.

Colabore com o Feudalismo Atual escrevendo para o e-mail: juliano.bueno1971@gmail.com

sexta-feira, 4 de abril de 2014

A ENDEMIA DA CORRUPÇÃO



Acompanhei na última quarta-feira (dia 02 de abril) o discurso do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) que afirmou durante discurso na tribuna do Senado, que o PT, o governo e parlamentares da base aliada da presidente da República uniram-se para acabar com a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada para investigar irregularidades na Petrobrás. O senador pernambucano disse que assinou o requerimento de criação da CPI e, ao perceber que está sendo feito de bobo, arrependeu-se até do dia em que nasceu. Ele atacou o PT, que tem afirmado a todo instante que o Senado não tem condições de apurar nada em relação à Petrobrás. Disse que tem procurado uma convivência civilizada com todos os partidos, mas não pode aceitar que o PT queira - a ele pessoalmente, e a outros partidos e parlamentares - "ensinar como se deve fazer política", sobretudo no campo ético. Vasconcelos lembrou que o PT está com sua antiga cúpula presa na Papupa, por causa do escândalo do mensalão. O marcante lamento de Jarbas Vasconcelos foi um alerta ao Brasil. O fenômeno da corrupção já é endêmico no país afetando todas as repartições municipais, estaduais e federais.  Exemplos é o que não faltam. Pior que a corrupção na Petrobrás, é a sociedade aceitar como normal a corrupção dentro de outras empresas estatais ou demais repartições públicas. É em Brasília, são nas prefeituras e até nas escolas. Desde o desvio de recursos para determinada construção de hospital, a falta de transparência na prestação de contas, até mesmo, quando um professor faz de conta que está doente, mas continua atuando na rede particular e ainda recebendo o salário do estado. Pior de tudo, é esse servidor corrupto depois reclamar do salário, reclamar do trabalho, reclamar do aluno, reclamar do governo. Você servidor(a) saiba que você é um servidor, e por isso deve servir a comunidade. Você não deve se locupletar, barganhar, “malandrar”. Você servidor deve ser o primeiro a dar o bom exemplo e mostrar que não compactua com a mesmice, com a velha desculpa que tem um problema em casa para resolver. Mas nem tudo são críticas. Existem os bons políticos, os bons funcionários, que são honrados, que não ficam puxando o saco para barganhar favores. São esses que na maioria das vezes, são os perseguidos, justamente por quererem que a política e o trabalho funcione de forma correta. São esses políticos e servidores que por não concordarem com a prática corrupta, muitas vezes são deixados de lado. Mas parabéns a você político e servidor que tem vergonha na cara, que honra seu salário e que não se vende a um sistema que optou em valorizar a malandragem e vez do trabalho honesto.

Nenhum comentário: