o empregado respondeu: "Quero os conselhos.

 
     O patrão então lhe falou:
     1. NUNCA TOME ATALHOS EM SUA VIDA. Caminhos mais curtos e desconhecidos podem custar a sua vida.
     2. NUNCA SEJA CURIOSO PARA AQUILO QUE É MAL, pois a curiosidade para o mal pode ser mortal.
     3. NUNCA TOME DECISÕES EM MOMENTOS DE ÓDIO OU DE DOR, pois você pode se arrepender
e ser tarde demais.


 
     Após dar os conselhos, o patrão disse ao rapaz, que já não era tão jovem assim:
     "AQUI VOCÊ TEM TRÊS PÃES, estes dois são para você comer durante a viagem e este terceiro é para comer com sua esposa quando chegar a sua casa.“
     O homem então, seguiu seu caminho de volta, depois de vinte anos longe de casa e da esposa que ele tanto amava.


     Após primeiro dia de viagem, encontrou um andarilho que o cumprimentou e lhe perguntou: "Pra onde você vai?“
     Ele respondeu: "Vou para um lugar muito distante que fica a mais de vinte dias de caminhada por essa estrada." 
     O andarilho disse-lhe então: "Rapaz, este caminho é muito longo, eu conheço um atalho que é dez,
e você chega em poucos dias...“

     O rapaz contente, começou a seguir pelo atalho, quando lembrou-se do primeiro conselho, então voltou e seguiu o caminho normal.
     Dias depois soube que o atalho levava a uma emboscada.
     Depois de alguns dias de viagem, cansado ao extremo, achou pensão à beira da estrada, onde pode hospedar-se. 

     Pagou a diária e após tomar um banho deitou-se para dormir.
     De madrugada acordou assustado com um grito estarrecedor. Levantou-se de um salto só e dirigiu-se à porta para ir até o local do grito.
     Quando estava abrindo a porta, lembrou-se do segundo conselho.
     Voltou, deitou-se e dormiu.
     
 
     Ao amanhecer, após tomar café, o dono da hospedagem lhe perguntou se ele não havia escutado gritos durante a noite, e ele respondeu que sim.
     O hospedeiro perguntou-lhe se não estava curioso a respeito, e ele respondeu que não..
     O hospedeiro prosseguiu: “VOCÊ É O PRIMEIRO HÓSPEDE A SAIR DAQUI VIVO, pois meu filho tem crises de loucura, grita durante a noite... e quando
o hóspede sai, mata-o e enterra-o no quintal.”
     
 
     O rapaz prosseguiu na sua longa jornada, ansioso por chegar a sua casa.
     Depois de muitos dias e noites de caminhada... Já ao entardecer, viu entre as árvores a fumaça de sua casinha, andou e logo viu entre os arbustos a silhueta de sua esposa.
     Estava anoitecendo, mas ele pode ver que ela não estava só.
     Andou mais um pouco e viu que ela tinha entre as pernas, um homem a quem estava acariciando
os cabelos.

      Quando viu aquela cena, seu coração se encheu de ódio e amargura e decidiu-se a correr de encontro aos dois e a matá-los sem piedade.
    Respirou fundo, apressou os passos, quando lembrou-se do terceiro conselho.
     Então parou, refletiu e decidiu dormir aquela noite ali mesmo e no dia seguinte tomar uma decisão.

     Ao amanhecer, já com a cabeça fria, ele pensou:
"NÃO VOU MATAR MINHA ESPOSA E NEM O SEU AMANTE.
     Vou voltar para o meu patrão e pedir que ele me aceite de volta.
     Só que antes, quero dizer a minha esposa que eu sempre FUI FIEL A ELA".

     Dirigiu-se à porta da casa e bateu.
     Quando a esposa abre a porta e o reconhece, se atira em seu pescoço e o abraça afetuosamente.
     Ele tenta afastá-la, mas não consegue. Então, com lágrimas nos olhos lhe diz: "Eu fui fiel a você e você me traiu..."
     Ela espantada lhe responde: "Como? Eu nunca lhe trai, esperei durante esses vintes anos!"
     Ele então lhe perguntou: "E aquele homem que
você estava acariciando ontem ao entardecer?"

     "AQUELE HOMEM É NOSSO FILHO. Quando você foi embora, descobri que estava grávida. Hoje ele está com vinte anos de idade.
     Então o marido entrou, conheceu, abraçou o filho e contou-lhes toda a sua história, enquanto a esposa preparava o café.
     Sentaram-se para tomar café e comer juntos o último pão.
     
 
     APÓS A ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO, COM LÁGRIMAS DE EMOÇÃO, ele parte o pão e, ao abri-lo, encontra todo o seu dinheiro, o pagamento por seus vinte anos de dedicação!  

     Muitas vezes achamos que o atalho "queima etapas" e nos faz chegar mais rápido, o que nem sempre é verdade...
     Muitas vezes somos curiosos, queremos saber de coisas que nem ao menos nos dizem respeito e que nada de bom nos acrescentará...
     Outras vezes, agimos por impulso, na hora da raiva, e fatalmente nos arrependemos depois....
    
     Espero que você, assim como eu, não se esqueça desses três conselhos e que, principalmente, não se esqueça de CONFIAR em DEUS... (mesmo que a vida, muitas vezes já tenha te dado motivos para a desconfiança).

     Outra coisa....
     Não guarde essa mensagem numa pasta, envie para seus amigos...
     Não perca a oportunidade de fazer (mais) feliz o dia de alguém, pois esta bela história nos instiga à boas atitudes em situações extremas..

Forte abraço e que Deus te abençoe!

IRRESPONSABILIDADE DE DILMA E DO PT

A Marcha da Família é um protesto do segmento que não é respeitado pelo PT e nem pela presidente Dilma.
É uma pena que os avanços na economia não vieram seguidos de um avanço moral.

Hoje o brasileiro tem dvd, carro zero, mas não tem educação, não tem segurança, não tem saúde e não tem cultura.

Só cabide de empregos para puxa-sacos petistas - peemedebistas e outros malabaristas.

Chega dessa vergonha. Até a Petrobrás entrou rolo agora.

sexta-feira, 21 de março de 2014

DESAFINADO - JOÃO GILBERTO


OUÇA...


SOBRE O GOLPE DE 1964



Dia 31 de março será lembrado novamente do fatídico Golpe Militar de 1964. A História do Brasil é uma história de uma eterna resistência. A independência foi conquistada, mas a sua soberania de fato ainda está longe de ser consolidada por seu povo. É um erro histórico colocar a culpa de 1964 apenas nos militares. O golpe antes de mais nada foi civil. Segmentos  contrários a política de João Goulart  o tiraram do poder. A impaciente esquerda na época não  interpretou corretamente o momento e foram para rua pressionar o presidente a realizar as reformas de base. A UDN, empresários e a Igreja Católica incentivaram a classe média conservadora a ir para rua protestar. João Goulart ficou prensado, solitário, entre a direita e a esquerda. Após Getúlio Vargas o Brasil avançou deixando para trás uma economia que vivia apenas da agricultura e tinha uma indústria tímida. João Goulart  defendia essa herança getulista para um projeto nacional independente. Políticos e intelectuais na época desconfiavam que Goulart estava preparando um golpe. Foram enganados. O golpe partiu dos setores conservadores da sociedade que fizeram a cabeça dos militares. O Brasil vivia uma democracia até aquele momento. A imprensa era livre. Mas o povo acostumado com o populismo paternalista acomodou-se e não saiu em defesa de Jango. O povo só olhava de longe, deixou Jango apanhando sozinho.
A ditadura instalou-se perseguindo intelectuais e políticos a esquerda (e até a direita). Hoje é a esquerda  que comanda o país. Uma esquerda que ansiava em ter o comando do país, mas que confunde socialismo com assistencialismo. Que inchou o serviço público com comissionados e o pior de tudo, apenas quer se perpetuar no poder. Que fique o exemplo de 1964.

VERGONHOSO

O que estamos presenciando em Joinville em relação a administração pública é vergonhoso. A indiferença é total. Os beneficiados até o momento pela eleição de 2012: Um pequeno grupo de empresários e de cabos eleitorais de luxo. E a imprensa não divulgando como deveria divulgar os inúmeros erros. É a operação abafa...abafa.

VOCÊ ESTÁ RINDO DO QUE VEREADOR ???

Essa foi a pergunta feita por Odir Nunes(Solidariedade) ao vereador Mauricinho(PMDB) sobre os problemas da saúde de Joinville. Em um pronunciamento duro contra a gestão da saúde em Joinville, Odir percebeu que Mauricinho apenas ria ao ouvi-lo discursar.

UMA PERGUNTA

O que será que acontece dentro das empresas de Joinville que os bombeiros militares não podem fiscalizar ???

quinta-feira, 20 de março de 2014

UM CLÁSSICO


QUAL A DIFERENÇA AFINAL!!!


PCdoB já deu o recado. Não apoiará a reeleição do governador Raimundo Colombo. Só apoiará a presidente Dilma que apoia o Colombo!!! Dããããã!!!

quarta-feira, 19 de março de 2014

TEATRO DO COLÉGIO ELIAS MOREIRA

Joinville terá um grande teatro ? Sim!!! O colégio Elias Moreira proporcionará essa grande obra ao povo de Joinville. Grande notícia.

COISAS DA VIDA

Em 1965 foi considerada uma das mulheres mais bonitas do Brasil. Hoje vive nas ruas de Copacabana.

Esta é mais uma história triste: a Miss Guanabara de 1965, Sônia Schuller, ex-namorada do escritor Rubem Braga, tornou-se uma pedinte. Ela pede esmolas em Ipanema, no Rio, para comprar cigarro. Leia no 50emais a trágica história da ex-miss. http://www.50emais.com.br/artigos/ex-namorada-de-rubem-braga-hoje-vive-de-esmolas/

terça-feira, 18 de março de 2014

domingo, 16 de março de 2014

CARA DE PAU - MENTIROSOS

Figueirense é o time que mais foi ajudado nos últimos anos em Santa Catarina e ainda tem audácia de reclamar do juiz ???

POLÊMICA

Fotografada por uma fã dentro de um ônibus, Lucélia Santos ficou muito ofendida com a publicação da imagem no jornal Extra, que dava ênfase no fato de a atriz estar dentro de um coletivo. O assunto virou polêmica e no Twitter a atriz externou sua indignação:
“O Brasil é o único país que conheço em que andar de ônibus é politicamente incorreto! Vai entender…”, escreveu a atriz.
E qual o problema de pegar um ‘buzu’. Quem nunca? Pois até Titia Suzana Vieira resolveu mostrar que não tem problema algum. Em uma foto publicada em seu Instagarm, Susu aparece esperando um ônibus na esquina da Rua Santa Luzia, no centro do Rio.
“Esperando ônibus no centro da cidade para homenagear a linda, talentosa e importante mulher Lucélia Santos”, disse Susana.
Tá, ninguém viveu a titia no buzão, mas ela bem faz o tipo, né?


* Por Cris Cordioli
Olha, por mim as duas poderiam pegar um ônibus direto para Marte. Sim, um interplanetário. Duas chatas. Não fariam falta em minha vida. Criam polêmica por tudo. Beijinho do ombro para aparecer bem na foto e a gente tendo que comentar sobre. Tem coisas não dá, não rolam. Lucélia, mesmo, nossa…

Retirado do Clic RBS (15/03/2014)

sábado, 15 de março de 2014

CURIOSIDADE

A sexta maior cidade da França é...Londres!

Há mais franceses residindo atualmente em Londres do que em Bordéus, Nantes ou Estrasburgo. Segundo a BBC, o consulado da França em Londres estima que de trezentos a quatrocentos mil cidadãos franceses vivem atualmente na capital inglesa.
Este número tem crescido tanto que nas eleições parlamentares francesas que devem ser realizadas na semana que vem os franceses residentes em Londres vão eleger um deputado para representá-los na Assembléia Nacional.

Na França, apenas as cidades de Paris, Marselha, Lyon, Toulouse e Nice concentram mais franceses do que Londres.
As histórias francesa e inglesa têm se misturado desde que o duque normando Guilherme  invadiu e tomou posse do reino da Inglaterra em 1066, derrubando o rei saxão Haroldo e começando uma série de disputas territoriais que durou cinco séculos. Mas depois que elas terminaram, no século XVII, uma grande quantidade de protestantes franceses,  os Huguenotes, fugindo da perseguição religiosa no seu país, foi acolhida na Inglaterra pelo rei Carlos II, que lhes ofereceu santuário em Londres.
A presença francesa tem sido tradicionalmente forte na região de South Kensington, próxima da embaixada francesa, onde há diversas ruas coim nomes franceses, uma escola secundária famosa (o Lycée Français Charles de Gaulle), livrarias, cafés e patisseries franceses.
Agora, entretanto, os residentes franceses têm se espalhado por toda a cidade de Londres.
O aumento atual desta presença tem sido puxado por jovens profissionais que trabalham em setores empresariais de criação, ilustradores, publicitários, jornalistas, atraídos por  um ambiente de trabalho menos burocrático e mais aventuroso.
De acordo com a BBC, alguns imigrantes têm vindo atraídos pela impressão equivocada de que as Olimpíadas de 2012, que serão realizadas em Londres, aumentaram a criação de empregos na cidade, e outros ainda, franceses descendentes das antigas colônias, fugindo de uma certa discriminação que dizem encontrar na França.
O artigo original da BBC pode ser lido aqui: http://www.bbc.co.uk/news/magazine-18234930   

Fonte: conversasdomano.blogspot.com

CADÊ A OPOSIÇÃO ???


Será que o PMDB de Joinville irá apoiá-los??? Será que o deputado estadual
Darci de Matos irá apoiar Dilma??? Será que Carlito irá apoiar Colombo??? Cadê a oposição ??? Não é assim que se faz política ???

sexta-feira, 14 de março de 2014

OLHA A ORGANIZAÇÃO

O América F.C tem muita história.

SHOW DE INTERPRETAÇÃO


É VERO

Encontra-se oportunidade para fazer o mal cem vezes por dia e para fazer o bem uma vez por ano.

Voltaire

SERÁ QUE O PMDB DE JOINVILLE...

...Percebeu que está se desgastando ??? O próprio presidente da Câmara de Vereadores, o vereador João Carlos Gonçalves não está concordando com muita coisa que vem ocorrendo na Prefeitura.  Que bom, que ainda há vida inteligente dentro do PMDB de Joinville.

quinta-feira, 13 de março de 2014

quarta-feira, 12 de março de 2014

FALTA RESPEITO AO MINISTÉRIO PÚBLICO

Sim, muitas autoridades esnobam as determinações do Ministério Público. Muitos funcionários públicos não acreditam que o Ministério Público seja eficiente na apuração dos desmandos. O velho jeitinho brasileiro está com os dias contados.

PENSAMENTO DO DIA

"Em presença de imbecis e loucos, há somente um caminho para mostrarmos nossa inteligência: não falar com eles."

Schopenhauer

terça-feira, 11 de março de 2014

APAE Joinville inaugura o Centro Dia

APAE Joinville inaugura o Centro Dia nesta terça-feira (11/3)
Centro vai dar atenção às pessoas com deficiência em situação de dependência 

Prestes a completar 49 anos de atividades em defesa das pessoas com deficiência intelectual e múltipla, a APAE Joinville vai abrir mais um espaço de atendimento à essa população, o Centro Dia, que será inaugurado na próxima terça-feira (11/3) às 11 horas na rua Almirante Barroso, 305 no bairro América, antiga sede da entidade. O Centro Dia é destinado a atenção diurna de pessoas com deficiência em situação de dependência com uma equipe multidisciplinar que irá prestar serviços de proteção social especial e de cuidados pessoais, fortalecimento de vínculos e autonomia. e inclusão social , por meio de ações de acolhida, escuta, informação e orientação. O presidente da APAE, Jailson de Souza, acredita que é mais um equipamento que a entidade entrega à comunidade visando o bem estar das pessoas com deficiência. “Mais uma etapa cumprida. Agradeço a todos que apoiam a APAE e que acreditam no trabalho”, afirma Jailson.

Com investimentos até agora no valor de R$ 42 mil com recursos próprios da entidade, o Centro Dia  vai abrigar inicialmente 20 pessoas com deficiência em situação de dependência e suas famílias, prioritariamente jovens e adultos beneficiários dos BPC (benefícios de prestação continuada) e/ou inseridos no CadÚnico. A equipe de atendimento contará com  assistente social, psicólogo, terapeuta ocupacional, profissionais nível médio responsáveis pelas atividades de cuidados pessoais dos usuários. O objetivo Centro dia é apoiar e fortalecer as famílias no seu papel protetivo, prestar apoio e orientação aos cuidadores familiares alertando para importância dos autocuidados entre outros benefícios que a APAE busca ao oferecer mais este benefício. O Centro Dia conta com o apoio da Prefeitura de Joinville que firmou convenio com a entidade. O prefeito Udo Döhler deve estar presente ao evento.

Mais informações e dados podem ser obtidos com o presidente Jailson de Souza no fone (47) 3431.7404.



Salvador Neto Comunicação
Jornalista Responsável – Salvador Neto (MTb/SC 2535/SC)

domingo, 9 de março de 2014

Tudo bem por aí???


163 ANOS DE JOINVILLE - A FALTA DE RESPEITO CONTINUA


Ontem passei em frente a esse prédio. A situação dele continua do mesmo jeito. Acredito que até piorou. Esse é só um pequeno exemplo do descaso dos políticos por Joinville. Em pleno centro da cidade, um prédio público abandonado desse jeito. Essas pessoas vão pedir o teu voto em outubro.

sexta-feira, 7 de março de 2014

A MESOPOTÂMIA - O IRAQUE ATUAL



Curiosidades sobre a Mesopotâmia (o Iraque nos dias de hoje)



Você sabia que a terra onde se disputou uma guerra com interesses mundiais em razão do petróleo possui memoráveis histórias e mitos da civilização? Se você não sabe, veja a seguir:

1. O jardim do Éden era no Iraque.
2. Mesopotâmia, onde agora é o Iraque, foi o berço da civilização.
3. Noé construiu a Arca no Iraque.
4. A torre de Babel ficava no Iraque.
5. Abraão era de Ur, que ficava no sul do Iraque.
6. A esposa de Isaac, Rebeca, era de Nahor, que ficava no Iraque.
7. Jacó encontrou-se com Raquel no Iraque.
8. Jonas rezou em Nínive, que ficava no Iraque.
9. Assíria, que ficava no Iraque, conquistou as dez tribos de Israel.
10. Babilônia, que ficava no Iraque, destruiu Jerusalém.
11. Daniel esteve na cova dos leões. Onde? No Iraque!
12. Baltazar, rei de Babilônia, viu a "escrita na parede" no Iraque.
13. Nabucodonosor, rei da Babilônia, carregou os judeus prisioneiros através do Iraque.
14. Ezequiel fez suas orações no Iraque.
15. Os Reis Magos eram do Iraque.
16. Pedro também fez orações no Iraque.
17. O "império do homem", descrito na Revelação, era a chamada Babilônia, uma cidade do Iraque


ANTONIO VIVALDI


O ERRO DE CARLITO MERSS ( E DO PREFEITO UDO)

Todas pessoas próximas ao ex-prefeito Carlito Merss falam que ele é um cidadão correto. Então qual foi o grande erro de Carlito como prefeito ? Vejo que é o mesmo erro que incorre o atual prefeito, ou seja, acreditar em seus correligionários e não aceitar a advertência que vem das ruas. Carlito foi mais fiel ao partido do que ao seu eleitorado. A prefeitura de Joinville sempre foi estratégica para qualquer partido político que queira chegar ao poder ou se manter. Uma prefeitura não pode ter como objetivos abrigar correligionários do partido, simpatizantes ou transformar a máquina governamental em instrumento de perpetuação no poder. Qualquer entendedor em política constata que um administrador quando chega ao poder apoiado por dezenas apoiadores ( puxa-sacos) e com interesses privados não terá sucesso. Não precisamos ser profetas para perceber que pau que nasce torto continuará torto. Carlito errou e Udo continua errando, ou seja, sabem que são enganados e não tentam romper com essa prática. É visível os frutos dessa forma de administrar. Um pequeno grupo é beneficiado pelo poder e a cidade mal administrada.

quinta-feira, 6 de março de 2014

ALERTA DA MAÇONARIA

Concordando com as palavras desta manifestação da Loja Acácia das Neves de São Joaquim, recomendamos a leitura e a divulgação entre os Irmãos e principalmente entre nossos contatos no mundo.

Alaor Francisco Tissot
Grão-Mestre - GOSC
-------------------
CARTA DA LOJA MAÇÔNICA ACÁCIA DAS NEVES Nº 22 - ORIENTE DE SÃO JOAQUIM - FILIADA AO GOSC

Vivemos um dos momentos mais difíceis de nossa história.

O povo está sendo mantido na ignorância e sustentado por um esquema que alimenta com migalhas a miséria gerada por essa mesma ignorância.
A tirania mudou sua face.
Já não encontramos os tiranos do passado, que com sua brutalidade aniquilavam as cabeças pensantes, cortando o pescoço.
Os tiranos de hoje saqueiem a Pátria e degolam as cabeças de outra forma.
A tirania se mostra pela corrupção que impera em todos os níveis. Encontramos mais viva do que nunca as palavras do Imperador Romano Vespasiano, que na construção do Grande Coliseu disse: “DAI PÃO E CIRCO PARA POVO”.
Esse grande circo acontece todos os dias diante de nossos olhos, especialmente sob a influência da televisão, que dá ao povo essa fartura de “pão” e de “circo”.
Quando pensamos que a fartura acaba, surgem mais opções.
Agora vemos a Pátria sendo saqueada para a construção de monumentais estádios de futebol, atualmente chamados de arenas, nos moldes do que era o Coliseu, uma arena.
Enquanto isso os hospitais estão falidos, arruinados, caindo aos pedaços.
Brasileiros morrem nas filas e nos corredores desses hospitais; já, outros filhos da Pátria morrem pelas mãos de bandidos inescrupulosos que se sentem impunes diante de um Estado inoperoso, ineficiente e absolutamente corrompido. Saúde não existe, educação não há, segurança, muito menos.
Porém, a construção dos “circos”, continua !
Mas o pão e o circo também vem dos “Big Brothers” das “Fazendas”, das novelas que de tudo mostram, menos verdadeiros valores e virtudes pessoais.
Quanto mais circo, mais pão ao povo.
E o mais triste é que o povo mantido na ignorância, é disso que mais gosta.
Nas tardes, manhãs e noites, não faltam essas opções de “lazer”.
O Coliseu está entre nós.
O circo está entre nós.
Já o pão, esse vem do bolsa isto, do bolsa aquilo, mantendo o povo dependente do esquema, subtraindo-lhe a dignidade e a capacidade de conquistar melhores condições de vida com base em suas qualidades, em seus méritos, em suas virtudes.
Agora, o circo se arma em torno do absurdo que se coloca à população de que o problema de saúde é culpa dos médicos. Iludem e enganam o povo, pois fazem cair no esquecimento o fato de que o problema de saúde no Brasil é estrutural, pois o cidadão peregrina sem encontrar um lugar digno, nem mesmo para morrer.
Então, absurdamente, em desrespeito aos filhos da Pátria, são capazes de abrir as portas para profissionais estrangeiros, alguns poucos, não cubanos.
Os tiranos tem a audácia de repassar R$ 40.000.000,00 mensais que são sangrados dos cofres públicos para sustentar um outro governo falido e também tirano, o cubano; um dinheiro sem controle e sem fiscalização.
Os pobres profissionais que de lá vêm, não têm culpa. É um povo sem liberdade, sem direito de expressão, escravo da tirania. Esses médicos recebem migalhas daquele governo. 
Mal conseguem sustentar a si e a seus familiares. 
Os R$ 40.000.000,00 que serão mensalmente enviados para Cuba, solucionaria o problema de inúmeros de pequenos hospitais pelo interior deste País.
Mas não é a isto que ele servirá. Nós estamos a financiar um trabalho explorado, escravizado, de profissionais que não tem asseguradas as mínimas condições de dignidade de pessoa humana, porque simplesmente não são homens livres e com seus familiares aprisionados na ilha garantido os objetivos dos irmãos imperadores.
E nós brasileiros, devemos nos envergonhar de tudo isto, porque estamos sendo responsáveis e coniventes por sustentarmos todo esse esquema, todos esses vícios, comportando-nos de maneira absolutamente inerte.
Esses governantes, que tanto criticam o trabalho escravo, também não esclarecem à população o fato de um médico brasileiro receber o mísero valor de R$ 2,00 por uma consulta pelo SUS.
Do valor global anual que recebem, ainda é descontado o Imposto de Renda, através de uma escorchante tributação sobre o serviço prestado, que pode chegar ao percentual de 27,5%.
Em atitude oposta, remuneram aqueles que não são filhos da Pátria, os estrangeiros, com o valor de R$ 10.000,00 mensais por cada profissional, cabos eleitorais desses governantes.
Profissionais da saúde no Brasil, servidores públicos de carreira, à beira da aposentadoria, com dedicação de uma vida inteira, receberão quando da aposentadoria metade do valor pago ao estrangeiro.
Não podemos aceitar a armação desse circo, em cujo picadeiro, povo brasileiro é o palhaço !!
A Maçonaria foi a grande responsável por movimentos históricos e por gritos de liberdade em defesa da dignidade do homem. Foi por mãos de Maçons que se deu o grito de Independência do Brasil, da Proclamação da República, da Abolição da Escravatura. Foi pelas mãos de Maçons que se deu o brado da Revolução Farroupilha.
E o que está fazendo a Maçonaria de hoje ao ver o circo armado, com a distribuição de um pão arruinado pelo vício que sustenta essa miséria intelectual !!
Não podemos ficar calados e inertes !! A Maçonaria, guardiã da liberdade, da igualdade e da fraternidade, valores que devem imperar entre todos os povos, precisa reagir, precisa revitalizar seu grito, seu brado para a libertação do povo. Esse é o nosso dever, pois do contrário não passaremos de semente estéril, jogada na terra apenas para apodrecer e não para germinar.
A Loja Maçônica Acácia das Neves, incita a todos para que desencadeemos um movimento de mudança, de inconformismo, fazendo ecoar de forma organizada a todo povo, Lojas e Maçons desta Pátria, o nosso dever de cumprir e fazer cumprir a nossa missão de levantar-Te.

JOINVILLE COMPLETA 163 ANOS E E E...

...A cidade está cada vez mais avacalhada. A cidade está mal cuidada, buraco em todo lugar, um caos.

quarta-feira, 5 de março de 2014

INCENTIVO AS PALAFITAS

A única alternativa viável em Joinville é a Prefeitura estimular os moradores a construirem suas residências distante do chão, as conhecidas palafitas. As palafitas evitam o aterro do terreno e são as únicas construções seguras na hora de um alagamento nas regiões baixas da cidade.

terça-feira, 4 de março de 2014

A LUTA DE MAURO MARIANI DENTRO DO PMDB


Uma medida simples mas muito importante poderá ser adotada pelo PMDB catarinense: A candidatura própria ao governo do estado. Pelo que estou acompanhando, o deputado federal Mauro Mariani quer o melhor para seu partido, mas está encontrando resistência. Nem tudo está perdido, quem sabe Mariani tenha êxito.

AS ÁGUAS DE MARÇO CHEGARAM...

...Com toda força em Joinville. Com a palavra a Prefeitura ( ou a culpa será de São Pedro???)

COISAS DO BRASIL


CHINA: DESFILE MILITAR FEMININO


PADRE PAULO RICARDO EXPLICA O MARXISMO

Muito interessante!!!

RUA JOÃO PESSOA - CADA VEZ PIOR

Por Rogério Giessel

Vergonhosa a situação que a empreiteira Volgesanger deixou a rua João Pessoa, no bairro América. Crateras enormes sem sinalização. O agravante é que está obra está sendo refeita pela segunda vez.

SEMPRE A MESMA CHORADEIRA

AINDA ESTÃO FALANDO EM DUPLICAÇÃO DE AVENIDAS???

Duplicação da avenida Santos Dumont???
Duplicação da estrada Dona Francisca???
Depois todos esquecem!!!
Sempre a mesma ladainha.
Obra que é boa nada. Só buraco e mais buraco.

Igreja estatal do Império Romano

A Igreja estatal do Império Romano foi fundada em 27 de fevereiro de 380 através do Édito de Tessalônica, no qual o imperador Teodósio I fez do cristianismo niceno a única religião autorizada em todo o império1 2 . Ao contrário de Constantino, que, com o Édito de Milão (313) havia estabelecido à tolerância ao cristianismo sem colocá-lo acima de outras religiões3 , e cujo envolvimento nos assuntos da fé chegava a ponto de convocar concílios de bispos nos quais ele presidia as reuniões, mas sem determinar a doutrina sozinho4 , Teodósio estabeleceu uma única doutrina cristã, que ele especificou como sendo a professada pelo papa Dâmaso I e o papa Pedro II de Alexandria, como a religião oficial estatal.
No início do século IV, depois da perseguição de Diocleciano e da controvérsia donatista que surgiu depois, Constantino convocou concílios de bispos cristãos para definir uma fé "ortodoxa" ou correta, ampliando o que já estava estabelecido pelos concílios anteriores. Diversos deles foram realizados durante os séculos IV e V, provocando disputas e cismas, incluindo o cisma ariano, o cisma nestoriano e o cisma miafisita. No século V, o Império Romano do Ocidente ruiu, Roma foi saqueada por duas vezes, em 410 e 455 e Rômulo Augusto, o último imperador romano do ocidente, foi forçado por Odoacro a abdicar em 476. Porém, com exceção das deserções já citadas no oriente, a igreja permaneceu viva como instituição na forma da comunhão, tensa, entre o ocidente e o oriente. No século VI, Justiniano I recuperou a Itália e outras partes do Mediterrâneo, o que levou a ainda outro saque a Roma, em 546. O império logo perdeu todas estas conquistas, mas manteve Roma, incorporada ao Exarcado de Ravena, até 751. As conquistas muçulmanas do século VII iniciariam um processo de conversão da maior parte do mundo cristão na Ásia ocidental e no norte da África ao islamismo, enfraquecendo muito tanto o Império Bizantino quanto sua igreja. A atividade missionária liderada a partir de Constantinopla não levou a uma expansão significativa do poder da igreja estatal imperial, pois as regiões fora do controle político e militar do império criaram suas próprias igrejas estatais, como foi o caso da Igreja Búlgara em 919.
Justiniano definitivamente criou uma forma de cesaropapismo5 acreditando "ter o direito e o dever de regulamentar com suas leis os mínimos detalhes da disciplina e do culto e também de ditar as opiniões teológicas que deveriam defendidas pela Igreja"6 . Ele definiu os bispos de Roma, Constantinopla, Alexandria, Antioquia e Jerusalém como líderes da igreja imperial, sob o nome de Pentarquia. Nesta época, a igreja estatal já havia sofrido com a secessão definitiva das igrejas que hoje formam a Ortodoxia oriental (durante a controvérsia monofisita), enquanto o cristianismo ocidental estava completamente sujeito às leis e costumes de nações que não tinham compromisso nenhum com o imperador7 . Os papas de origem oriental, nomeados ou pelo menos confirmados pelo imperador, entendiam que ele era também seu senhor político, mas se recusavam a aceitar sua autoridade em assuntos religiosos8 ou a de concílios convocados por ele como o caso de Hieria. O papa Gregório III (r. 731-741) foi o último a pedir ao governante bizantino que ratificasse sua eleição9 . Com a coroação de Carlos Magno no Natal de 800 como Imperator Romanorum pelo seu aliado, o papa Leão III, a separação política que de facto entre ocidente e oriente se tornou irrevogável e a igreja no ocidente claramente deixou de fazer parte da igreja estatal do Império Romano. Espiritualmente, a igreja calcedoniana, como uma comunhão mais ampla que a igreja estatal, continuou a persistir como uma entidade unificada, pelo menos em teoria, até o Grande Cisma, que quebrou esta comunhão na excomunhão mútua entre Roma e Constantinopla em 1054. Onde o poder do imperador ainda permanecia, a igreja estatal reverteu para uma forma de cesaropapismo10 até ser finalmente extinta na Queda de Constantinopla em 1453.
As atividades missionárias ocidentais criaram uma comunhão de igrejas que ia além das fronteiras do império e que pré-datava a criação da igreja estatal. A obliteração dessas fronteiras pelos povos germânicos e uma explosão de atividades missionárias entre eles - que não tinham ligações diretas com o Império Romano do Oriente, e entre os povos celtas, que nunca tinham sido parte do Império Romano, fomentaram a ideia de uma igreja universal desassociada de qualquer estado em particular11 . Por outro lado, "na visão romana do oriente ou bizantina, quando o Império Romano se tornou cristão, a perfeita ordem mundial desejada por Deus havia sido alcançada: um império universal era soberano e concomitante com ele existia uma igreja universal" e a igreja estatal se fundiu psicologicamente com o império de tal forma que, na época da queda em 1453, muitos bispos tinham dificuldade de conceber o cristianismo sem o imperador12 13 .
Autores modernos se referem a esta igreja estatal de formas variadas: como "igreja católica", "igreja ortodoxa", "igreja imperial", "igreja imperial romana" ou "igreja bizantina". É importante lembrar que alguns destes termos têm também significados mais amplos, fora do âmbito do Império Romano, como é o caso dos dois primeiros14 . O legado da igreja estatal romana continua vivo, direta ou indiretamente, nas modernas Igreja Católica, Igreja Ortodoxa e outras, como a Comunhão Anglicana.

Fonte: wikipédia