.

Colabore com o Feudalismo Atual escrevendo para o e-mail: juliano.bueno1971@gmail.com ou ligue para 99164-7827

quarta-feira, 16 de julho de 2014

O ENSINO A DISTÂNCIA NA PRÁTICA



Nos últimos anos vem crescendo no Brasil a modalidade do EaD. Nessa modalidade de ensino o aluno não precisa freqüentar todos os dias a sala de aula de uma faculdade. A clientela desses cursos alega que o tempo dispensado num curso presencial impede outras atividades e tempo é dinheiro. O EaD é apresentado como uma solução, em especial para a falta de professores no país. Existe inúmeros cursos na área de Pedagogia e Licenciaturas. A pergunta que se faz é essa: Por que outros cursos como por exemplo: Direito, Medicina e Engenharia não aderiram a esse modelo? Aí está um dos motivos da perda da credibilidade no educador brasileiro. Para se formar um bom professor é necessário uma graduação presencial. Para se estudar é necessário disponibilizar tempo. Não existe falta de professores no mercado. O que existe é a falta de interesse na profissão devido as condições precárias de trabalho. Para corrigir esse erro que está afetando a qualidade da educação no Brasil, de imediato o MEC deveria extinguir todas as graduações à distância voltadas as áreas da educação. Da mesma forma que os professores condenam a aprovação automática dos alunos, o EaD nada mais é que uma incubadora de certificados sem qualificação. Combater a comercialização de diplomas deve ser uma luta dos sindicatos e dos políticos ligados à educação. Os cursos presenciais estão fechando por todo o Brasil. Se as mensalidades são caras, já existe o financiamento público. Importante sería os governos concederem bolsas especificas para que o professor que não tenha uma formação consiga freqüentar o curso presencial. O fazer educacional requer tempo e dedicação. O sinal vermelho já foi aceso. Faculdades e Universidades tradicionais assistem o desaparecimento dos cursos de licenciatura nos últimos 10 anos. Se o Brasil pretende ser reconhecido como uma grande nação no cenário mundial terá que melhorar seus índices na educação de forma realista e não artificial. O EaD na pratica distancia o estudante da verdadeira educação.

Nenhum comentário: