.

Colabore com o Feudalismo Atual escrevendo para o e-mail: juliano.bueno1971@gmail.com ou ligue para 99164-7827

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Quem diría...(II)

Estudantes da USP (reduto de importantes intelectuais) protestando para que a maconha seja liberada no Brasil...Isso é uma vergonha!!! Bando de imbecis.Vão estudar cambada.

Quem díria...

...O FMI querendo que o Brasil empreste dinheiro a Europa.

domingo, 27 de novembro de 2011

FABIANI RUIZ, UMA GRANDE ESCRITORA


Essa é a Fabiani Ruiz um dos grandes nomes das letras aqui de Joinville...Já demorou para ela lançar seu livro que com certeza será um sucesso.

PENSAMENTO

Há homens que lutam um dia, e são bons;
Há outros que lutam um ano, e são melhores;
Há aqueles que lutam muitos anos, e são muito bons;
Porém há os que lutam toda a vida
Estes são os imprescindíveis

Bertold Brecht

JEC...SENSACIONAL!!! MARCANTE!!!

NÃO TEM O QUE FALAR...O JEC FOI SIMPLESMENTE ESPETACULAR EM MACEIÓ!!!

VIVA O JEC!!!

APRESENTAÇÃO DA BANDA MARCIAL

No sábado (28/11/2011) a Banda Marcial da Escola Arnaldo Moreira Douat esteve presente na Rua do Papai Noel onde alegrou o público com seu repertório. Mais uma vez o professor Alexandre e cia marcando presença nas comemorações natalinas de Joinville.

MUITO BACANA MESMO

A direção da E.E.B. Arnaldo Moreira Douat parabeniza as professoras, Anna Giórgia,Fernanda, Andrea e Rosenilde pela organização do evento interdisciplinar promovido no último sábado (26/11/2011) aqui na escola. Os pais estiveram presentes e visitaram as salas de aula onde seus filhos mostraram seus trabalhos. As apresentações de danças nordestinas e a degustação de comidas típicas também foi outro atrativo da atividade. Valeu pela dedicação e organização das professoras e alunos...o mérito é todo de vocês.

Att
Juliano Carvalho Bueno
Diretor da E.E.B. Arnaldo Moreira Douat

sábado, 26 de novembro de 2011

Agradecimento

A E.E.B. Arnaldo Moreira Douat agradece ao Secretário de Educação do Estado de Santa Catarina, o sr. Marco Antônio Tebaldi pela doação de instrumentos musicais para a banda marcial da escola. A direção da escola,os professores e alunos agradecem pelo seu grande apoio ao belo trabalho desenvolvido pelo professor Alexandre através da música de qualidade.Muito obrigado!!!

Att
Juliano Carvalho Bueno

Diretor da E.E.B. Arnaldo Moreira Douat

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Mentalidade pequena

Se o empresariado de Joinville se contenta apenas com investimentos da Celesc, o que que eu,um mero servo feudal vou falar ??? E nenhum empresário contesta o 1 bilhão pra Floripa ???


domingo, 20 de novembro de 2011

DROGAS NEM PENSAR, POR PAULO CURVELLO

O relatório, divulgado ontem pelo Fórum de Combate às Drogas, da Assembléia Legislativa, tem uma conclusão cruel sobre a realidade da epidemia das drogas no Estado: há uma ausência quase total de políticas públicas para atendimento dos dependentes. Em sete audiências, apurou-se que há hoje em SC cerca de 700 mil usuários e dependentes de álcool; 125 mil de substâncias entorpecentes ilícitas e 180 mil estudantes do ensino fundamental e médio que fazem uso esporádico de drogas ilícitas.

E dizer que tem pai que permite - e por vezes até participa - de "esquenta" com seus filhos. E os mais retardados, apoiam a liberação da maconha.

Paulo Curvello

Balneário Camboriú

curvell@terra.com.br

Jec X Avaí em 2012 pelo Série B

O bom time do Avaí não conseguiu permanecer na elite do futebol nacional. Infelizmente o clube da capital priorizou o marketing esportivo ao invés do futebol profissional.Ainda bem que o Jec não caiu nessa. Demorou para voltar a série B...mas agora sua luta será pela permanência.

sábado, 19 de novembro de 2011

Chico Buarque sobre a solidão

Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo... Isto é carência.
Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... Isto é saudade.
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos... Isto é equilíbrio.
Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida... Isto é um princípio da natureza.
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... Isto é circunstância.
Solidão é muito mais do que isto.
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma....


Francisco Buarque de Holanda

Colaboração: Suzete Boschi de Curitiba

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Da coluna do Toninho Neves

Enfim, a quarta ponte 1



Abrem-se as cortinas para o espetáculo começar. No mesmo dia
em que um grupo de políticos de Joinville encontrava dificuldades para liberar
os R$ 40 milhões do BNDES em Floripa, e o Ministro dos Transportes negava
fogo para uma audiência em que receberia
uma comitiva que iria cobrar o inicio da duplicação da BR-280, também o
governador Raimundo Colombo dava entrevista para anunciar a construção da
quarta ponte de Florianópolis ligando ao Continente. Valor da ponte, mais de R$ 1 bilhão.
Inauguração marcada para 2014. Nesse dia me senti um provinciano, um zé mané,
um colonizado de Floripa. Acho que é o que somos todos nós. Uns manés, que
servimos para trabalhar e pagar impostos. Quando é que Joinville vai parar de
viver com migalhas que o governo do Estado nos dá, e vai apresentar projetos de
grande infraestrutura e buscar os recursos que a Ilha nos deve, pelo muito que
arrecada aqui.

Enfim, a quarta ponte 2

Nossa realidade é de doer. Não conseguimos construir um
simples elevado. A outra ponte do Rio
Cachoeira também não sai. Está sendo construída uma passarela que vai ligar o
Forum e a Câmara de Vereadores com o Centreventos Cau Hansen porque o Odir
Nunes resolveu dar o dinheiro, carimbando a obra tão reivindicada, senão também
não sairia. Então, estamos combinado. Florianópolis vai construir mais uma
ponte, de valor bilionário, e nós aqui, em nossa colônia, vamos ficar
aplaudindo os ilhéus, enquanto amargamos a nossa condição de meros vassalos dos
políticos de lá e dos daqui também. Servimos somente para arrecadar impostos,
bem gastos pelos cidadãos da ilha. Fecha o pano.

Fonte: www.toninhoneves.com.br


sábado, 12 de novembro de 2011

O PONTO NEGRO

Certo dia, um professor chegou na sala de aula e disse aos alunos para se prepararem para uma prova-relâmpago.
Todos acertaram suas filas, aguardando assustados o teste que viria.
O professor foi entregando, então, a folha da prova com a parte do texto virada para baixo, como era de costume.
Depois que todos receberam, pediu que desvirassem a folha.
Para surpresa de todos, não havia uma só pergunta ou texto, apenas um ponto negro, no meio da folha.

O professor, analisando a expressão de surpresa que todos faziam, disse o seguinte:

- Agora, vocês vão escrever um texto sobre o que estão vendo.

Todos os alunos, confusos, começaram, então, a difícil e inexplicável tarefa.
Terminado o tempo, o mestre recolheu as folhas, colocou-se na frente da turma e começou a ler as redações em voz alta.
Todas, sem exceção, definiram o ponto negro, tentando dar explicações por sua presença no centro da folha.
Terminada a leitura, a sala em silêncio, o professor então começou a explicar:


- Esse teste não será para nota, apenas serve de lição para todos nós. Ninguém na sala falou sobre a folha em branco.
Todos centralizaram suas atenções no ponto negro.
Assim acontece em nossas vidas.
Temos uma folha em branco inteira para observar e aproveitar, mas sempre nos centralizamos nos pontos negros.
A vida é um presente da natureza dado a cada um de nós, com extremo carinho e cuidado.
Temos motivos para comemorar sempre!
A natureza que se renova, os amigos que se fazem presentes, o emprego que nos dá o sustento, os milagres que diariamente presenciamos. No entanto, insistimos em olhar apenas para o ponto negro!

O problema de saúde que nos preocupa, a falta de dinheiro, o relacionamento difícil com um familiar, a decepção com um amigo.
Os pontos negros são mínimos em comparação com tudo aquilo que temos diariamente, mas são eles que povoam nossa mente.

Pense nisso!
Tire os olhos dos pontos negros de sua vida.
Aproveite cada bênção, cada momento que o Criador te dá.

Tranqüilize-se e seja ... FELIZ!

Colaboração: Suzete Boschi de Curitiba


sábado, 5 de novembro de 2011

Só mais uma ponte(é a quarta)


Enquanto Joinville ainda não viu a cor dos R$ 40 milhões do BNDES...Florianópolis receberá mais de R$ 1 bilhão para a construção da quarta ponte...Será que ninguém enxerga que isso é um absurdo ??? Toda economia de um estado,voltada apenas para beneficiar uma cidade parasita???

Muito bacana

Muito bacana a iniciativa do Jornal A Notícia de resgatar a história da Escola Conselheiro Mafra. A primeira escola pública de Joinville merece todo carinho e atenção da comunidade e do governo. Infelizmente nos últimos anos as escolas estaduais não estão tendo os devidos investimentos.Falta dinheiro? Claro que não,falta é uma política séria de valorização da escola pública catarinense.Em 2012 o Governo de Santa Catarina iniciará o Ensino Médio Integral em três escolas de Joinville.É uma bela iniciativa e que merece o apoio de toda comunidade.Outros investimentos virão para a educação em Joinville segundo o secretário da educação Marco Tebaldi que é defensor do Ensino Integral nas escolas estaduais de Santa Catarina.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Estranho

Os seguranças do shopping passando todo dia pelo carro,cheio de câmeras,não perceberem que o carro está ali ??? Aí tem coisa.

Espera aí !!!

Quer dizer que o carro fica parado quase um ano no estacionamento de um shopping e ninguém avisa a polícia ??? É muito descaso mesmo.

Casal encontra carro roubado

Um passeio no shopping terminou com uma boa surpresa para um casal na noite de segunda-feira, em Joinville. Quando chegou no terceiro piso do estacionamento do Cidade das Flores, encontrou um Escort cinza muito parecido com o que havia sido roubado em dezembro de 2010.

O carro estava com os pneus vazios e empoeirado. Ao olhar a placa do carro, o casal teve certeza de que se tratava do mesmo veículo. O segurança do estabelecimento acionou a Polícia Militar, que confirmou o registro de furto do automóvel e deu início ao procedimento de devolução.

Em entrevista à RBS TV ontem, o supervisor do estacionamento do shopping, Márcio Schmidt, disse que o carro estava no local há pelo menos seis meses. “Não temos o registro de entrada. Mas um fato como este é bom para que a gente fique mais alerta”, diz.

Na sexta-feira, representantes do estacionamento vão se reunir com os donos para ver como ficará a situação do veículo, roubado há poucas quadras de onde foi abandonado.

Fonte: Jornal A Notícia(02/11/2011)