terça-feira, 31 de maio de 2011

VIVA ELE...


VIVA MAGNO MALTA!!! ESSE É O CARA!!!

SENADOR MAGNO MALTA FALA SOBRE O KITGUEI

Clique no link abaixo


www.youtube.com/watch?v=U1NAK3md_qk&feature=share


Colaboração:Paulo Curvello

Balneário Camboriú

domingo, 29 de maio de 2011

É complicado


E os vereadores que trabalham(sim,aqueles que trabalham) não são reconhecidos pela população.

E os vereadores ???


Os vereadores serão os mesmos.Vereador trabalha no varejo,não no atacado.Eleição precisa de dinheiro.O pior de tudo é que o povo ainda acha que vereador faz parte do poder executivo.

Manutenção da máquina pública


O novo prefeito terá apenas que cuidar das contas.Pagar fornecedores e os funcionários.Se tiver obra é tipo mão inglesa na rua Rio do Sul(com foguetório).

Eleição sem sonhos

Uma eleição que o povo saberá que o novo prefeito não poderá fazer praticamente nada pela cidade.Não haverá melhora na saúde,no transporte público,não teremos novas avenidas e muito menos elevados.

PT perdeu tempo


A esquerda representada pelo PT perdeu a grande chance de deixar sua marca em Joinville.Aliás deixou uma marca,ou melhor uma mancha.Uma mancha do desgoverno.

Eleição sem empolgação


Não haverá o embate entre conservadores e progressistas,entre direita e esquerda.Qual o caminho a ser seguido???

Sobre as eleições de 2012 em Joinville

O futuro prefeito será do PSDB,PMDB,PSD(ou até do DEM).

sábado, 28 de maio de 2011

Pra que educação ???


...Se conquistamos 5 Copas do Mundo??? Triste Brasil.

A realidade do professor no Brasil


Apesar de avanços pontuais em alguns Estados, o professor brasileiro continua muito mal pago, em comparação com seus colegas em outros países.

Como se não bastasse isso, aqui no Brasil as classes são mais cheias, com mais alunos por professor, o que demanda mais tempo e atenção do profissional.

Essas constatações, feitas por uma pesquisa da Unesco, mostram fatos já conhecidos dos brasileiros, mas que ganham relevância quando comparados com a situação de outros países.

De um total de 38 países, o Brasil só não paga pior aos seus professores em início de carreira do que o Peru e a Indonésia. Aqui, o salário anual, em dólares, é de US$ 4.818, metade do valor que nossos vizinhos Argentina e Uruguai pagam e um sexto do que ganha um professor na Suíça.

É bom lembrar que, nessa comparação, o raciocínio de que aqui, com os mesmos dólares, se vive melhor do que na Suíça não vale porque os pesquisadores já levaram em conta o custo de vida em cada país.

Além de pagarmos mal, as condições que damos aos professores são piores do que em outros países. No ensino médio, segundo a Unesco, o número de alunos por professor é de 38,6. É a maior razão encontrada em 33 países desenvolvidos e em desenvolvimento onde foi possível comparar essa taxa.

A taxa do Brasil é preocupante, mas, para os catastrofistas, é bom lembrar que poderíamos estar muito pior. Na África, há países pobres em que essa média chega a 70. Isso significa que é tão comum encontrar salas de aula com 100 alunos quanto encontrar com 40.

Usar a África como exemplo para dizer que não estamos tão mal assim é uma atitude cretina, é verdade. Mas, como a comparação com a África é frequentemente citada para mostrar o quadro mais negro do que ele é, acho que vale a pena colocar as coisas nas devidas dimensões.

O que o estudo aponta para o Brasil que merece reflexão é que, como dizem seus autores, em países em que as condições de trabalho dos professores são boas, a qualidade da educação tende a ser melhor.

Discutimos tanto as razões para a falta da qualidade da nossa educação que às vezes esquecemos o óbvio: professores mais bem pagos e com menos alunos em sala têm condições de desenvolver um trabalho muito melhor.

Fonte:Antonio Gois-Folha de São Paulo



Ivana Maria escreve sobre as capitanias hereditárias


Entendo que o foco do texto(escrito pelo Milton Wendel) não é esse, mas, quando se fala em capitanias hereditárias eu sempre lembro do fato de ser ilegal hoje se apossar de terras, não foi isso que fizeram com todo o planeta? Ou Deus designou mesmo uns beneficiados?
E, em relação a nossa "capitania", o estado do RN, parece que a coisa tá meio ruim pro lado da donatária, senhora governadora Rosalba Ciarlini. Já estão apelidando o nosso estado de Rio Greve do Norte.


Estranho

Já conversei com alguns agentes de trânsito e eles sempre falam a mesma coisa: Alteração no trânsito é problema do IPPUJ.Isso quer dizer que posso perguntar novamente para o pessoal da Conurb???

Mudanças no trânsito

Conurb discute mudanças no trânsito de Joinville

Grupo criado pela Conurb para discutir o trânsito de Joinville passa a se reunir a partir desta segunda-feira. Em pauta estarão somente sugestões relacionadas à mobilidade urbana de Joinville. O objetivo dos profissionais é tratar de mudanças que vão de um semáforo até a sinalização e inversão de sentido de vias. A população deve se envolver ao dar sugestões aos agentes de trânsito. “A intenção é acolher todas as ideias”, fala o diretor-presidente Francisco de Assis.

Fonte:Jornal A Notícia (28/05/2011)

Pequeno comentário


O problema Curvello é que tem empresa de comunicação que promove planetas,satélites e asteróides todo ano para os jovens,a droga rola solta e ninguém faz absolutamente nada...Eita!!!

Att
Juliano

Drogas, Nem pensar

O Grupo RBS lançou uma campanha contra um inimigo terrível, que escraviza pessoas, destrói famílias, degrada a juventude, estimula o crime e provoca mortes . O Crack , nem pensar.

Não bastasse isso, agora aparece o OXI, que nada mais é que a pasta-base de coca oxidada, com querosene , cal ou gasolina.

Quando inventaram o " Crack",o objetivo principal foi disseminar a cultura da droga , que antes era mais elitizada(a cocaína,e suas frações de misturas),daí aumentaram os viciados.

O crack por ser barato e popular , atraiu todo tipo de pessoa, que através esmolas ou pequenos furtos, conseguiram moeda de troca por uma "pedra”.

Essa porcaria, parece que veio para ficar e facilmente é confundida com o crack. É mais letal que o crack, considerado até agora a mais devastadora das drogas.

Entre vários outros efeitos , o OXI causa - na boca, a perda dos dentes , queimadura nos lábios e necrose de tecidos.

Nos Pulmões, os alvéolos levam a substância a corrente sanguínea e o pó de cal , provoca enfisema.

No sangue o OXI leva oito segundos para chegar ao cérebro.

Já no cérebro, a droga aumenta a concentração da substância responsável pelo prazer, a dopamina. Com isso, aumentam as chances de derrame, perda da memória, etc.

No coração, eleva os batimentos cardíacos e estreitamento dos vasos sanguíneos, o que aumenta os riscos de infarto e hipertensão.

No estômago, provoca vômitos e diarreia.

Fígado e Rins ficam sobrecarregados e leva a inflamações

E ainda tem insano, que quer fazer apologia as drogas, criando assim como no próximo dia 21 de Maio em São Paulo, “ A marcha da Maconha”.

Paulo Curvello

Balneário Camboriú

curvell@terra.com.br

CADASTRO POSITIVO É CADASTRO NEGATIVO AO AVESSO

Mais uma benesse às instituições financeiras está nascendo: o cadastro de bons pagadores, chamado de Cadastro Positivo, foi aprovado pelo Congresso Nacional. Quem está comemorando é a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, CDLs, Associações Comerciais e outras entidades afins.

Ele poderá ser consultado por instituições à concessão de empréstimos e outras transações comerciais. A idéia repassada é a de que o consumidor que paga suas contas em dia disporá de taxas de juros mais baixas.

Sob uma visão preliminar parece simpático, mas, na verdade, mesmo ofertados menores juros, se é que irá acontecer, os maiores beneficiados serão os bancos, as financeiras e o comércio que pratica vendas a prazo, pois oferecerão créditos com menor risco.

\"Uma teoria é hilária quando é colocada em prática e os resultados não estavam inclusos em sua tese\". Tomem como exemplo os empréstimos consignados onde o risco de inadimplência é mínimo e as taxas de juros são altíssimas, em considerando o tipo de operação.

Os órgãos de cadastros hoje existentes cumprem a função de oferecer subsídios aos que o consultam. O banco de dados do Banco Central do Brasil - SISBACEN-, apesar de não ser um órgão oficial de restrição de crédito, mas sim informativo, oferece uma literal radiografia dos cidadãos às instituições de crédito.

Quem tem dívidas em atraso, pendências, dívidas realizadas, mesmo que em dia - acima de R$ 5.000,00-, estão disponibilizadas à consulta. Não sou contra a restrição do crédito, muito pelo contrário, entendo a restrição como uma medida justa e dotada de um aspecto relevante: a prevenção de um super endividamento do consumidor.

O que é desproporcional, e que vai acontecer em virtude do cadastro positivo, são situações específicas inaceitáveis, como por exemplo, a de um cidadão que atrasou algumas parcelas de um financiamento e depois as quitou, venha sofrer tratamento distinto de outros consumidores pura e simplesmente porque teve problemas em um determinado momento da sua vida.

Também não creio razoável considerar que alguém que pagou pontualmente seus empréstimos tenha vantagens em uma operação em relação a outro que nunca contratou crédito em toda a sua vida.

O cadastro positivo configurará um cadastro negativo ao avesso, vindo, em grande escala, com a possibilidade de se tornar mais importante que o negativo (de restrições), já que os dados negativos ficam disponíveis pelo período de cinco anos, enquanto que as informações positivas serão disponibilizadas por um período de quinze anos.

Se um consumidor, que não autorizou a colocação de seu nome no cadastro positivo, contratou um empréstimo, pagou em dia, pode ser interpretado como não pontual em uma eventual operação futura, já que a inexistência da informação positiva pode representar, na prática, uma informação negativa.

Acreditar que os bancos e financeiras estejam interessados no cadastro positivo para beneficiar consumidor é utópico. A medida serve exclusivamente para garantir um baixo risco de inadimplência. Daí advém à pergunta: o spread bancário brasileiro já é um dos maiores do mundo então o por quê do cadastro?

Sobressai uma situação nesse processo: à inclusão de uma pessoa no cadastro positivo depende da autorização dela. Em considerando que o cadastro somente terá robustez e será eficiente se um grande número de brasileiros o aderirem, não faltarão discussões, via entidades de defesas do consumidor, associações de classes e afins, no sentido da fomentação de programas e projetos à inibição de sua eficácia.

Por Luiz Belloni Faria

Fonte:Portal EconomiaSC (27/05/2011)

quinta-feira, 26 de maio de 2011

As capitanias hereditárias

A origem dos estados brasileiros está nas capitanias hereditárias, que foram instituidas para policiar o território. As capitanias hereditárias nunca foram incentivadas a se desenvolverem - só deveriam ficar onde estavam, ocupando o espaço.

E continuam do mesmo jeito. Pode ver, os estados só servem como escalão "de triagem" entre a esfera federal e os municípios.

Milton Wendel

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Estado do Tapajós???


É mais um estado que querem criar no Brasil.Mais uma teta.Eita!!!

Continua sem solução


A rotatória da Univille continua perigosa.Mal projetada e com precária sinalização todos os dias ocorrem acidentes naquele local.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

EDUCAÇÃO VAI DAR O PISO NACIONAL PARA PROFESSORES

A Secretaria de Estado da Educação apresentou ao Sinte - Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina - a proposta de implantação imediata do piso nacional do magistério. Pela proposta apresentada pelo governo nenhum professor ganhará menos de R$ 1.683,75, ou seja, o piso de R$ 1.187,00 mais regência de classe (25%) R$ 296,75% e o Prêmio Educar. Isto representa um reajuste de 94,76% sobre o piso que estava valendo (R$ 609,46). Neste primeiro momento serão beneficiados 35.210 servidores ativos, inativos e ACTs (53% do quadro de pessoal) e o impacto na folha de pagamento será de R$ 14.034.655,62 por mês chegando ao final do ano com um gasto extra de R$ 140.564.851,48. Além disso, se aplicam outros benefícios conforme a carreira de cada servidor como tempo de serviço pelos quais recebem triênios e outras vantagens.

O piso como vencimento inicial será aplicado em todas as faixas que até então tinham um piso menor que o determinado pelo STF-Supremo Tribunal Federal. Esta concessão atenderá com aumento até a faixa denominada 9A para quem tem Licenciatura Plena que vai receber também R$ 1.683,75 mais os benefícios por tempo de carreira, representando um incremento de 19,52% sobre o piso que vinham recebendo.

Para as faixas salariais acima destes níveis, o governo propõe que seja formado um grupo de trabalho com representantes do governo e sindicato para buscar as melhorias, mas a partir do momento em que cessar a greve.

A proposta apresentada atende à legislação que manda aplicar o piso nacional e a recomposição de valores para faixas que ganham mais será retomada com o fim da greve.

Fonte:Toninho Neves(23/05/2011)

O OLHAR DETALHISTA DE MILTON WENDEL

Medievo, doce medievo

Eu precisava pegar o avião às 21:30 no aeroporto do bairro Cubatão. Mas fiquei sabendo, on line, que o voo atrasaria duas horas. Às 22:30 peguei um táxi e fui para o aeroporto, onde cheguei às 22:40. Só que tive uma surpresa desagradável. O aeroporto estava fechado. Viaturas de polícia relampejavam luzes vermelhas. Dois policiais impediam a entrada na estação. Perguntei o motivo e eles me disseram que era problema de alvará, que o aeroporto não tem alvará para funcionar após as 22 horas e por isso a entrada estava proibida. Os funcionários estavam prestando depoimentos para policiais armados.

Claro que você não acreditou nesta história que eu inventei agora.

Mas nesta você vai acreditar:

Eu estava fazendo uma prova on line numa lan house do centro da cidade. Às 22:30, após duas horas às voltas com ionização das nuvens de hidrogênio da galáxia, precisei parar para tomar café e descansar os olhos. Fui ao terminal de ônibus do centro, onde há lanchonetes que servem um bom café até o final do horário dos ônibus. Cheguei às 22:40. Só que tive uma surpresa desagradável. As lanchonetes estavam fechadas. Viaturas de polícia relampejavam luzes vermelhas. Policiais impediam a entrada. O motivo era problema de alvará; as lanchonetes não têm alvará para funcionar após as 22 horas e por isso estavam sendo autuadas. Os funcionários estavam prestando depoimentos para policiais armados.

Duas versões de um mesmo fato. Só mudei os personagens, mas a história mudou do absolutamente impossível para o perfeitamente normal. Estamos no medievo, acreditando que vivemos no século 21.

Jec contrata Dalonso

Interessante a contratação que o Jec fez.Fábio Dalonso gerenciará o setor de marketing do clube.Fabinho gosta de futebol e principalmente do Joinville Esporte Clube.Tomara que tenha sucesso nessa nova empreitada.O marketing do tricolor estava muuuuuuito devagar.Agora a coisa vai melhorar.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

A revolução necessária

Vi na televisão uma reportagem sobre educação pública brasileira. Uma senhora, mãe, formada em Pedagogia com pós graduação em educação infantil, que trabalha o dia inteiro numa escola do Ceará recebe um salário de R$ 1.730,00.

Pelo que o governo arrecada de impostos, ela deveria receber uns 4 mil. Com 8 mil ela assumiria uma colocação condigna, no topo da sociedade. E não seria dinheiro mal aplicado.

O professor público é a primeira manifestação do Estado para o cidadão. E convenhamos que é a única manifestação positiva, nestes tempos de escândalos e corrupção. Ele precisa competir, em busca da atenção da criançada, com adversários fortíssimos como o obscurantismo, as drogas, a massificação midiática, o desinteresse pelo saber, uma lista de adversários, inclusive a tendência à hostilidade. Todos que trabalham cativando o público jovem se apresentam bem, com roupas estudadas, recursos gráficos, apelos "fantásticos" ou "espetaculares", até os traficantes estudam um "design". Só o professor não é "produzido" - a pedagogia de antigamente achava isto desnecessário - o que talvez explique porque a criançada goste mais de televisão do que de escola.

O professor, logo ele que precisa ensinar um negócio "cacete" como o cálculo da hipotenusa ou a órbita de Netuno, não pode se impor pelo meio mais eficaz: o salário bom, a credibilidade sugerida pelo alto poder aquisitivo. Professor de carro novo e roupa de "grife" não é frescura - é recurso que aumenta a atenção do aluno, diminui evasão, melhora a escola.

Se nossos governantes estivessem decididos a promover a Educação, eles começariam quadruplicando os saldos bancários dos professores. Este seria o início de uma Revolução de verdade. Será que temos líderes dispostos a oferecer os pulsos às algemas da lei de responsabilidade fiscal, em prol de uma revolução de verdade?

Fonte:Jornalcidade.uol.com.br

Colaboração:Milton Wendel

Santa Catarina em evidência (II)

Aqueles loucos da cidade de Sul Brasil que mutilavam-se para ganhar o dinheiro do seguro.Bem feito seus loucos!!!Agora estão sem dinheiro e sem dedo,sem mão e sem pé...Que barbaridade!!!A que ponto chega o ser humano.

Santa Catarina em evidência

O bom futebol apresentado pelo Avaí de Florianópolis contra o Vasco da Gama.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

ETANOL: VERGONHA NACIONAL

O ETANOL AINDA ESTÁ ACIMA DOS R$ 2,00...

SERÁ QUE O GOVERNO JÁ SE DEU POR SATISFEITO???

NÃO SEI NÃO!!!

terça-feira, 17 de maio de 2011

Joinville tem gente que pensa


Como Joinville tem gente boa que pensa o melhor para a cidade.Infelizmente,essas pessoas são rejeitadas.A inteligência é desprezada por aqui.

RETIRADO DO BLOG LA VIE EN VILLE

PARALELEPÍPEDOS...MUITO LEGAL!!!


Na década de oitenta Joinville tinha alguns predicados que eram muito elogiados pelos visitantes que aqui chegavam. Lembro que, certa vez, recebemos um grupo de técnicos do IPHAN, Ministério da Educação e Ministério do Desenvolvimento Urbano que nos visitaram durante quase uma semana para discutir alguns projetos para a cidade. Era a forma que o prefeito Wittich Freitag tinha para gerar uma maior intimidade e compromisso entre os representantes dos organismos federais com a nossa cidade.

Nestas oportunidades, sentiamo-nos ao ouvir citações elogiosas dos ilustres visitantes sobre a limpeza das ruas, das calçadas bem cuidadas, sobre a arborização e o verde do nossos morros ou morrotes e da nossa culinária. Entre caminhadas no mangue, visitas a área rural e reuniões de trabalho, seguiam almoços ou jantares a base de marreco recheado, tainha assado ou um bom café colonial, onde se alinhavam as diversas parcerias.

Mas, um dos elogios que sempre vem a mente é quando observo nossas ruas pavimentadas em paralelepípedos que encontram-se abandonadas (Eugênio Moreira, Concórdia e tantas outras) ou cobertas por asfalto. A lembrança se origina por conta de que esta mesma comitiva de técnicos levou para Brasília diversas fotos das ruas de Joinville que serviam de exemplo a ser seguido por outras cidades do país, destacando a preservação do pavimento com paralelepípedos e a sua integração ao ambiente urbano dando um toque especial e diferenciado, seja pelo cuidado, pela boa geometria da pavimentação ou pelo conjunto com a arquitetura e a paisagem.

Perdemos nossos calceteiros e a cantaria, estamos perdendo as ruas pavimentadas há décadas com os paralelepípedos, já que muitas delas estejam encobertos por massa asfáltica ou em péssimo estado de conservação.

Encaminho então uma sugestão, utilizada largamente na Alemanha (a foto é da cidade de Nuremberg), que utiliza o pavimento em paralelepípedos para as áreas de estacionamento, servindo como faixas de permeabilidade e de integração a paisagem.

É só mais uma idéia.

O avião e o zarcão


Em Joinville todos querem um ILS para o aeroporto. A ACIJ quer, a Prefeitura quer. É unanimidade. Ninguém tem dúvida de que o aeroporto precisa, e a cidade tem direito, a um ILS. As três ambições dos joinvilenses são: um elevado, o JEC na série B e um ILS no aeroporto.

Na verdade um ILS não torna todas as operações possíveis. Em algumas situações, nem o ILS adianta. Por outro lado, o equipamento já existente no aeroporto é eficaz e atende grande parte das solicitações. Muitas linhas aéreas pelo mundo usaram e usam aeroportos até menos equipados do que o de Joinville (sigla SBJV). O ILS vai possibilitar só um número determinado de pousos. Quantos? Não sei. Mas dá para saber. É só olhar a estatística do aeródromo. Eu estimo que em torno de umas dez operações por mês serão feitas graças ao ILS. Uns cinqüenta embarques e cinqüenta desembarques por avião. Cem pessoas atendidas por voo. Mil pessoas por mês.

Vale a pena fazer um investimento para mil usuários por mês. E um voo que passe de madrugada pode gerar algumas horas extras para uns quatro funcionários aeroviários. Não é muito, mas já ajuda.

O que eu não entendo é por que não é viável oferecer transporte coletivo para milhares de pessoas por hora, no período da madrugada. E também não entendo por que a polícia tem mandado fechar, às 22 horas, as lanchonetes que atendem os usuários do transporte coletivo no terminal do centro da cidade - também milhares. A geração de empregos das lanchonetes que circundam o terminal é maior do que do aeroporto. O número de usuários é mil vezes maior. Por que tanta preocupação com o aeroporto e tanto desprezo com os usuários do transporte coletivo?

Milton Wendel


A bandeira da Antártica

O continente antártico ainda não possui uma bandeira oficial. Por isso, o vexiologista (estudioso de bandeiras) Whitney Smith propôs esta bandeira alaranjada, que é a cor internacional de socorro e que se destaca no branco, contendo a letra inicial de Antártica e duas mãos simbolizando a cooperação.

Colaboração:Milton Wendel

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Desgoverno do PT

Leitura obrigatória o artigo do Apolinário Ternes “pacote de ilusões, AN de 15/05”.

Com toda sapiência que lhe é peculiar, o articulista soube expressar, aquilo que está evidente a todos.

Gostaria de pinçar apenas uma frase, que reflete na íntegra o sentimento de todos, que assim como eu, gostam de Joinville.

“O governo premiou servidores incapazes de prosseguir com eficiência projetos empacados (os dez parques jamais concluídos, apesar de dinheiro do exterior) guindando-os a funções mais elevadas, ou de retorno a antigos postos, numa política de constrangedora desfaçatez a princípios da meritocracia”.

Em fim , o retrocesso que aconteceu - e acontece - em Joinville , levará o novo administrador, a buscar fazer tudo que deixou de ser feito por esse desgoverno.

Parafraseando o molusco “ Nunca antes da história de Joinville”, ouve um fiasco tão grande, mas nada que não esteja ruim, que não possa piorar.

Depois dessa desadministração, não dá mais para Joinvillense acreditar em “Papai Noel ou Coelhinho da Páscoa”. Os futuros pretendentes a alcaide, devem ser sabatinados por todos, e se possível, fazê-los comprometer-se com os anseios da sociedade, que no caso de Joinville , são os básicos.

Paulo Curvello

curvell@terra.com.br

Cadê o prefeito???

Oi Juliano

Vc que é um cara muito bem informado, sabe onde anda o nosso prefeito?
A cidade enfrentando sua pior crise com o funcionalismo público e: cadê o prefeito?



--

Marcello Dalla Vechia

...... __@
...._ \ >_
...(_)/ (_)

Vá de bike!


Sinceramente Marcello,não sei.

CHEGOU A CONTA

DIÁRIO DO NORDESTE
20/2/2011
Chegou a conta...

O corte de 50 bilhões de reais no orçamento da União é apenas uma pequena parcela da imensa conta deixada pelos oito anos de governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Tem muito mais coisa debaixo do tapete para o brasileiro pagar nos próximos anos. E não vai ser fácil. Nunca na história deste País um governo foi tão imprudente e praticou a gastança desenfreada dos recursos públicos como o dos companheiros do PT. E o resultado, maquiado por uma intensa propaganda enganosa, pela distribuição nada responsável do dinheiro público com a invenção do emprego sem trabalho, e também pela corrupção incentivada pela impunidade que tomou conta do Brasil, começa a aparecer.
O esbanjamento no "país de todos" - ou de alguns dos todos - legou a Dilma Rousseff uma herança maldita, que ela não poderá esconder. O País está quebrado. Não há dinheiro para investimentos. Por todo o território nacional as estradas estão em frangalhos. O sistema público de saúde é um dos piores do mundo, com as pessoas buscando mandados judiciais para conseguir internação ou um remédio, e morrendo nas filas dos hospitais. O ensino público chegou ao fundo do poço e estamos importando não apenas profissionais de nível superior, mas bombeiros, encanadores, carpinteiros e pedreiros do exterior. Dilma Rousseff, por enquanto, tenta não abrir o jogo, fazendo de conta que o seu governo é a continuação do anterior. Graças a Deus parece que não é. No sufoco, ela mandou cortar gastos.


Como resultado, milhares de jovens aprovados em concursos públicos não serão nomeados, muitos dos quais largaram empregos para assumir novo cargo. Centenas de milhares de outros que estudaram dia e noite, ficarão sem a chance de tentar um emprego público. O reaparelhamento das Forças Armadas entra em banho-maria. Já tivemos o primeiro apagão no sistema elétrico, que o ministro Lobão gaiatamente chamou de apenas uma "falta de energia". E a inflação volta a ameaçar, pondo em risco o sucesso do plano real. Sem dinheiro para investir em obras essenciais, a presidente tem que cortar gastos e mais gastos.
Para começar deve meter logo a tesoura na farra de mais de 100 mil ONGs que vivem do dinheiro público, grande parte formando um imenso mar de corrupção, nas verbas que sustentam a malandragem dos companheiros do MST e outros "movimentos" que usam o dinheiro público para invadir terras e levar intranquilidade ao campo. Esses 50 bilhões são quase nada diante do que ainda teremos que ver pela frente, lembrando que a dívida interna herdada pela companheira chega R$1.800 trilhões de reais, mais de três vezes do que Lula começou, coisa nunca vista na história deste País e que jamais poderá ser paga. Só de juros, o país vai pagar R$190 bilhões, o que corresponde a 03 vezes o orçamento para a saúde E não dá para botar a culpa na ditadura militar nem no FHC.
Abel Travassos
Diário do Nordeste
Adelino Novaes

domingo, 15 de maio de 2011

Menos mal


Que bom!!!O melhor time conquistou o Campeonato Catarinense...Parabéns!!!

Ex-candidato a prefeito de Blumenau se filia ao PDT

Ivan Naatz formalizou filiação no sábado

O advogado Ivan Naatz agora milita nas fileiras do PDT. O ex-candidato a prefeito de Blumenau pelo PV assinou a ficha de filiação no sábado, junto com outros seis ex-candidatos a vereador pelo Partido Verde. A adesão ocorreu durante o encontro regional do PDT, na Associação Beneficente dos Empregados da Celesc. Naatz havia sido convidado para ingressar em outras siglas, entre elas o PCdoB, PSC e PP.

Naatz diz que escolheu o PDT pela linha trabalhista do partido. Segundo ele, a sigla precisa de novas lideranças, é oposição ao atual governo e pretende lançar uma chapa para concorrer à prefeitura na eleição de 2012. O advogado era filiado ao PV desde 1992 e disse que estava descontente com o clima interno do partido, devido à falta de entendimento que dificultava o crescimento da sigla. Outro desgosto, segundo ele, foi o partido ter lançado candidatura própria ao Governo do Estado.

Fonte:Jornal de Santa Catarina(15/05/2011)

sábado, 14 de maio de 2011

O texto do Paulo Curvello

O Paulo Curvello escreveu um texto interessante sobre Joinville.Acredito que mexeu muito com os formadores de opinião da cidade.Foram mais de 1000 acessos ao FEUDALISMO ATUAL em menos de 2 dois dias.Isso é a força da palavra.

Por isso...

...Tenho certeza que a decisão da Copa do Brasil será entre Avaí e Coritiba.

FUTEBOL ORGANIZADO

Coritiba,Atlético Paranaense,Avaí,Figueirense e Criciúma são clubes que há muito tempo superam em organização os clubes do Rio de Janeiro e São Paulo.Estão conquistando dentro de campo seu espaço no futebol nacional e internacional.

TRADIÇÃO X EMERGENTES

Os emergentes Avaí,Ceará e Coritiba contra a tradição do Vasco da Gama.O brasileiro desconhece os grandes jogos entre Ceará,Ferroviário e Fortaleza. A tradição de um Atletiba no Paraná e as grandes partidas entre Avaí,Figueirense,Joinville,Criciúma e Chapecoense no futebol barriga verde.

O BAIRRISMO CARIOCA

O futebol do Rio de Janeiro só se mantém vivo pelo bairrismo da TV Globo.Não fosse a influência da poderosa emissora carioca,os grandes clubes do Rio de Janeiro já estariam disputando a 2ª e a 3ª divisão do futebol nacional.

MÍDIA ESPORTIVA X MUNDO REAL

A imprensa de São Paulo até agora não assimilou a derrota do São Paulo F.C para o Avaí.Não é de hoje que os jornalistas do eixo Rio-São Paulo não fazem questão de conhecer a realidade e a evolução do futebol profissional de outros estados.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Pensamento

Duas coisas que não devemos tomar ao mesmo tempo: álcool e decisões.

Colaboração:Milton Wendel

Clique sobre a imagem

UDESC: IMPORTANTE INFORMAÇÃO

A Udesc oferece 1.867 vagas para transferência de alunos.

De 16 a 20 de maio, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc)
receberá inscrições para o preenchimento de 1.867 vagas, em 42 cursos,
para transferência de alunos para o segundo semestre de 2011. Os
interessados deverão fazer a inscrição na Secretaria Acadêmica dos dez
centros que oferecem as vagas.

Esta etapa é destinada para transferência interna (de alunos que estão

matriculados em outras áreas), transferência externa, reingresso após o
abandono, retorno aos portadores de diploma de curso de graduação e para
uma nova habilitação, no mesmo curso, para concluintes da Udesc.

"Nesta segunda etapa teremos uma prova de conhecimentos de cada área, de
acordo com o curso pretendido, e serão classificados os alunos que
atingirem uma nota mínima de 5 pontos",
explica a técnica universitária de desenvolvimento da Udesc, Elvira
Fernandes, da Pró-Reitoria de Ensino.

As provas serão realizadas no dia 20 de junho e os resultados serão

divulgados até o dia 5 de julho. As matrículas dos candidatos aprovados
na primeira e segunda etapa da transferência serão realizadas após a
inscrição dos calouros, do vestibular de inverno, e dos veteranos.

O edital de transferência nº 02/2011 (vagas nos cursos de graduação -

segunda etapa) com todas as informações pode ser encontrado no
http://www.udesc.br/make_page.php?id=69.

==============


Basicamente, qualquer aluno de IES reconhecida pelo MEC ou Sec.
Estadual de Educação de Santa Catarina
que tenha concluído o primeiro ano do seu curso PODE PEDIR
TRANSFERÊNCIA PARA A UDESC.
Não faz diferença se a IES é pública ou privada, basta o curso ser reconhecido.
Esta informação NÃO SAI NA IMPRENSA pois há boicote pois não interessa asempresas de ensino.Também portadores de diploma de qualquer área podem vir fazer outrocurso na UDESC pelo mesmo caminho.

DIVULGUE!!!


terça-feira, 10 de maio de 2011

VII Seminário Jurídico de 9 a 11 de maio em Caçador

A Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP), através do curso de Direito realiza de 09 a 11 de maio, no teatro, o VII Seminário Jurídico, com o tema: “ Carreiras Jurídicas I”. O evento é voltado para acadêmicos e profissionais de Direito que buscam conhecer mais a cerca do Ministério Público Estadual, Federal e do Trabalho.
A conferência de abertura será ministrada por Marcelo José Ferlin D´Ambroso, procurador do Trabalho de Chapecó-SC, doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad del Museo Social Argentino (Buenos Aires, Argentina), diretor Legislativo do Instituto de Pesquisas e Estudos Avançados da Magistratura e do Ministério Público do Trabalho (IPEATRA). Ele falará sobre o tema: Ministério Público do Trabalho.
Dia 10 de maio, a palestra será ministrada pelo procurador da República do Ministério Publico Federal em Caçador, Anderson Lodetti Cunha de Oliveira. Ele falará sobre o Ministério Público Federal.
Dia 11 de maio, o evento contará com a conferência: Ministério Público Estadual, ministrada pelo curador da Moralidade Administrativa na 26ª Promotoria de Justiça da Capital, Aor Steffens Miranda de Florianópolis-SC.
SERVIÇO- Serão emitidos certificados de 16 horas aos participantes que obtiverem 75% de presença. Mais informações na Coordenação do Curso de Direito ou na Coordenadoria de Extensão, Cultura e Relações Comunitárias da UNIARP. Telefone: (49) 3561-6200.

Colaboração:
Sindicato dos Empregados do Comércio de Caçador

Um paradoxo político...Pauuuuuuu!!!!

A política é a ciência da convivência. E não há nada que dificulte mais a convivência do que ter uma ideologia. Um partido político é construído sobre uma ideologia mas, à medida em que ele vai atuando politicamente, crescendo, alguns pontos de sua ideologia vão se transformando em dificuldades para a convivência e tendem a ser inibidos. Para conseguir a aprovação de metade mais um, da sociedade, ele precisa se desfazer de praticamente todos os princípios que constavam de sua ideologia e se adaptar a uma espécie de "média midiática massiva adaptável", ou seja, um nada que flutue na sociedade sem questioná-la, sem ameaçar o equilíbrio.

Fiz uma enquete e descobri que dezoito em vinte pessoas (90%) aprovam o buzinaço contra o preço alto do combustível. Por outro lado, interpretando a ideologia do partido que sigo, o Partido Verde, propús que se a sociedade não usar o automóvel o preço do combustível baixará, com ganhos ecológicos evidentes. Mas descobri que as pessoas não podem deixar de usar o carro. Não podem nem mesmo usar MENOS o carro.

Conclusão. Você pode seguir uma ideologia que proponha usar menos o carro. Mas para ter votos, você vai precisar participar de uma carreata.

Milton Wendel

Cortes de árvores

O Paulo Curvelo não foi muito claro quando escreveu que "em Joinville não pode cortar árvores, aliás não pode nem podar". Pode sim. A prefeitura cortou árvores em pleno centro da cidade, na primavera de 2009. E há uma equipe cortando árvores por aí, a serviço da FUNDEMA. Eles cortaram uma árvore que eu plantei numa cova do passeio onde a árvore que havia morreu.

O que o Curvelo quis dizer é que, se a obra, em Joinville, for necessária, uma árvore é suficiente para impedi-la. É como a dragagem do Cachoeira, que o Curvelo lembra bem. Qualquer rio ou baia pode ser dragado. Os próprios rios Itaum e Itaum Mirim foram dragados! Mas o Cachoeira, para servir de via navegável, não pode.

Milton Wendel

domingo, 8 de maio de 2011

Por que Joinville não tem elevados???

Pergunta feita ao Paulo Curvello

Meu amigo

A resposta para sua pergunta:

Porque Joinville não tem elevados?

É muito simples. Joinville é maior nos números em quase tudo, exceto de políticos influentes.

E sendo assim, todo grande investimento que depende de influência política , Joinville fica fora.

Joinville é uma cidade eminentemente industrial e interiorana apesar do tamanho.

Em Joinville existem grupos que não deixam a cidade ir pra frente.

Esses grupos são compostos de políticos influentes, funcionários públicos de alto escalão e empresários.

Pode notar que nada em Joinville pode. E somente em Joinville.

Só como exemplo, em Itajaí para se fazer uma avenida, deslocaram a Marinha de lugar.

Isso mesmo, conseguiram mudar o local da Capitania dos Portos.

Ainda em Itajaí, existe uma draga dentro do Rio tirando toneladas de sujeiras. Já no fétido Rio Cachoeira , não pode.

Em Balneário Camboriú, onde o valor venal do imóvel é altíssimo se desapropria casas rapidamente e as avenidas se alargam.

Em volta do Morro do Careca foi feito um trapiche de madeira de uns 500 metros de cumprimento, por cima da mata atlântica.

Já em Joinville não pode nem cortar árvore. Aliás, não pode nem podar.

Enfim, existem coisas que só acontecem em Joinville.

Voltando a pergunta – Porque Joinville não tem elevados?

Parafraseando o ex-presidente Janio Quadros “ As forças ocultas são fortes em Joinville e não deixam e cidade crescer”

Forte abraço

Paulo Curvello

curvell@terra.com.br

sábado, 7 de maio de 2011

Leitura obrigatória

As colunas do Jefferson Saavedra e do Prisco no Jornal A Notícia desse domingo.Vale a pena conferir.

Motoristas protestam contra a alta dos combustíveis

Brasília,Goiânia,Vitória e agora Florianópolis,Joinville e Jaraguá do Sul...

O povo não aguentou mais e foi para os postos protestar contra a alta do etanol e da gasolina...

Pergunto: E a Petrobrás não faz nada??? E o Governo Federal???

Abastecer R$0,50 e ainda pedir nota fiscal??? Eita!!!

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Ivana Maria comenta sobre o estudante aqui de Joinville

Meu Deus! Eu não consigo nem encontrar palavras para comentar sobre issso. "Um estudante de direito", viu? Que profissional será esse? Sim, porque, certamente, ele irá pagar a sua faculdade e receberá um diploma para agir com a mesma ética que demonstrou ter como estudante. Por onde andam os valores como respeito aos professores, aos mais velhos, aos pais, as autoridades...? Por onde andam os valores?

Política da boa vizinhança

Os americanos já conquistaram a paz eliminando peles-vermelhas, alemães,japoneses, coreanos, vietcongs, guerrilheiros latinos, russos, imigrantes ilegais, palestinos e agora o Bin Laden.

Milton Wendel

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Não aconteceu no Rio de Janeiro e nem nos E.U.A...

...Aconteceu aqui em Joinville...

Estudante agride professores por causa de nota em Joinville

Caso aconteceu na quarta-feira antes do início das aulas

Um aluno do 5º ano do curso de Direito, da Faculdade Cenetista de Joinville (FCJ), agrediu dois professores no final da tarde desta quarta-feira. Inconformado por ter sido reprovado em uma disciplina, o estudante marcou uma reunião com o professor, onde estavam presentes um colega e outro docente.

Após ser informado, pela terceira vez, que a reprovação estava mantida, ele agrediu e atirou uma carteira nos professores. Um deles fraturou o punho e rompeu o tendão.

Segundo a gestora de graduação e pós-graduação, Fabiane Amarante, será aberta uma sindicância e, se comprovada a agressão, o aluno será desligado da faculdade.

Fonte:Jornal A Notícia(05/05/2011)

segunda-feira, 2 de maio de 2011

RESTAM AGORA SÓ A HISTÓRIA E A ESTATÍSTICA

VASCO DA GAMA x FLAMENGO

Algumas curiosidades do clássico dos milhões(pelo menos um dia já foi).
Na relação não foram incluidos os torneios não-oficiais.Ex: Taça Cidade Maravilhosa, Torneio Ramon de Carranza e outros torneios do porco. Vale a pena dar uma olhada.

Saudações e parabéns aos campeões carioca.

Zé Otávio...clique no link abaixo



Fanáticos por Futebol.mht
334K Exibir como texto Baixar

Aline Ferreti comenta sobre o texto do Obama

Olha só, concordo e discordo de você. Concordo porque realmente não está diretamente ligado ao nosso dia a dia, mas futuramente estará..

Discordo porque afeta sim a economia mundial, podes ver que as bolsas já subiram e há uma certa calmaria entre os Gs, que conseguiram enfim encerrar este caso "mal resolvido" no passado.

Por consequência, afetará nossas vidas.


Aline Ferreti,de Porto Alegre

Milton Wendel comenta o texto do colunista Maceió*

Eu vi equipes treinando remo, saindo pelo rio Cachoeira rumo à lagoa de Saguassú, e lanchas rebocando esquiadores nas manhãs de domingo.

Ginástico, Palmeiras e Cruzeiro mantinham equipes de basquete e havia campeonato municipal todo ano.

Nos domingos de clássico havia sempre duas carreatas pela cidade: a dos americanos e a dos gualichos.

Havia mais xadres, mais natação, mais saltos ornamentais, muito mais ginástica olímpica...

E não havia essas hordas de crianças drogadas vagando pelas ruas. Será que as duas coisas são interelacionadas?

* Texto que foi publicado no Jornal A Notícia(01/05/2011)

Oba!!! Acabaram os problemas

Viu só!!! Agora que a CIA matou o Osama Bin Laden acabaram os problemas do mundo.

Façam o teste amanhã ao acordarem.Você terá um atendimento mais digno nos postos de saúde.Os ônibus estarão vazios e a passagem mais barata...O combustível também estará mais barato.Acabará a violência e muito mais.Tudo isso por que o Capitão América,digo,o Obama matou o Osama então...hosana nas alturas,digo Osama nas alturas!!!Eita!!!

domingo, 1 de maio de 2011

Enquanto isso no Rio de Janeiro...

...O Flamengo é mais uma vez Campeão Carioca.

Jec: mundo artificial

Enquanto isso aqui em Joinville,o Jec espera pela Série C.O que preocupa no Jec é a perda de competitividade.É muito tempo sem conquistar nada(Copinha é nada).

Bom campeonato catarinense

É o melhor campeonato estadual do Brasil...É o único campeonato onde os clubes do interior tem chances de conquistar o caneco estadual.

Superioridade

Não vejo como o Criciúma conquistar esse campeonato...A Chapecoense é uma equipe muito mais arrumada.A superioridade da Chapecoense é visível.

Chapecoense:Um exemplo de superação

Incrível esse time da Chapecoense.Todo mundo sabe onde fica Chapecó??? Sim,fica lá no extremo oeste catarinense.Todos clubes aqui do litoral odeiam viajar até lá devido a distância.Mas e a dificuldade da Chapecoense em viajar até Criciúma,Joinville e Florianópolis??? Perdendo por dois gols,consegue o empate contra a maior equipe do futebol catarinense(sim,o Avaí está na 1ª divisão do futebol nacional).Com certeza um exemplo de superação.