quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Para relembrar,um texto de Jordi Castan

A partir do resultado das urnas, deixou de ser uma possibilidade que o PT venha a governar Joinville, para passar a ser um fato. Vale a pena comentar que se por uma parte surpreende que numa cidade com uma economia basicamente industrial, o PT não tenha chegado antes a prefeitura. Também surpreende que o mesmo partido ainda desperte tantas duvidas, entre uma parte expressiva do eleitorado. Esta visão, desenvolvida ao longo de anos, projeta a imagem do PT como um partido sem quadros para governar Joinville, com dificuldade para negociar e compor. Um partido que não tem conseguido se manter no poder nas cidades catarinenses nas que tem sido governo. O que alimenta duvidas lógicas sobre qual vai ser o nível de mudança que teremos oportunidade de experimentar nos próximos anos. Só a partir de conhecido o resultado do segundo turno, podemos confirmar a vontade de mudar que os joinvilenses tém mostrado e considerar esta nova pagina da nossa historia, como um passo marcante. A opção que Joinville tem feito tem características próprias. O PT assumirá a prefeitura num momento diferente, que quando assumiu algumas prefeituras em Santa Catarina, como Blumenau e Chapecó. O PT e especialmente o seu candidato Carlito Merss, tem uma enorme responsabilidade, a de provar, que o PT local, não repetira as mazelas e os erros que o partido tem cometido quando tem tido a oportunidade de governar. Desnecessário dizer que uma administração do PT, será avaliada com maior severidade e com maior criticismo. Não serão permitidos, nem os vícios e defeitos que tem caracterizado esta gestão atual e tampouco serão tolerados outros que possam comprometer o desenvolvimento de Joinville, ou que coloquem de novo a administração municipal nas paginas policiais. O nível de toleráncia será provavelmente menor. Confirmando o cambio, nos tocará viver tempos interessantes, nos que será preciso aprender uma forma distinta de relacionamento entre poder publico e sociedade. Mais aberta, e participativa. As decisões deverão se transferir das sombras e do contubérnio entre poucos amigos e achegados, para a luz e transparéncia das audiéncias publicas e dos debates com toda a sociedade. Uma forma de governar e de participar, que em Joinville, deve se remontar aos primórdios da Colónia e que tem sido convenientemente esquecida por uns e outros.

Fonte: comentariosdejoinville.blogspot.com(26/10/2008)

Qual é...ou qual seria...

...Hoje,a grande obra pública sendo realizada em Joinville???

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Vandalismo


Quem derrubou essa placa da rotatória da Univille??? Será que o poder público é o culpado???Claro que não.O que tem de vândalos andando por aí não é brincadeira.Na maioria das vezes são universitários beberrões pertencentes a classe média.

Colaboração:Cláudio Fofão

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Recebi um e-mail alertando os eleitores

Recebi um e-mail contra determinados candidatos que disputarão as eleições nesse domingo aqui em Santa Catarina.Tudo que está escrito ali realmente é verdade.

Espero que DEUS realmente ilumine o povo para que vote corretamente.

Importante matéria do Jornal A Notícia

Quando o agredido é o mestre

Seminário discute o que o professor deve fazer ao se ver destratado por aluno

Há seis semanas, uma professora foi surpreendida em Joinville pelo ataque de um aluno em sala de aula, minutos após começar a apresentar a matéria. Acostumada a acompanhar episódios de agressão envolvendo colegas em dez anos de profissão, ela tentou manter a calma e conversar com o estudante, que não havia compreendido um texto. A intensidade das acusações, no entanto, assustaram a educadora. Com o detalhe de que as histórias de professores destratados por alunos que ela conhecia haviam ocorrido em colégios; ela dá aula numa faculdade.

“Ele [o aluno] interrompeu a aula e questionou a minha competência para ensinar. Listei meu currículo para ele, com calma, mas ele continuou com agressões verbais. Quando pedi silêncio, ele se levantou. Disse que pagava o curso e que, sem isso, eu não teria o que comer”, conta ela, que não quis se identificar. Ela procurou a direção, mas sabia a resposta que receberia: nada a fazer a não ser chamar a atenção do aluno. “Eles compreendem a situação, mas não querem perder o aluno”. Na semana seguinte, estava de volta à sala, ensinando o autor dos insultos.

Episódios parecidos são rotina em escolas e faculdades, mas raramente discutidos. Uma exceção é hoje, quando o assunto fará parte dos temas do 1º Seminário de Bullying e Assédio Moral, na Mitra Diocesana, que reunirá educadores, psicólogos, advogados e representantes de sindicatos.

Nos 25 anos em que a professora de língua portuguesa Rosemar Lourdes Tonett trabalhou na rede pública de Joinville, nove deles na direção, recebia quase diariamente professores que reportavam agressões e ameaças. Ela era a primeira instância na hora de resolver o caso. Mas, se o problema era grave, podia parar no conselho tutelar ou na delegacia.

“Hoje, o professor não deixa passar em branco. Abre boletim de ocorrência se achar preciso”, diz ela, que, aposentada, dá aulas em escola particular. Rosemar acredita que o aluno habituado a agredir quer chamar atenção. “Com o tempo, percebíamos que eles tinham problemas, muitas vezes em casa. Fazem a cabeça do outros e formam uma teia para praticar as agressões. Precisam de plateia”.

claudia.morriesen@an.com.br

Cláudia Morriessen

Fonte:Jornal A Notícia(28/09/2010)

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Falar o que...A imagem diz tudo

Clique no link abaixo e você entenderá...Ok!!!

Finalista em Cannes
4949K Baixar


Colaboração:Werner Leber

Analfabeto político

Em semana de eleições , nada mais pertinente e importante de repetir e repetir o que foi escrito com maestria por Bertolt Brecht.
"O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio que dependem das decisões políticas.O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política.Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais."

Paulo Curvello
Balneário Camboriú

domingo, 26 de setembro de 2010

A obra de Juarez Machado


O guarda-chuva,a bicicleta e o charme das mulheres em destaque na obra...Uma marca de Joinville.

O comentário do Prof.Roberto Rosso

A questão colocada pelo meu amigo Juliano mostra um problema: a falta de representação de Joinville no cenário político. Quando ele comentar também vou aprofundar a discussão. Mas vale a pena perguntar por que os diretórios dos partidos em Joinville cometem há tempo um erro básico em política: dividir seu voto numa profusão de candidaturas a deputado(a).

Roberto S.Ulbertino Rosso Jr.

sábado, 25 de setembro de 2010

Dinheiro das enchentes

No comício de que participou em Joinville, no dia 13 de setembro, o presidente Lula disse que iria mandar a procuradoria da União investigar que fim levou o dinheiro que foi mandado para Santa Catarina para ajudar as vítimas das enchentes. É uma declaração muito séria que dá margem a várias desconfianças, principalmente quando parte de um presidente da República. Mas parece que todos preferiram não dar atenção ao fato. Será que é conivência?

Milton Wendel

Ficou em cima do muro...Vergonhoso!!!


Com empate, STF não decide se Ficha Limpa vale já em 2010


Após cerca de treze horas de votação, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na madrugada desta sexta-feira (24) não proclamar um resultado formal sobre o julgamento que envolve a validade e abrangência da Lei da Ficha Limpa. Ao longo de dois dias, os atuais dez ministros da Suprema Corte - Eros Grau se aposentou em agosto - se dividiram sobre a aplicação da legislação sobre regras de inelegibilidade já no pleito de outubro, não conseguindo chegar a nenhum veredicto sobre o caso.

"Pela responsabilidade histórica do tribunal, temos que discutir com prudência, deixando de lado essas paixões. Estamos em situação de radicalidade absoluta. Ainda que tenha seus inconvenientes, levando em conta a certeza que a sociedade deve ter do julgamento, devemos aguardar a nomeação do novo ministro", chegou a propor o presidente do Supremo, Cezar Peluso, sem, contudo, conseguir convencer os demais integrantes do colegiado.

O Supremo Tribunal Federal julgava desde esta quarta-feira (22) recurso impetrado pela defesa do candidato do PSC ao governo do Distrito Federal, Joaquim Roriz, que teve o registro de sua candidatura barrado por ter renunciado ao mandato que tinha como senador em 2007 para se livrar de um processo de cassação. A abdicação de mandato para paralisar processos de quebra de decoro é uma das novas regras de inelegibilidade incluídas na Lei da Ficha Limpa.

As teses para que o julgamento tivesse um desfecho foram múltiplas e conflitantes. Além da possibilidade de aguardar a nomeação do décimo primeiro ministro, também foram ventiladas a possibilidade de que o desempate significasse a rejeição do recurso de Joaquim Roriz, uma vez que não houve decisão majoritária que contestasse a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que mantivera a rejeição de registro de candidatura a Joaquim Roriz. Pelo artigo 146 do Regimento Interno do STF, "havendo empate na votação de matéria cuja solução dependa de maioria absoluta, a questão será considerada julgada, proclamando-se a solução contrária à pretendida ou à proposta".

Em tom de ironia, o ministro Marco Aurélio Mello chegou a propor a convocação do presidente Lula para dar fim ao cenário de placar igual. "Proponho se convocar para desempatar o responsável por se ter até uma altura dessas uma cadeira vaga", afirmou.

Não há data para a retomada das discussões que podem resolver o impasse sobre a Ficha Limpa no Supremo. Enquanto isso, Joaquim Roriz,alvo do caso específico analisado nestas quarta e quinta-feiras, continua a campanha normalmente.

Fonte:Portal Terra(24/09/2010)

Teimosia dos que defendem a legalização

Agora chega a ser ridículo,os que defendem a legalização do aborto no Brasil quererem que a Igreja Católica e os evangélicos aceitem como normal essa prática no país.As igrejas defendem a vida e não a morte,essa é a "lógica" do Cristianismo(apesar que na Idade Média a Igreja parecia mais adepta do Capeta do que de Cristo).

Ainda sobre o aborto

Chega a ser irônico.O aborto de fato já existe no Brasil.Ser contra ou a favor a legalização não impedirá que hoje ainda várias mulheres o pratiquem.

A legalização do aborto no Brasil

Últimamente recebi vários e-mails relacionando a legalização do aborto a eleição desse ano no Brasil.Independente de determinada candidatura ser a favor ou contra o aborto,a discussão terá que passar pelo Congresso Nacional.Políticos que representam as igrejas estão unidos para que o aborto não seja legalizado no país.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Que vergonha!!!


Mais uma vez uma candidata a Presidência da República deixou de visitar Joinville.Quero ver a desculpa que vão dar agora.

Pequeno comentário

Em relação ao texto do Curvello não entrarei em detalhes nesse momento.Mas não posso deixar de mencionar que a força de Joinville se restringe apenas as eleições...Depois que elas passam independente do governo e do partido,as grandes obras ficam restritas a Florianópolis e a cidades com o colégio eleitoral menor que aqui.Daí o motivo do joinvilense estar desanimado nessa eleição.

A Força eleitoral de Joinville

Joinville , mais uma vez exercerá papel decisivo nessas eleições.
Estarão em disputa 358.093 votos. Esse fantástico montante, é maior que a grande maioria da população das cidades do Estado.
Em 2002 Joinville decidiu as eleições em favor de LHS dando-lhe a marca fantástica de 145.809 votos. Repetiu na eleição seguinte aumentando ainda mais, chegando a 184.818 votos.
Joinville é tão importante no cenário Estadual que podem notar que foi o único município visitado pelo presidente Lula.
Agora será mais uma prova de fogo para os eleitores de Joinville , que finalmente irão poder fazer valer sua força consagrando o projeto de Luiz Henrique ao Senado ou a do prefeito Carlito Merss, do PT.
Toda a expectativa que se criou antes das convenções era de que Ideli Salvatti estouraria em Joinville. As pesquisas indicam que está em terceiro lugar e muito se deve a fraquíssima administração municipal.
A aceitação popular da gestão de Carlito Merss terá a primeira prova de fogo.
Assim que abrirem as urnas, saberemos se o alcaide conseguiu transferir votos para esposa e para Ideli que disputa ao governo.

Paulo Curvello
Balneário Camboriú

Os cepos da rua XV

Em plena primavera de 2009, a Prefeitura de Joinville cortou várias árvores nos quarteirões centrais da rua XV de Novembro, entre as ruas João Colin e do Príncipe. Elas estavam floridas, sombreando o passeio, e as abelhas estavam produzindo mel. Havia ninhos de sabiás e de bem-te-vis em suas copas.

Jardineiros sabem que não se corta árvores na primavera. A FUNDEMA e a Prefeitura de Joinville, porém, não sabem e nem quiseram saber.

A Prefeitura não teve a mínima sensibilidade e simplesmente METEU A MOTOSSERRA nestas árvores. Alguns cepos ainda estão lá, são uns 20 e alguns deles têm meio metro de diâmetro. É uma prova da violência, do descaso e da incompetência da Prefeitura de Joinville e da FUNDEMA.

É um espetáculo deprimente, mas que precisa ser visto. Visite os cepos que sobraram da ação irresponsável da Prefeitura com a anuência da FUNDEMA.

Milton Wendel

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Faz parte


Perder uma eleição não é uma sensação muito agradável.Agora perder a eleição e ficar com um montão de dívida,aí é "prá cá bá"!!! Olha a choradeira depois.

A lambança do Santos Futebol Clube

Primeira delas foi não ter vendido Neymar. O desorganização e politicalha imperam em todas as áreas desse Brasil, e não seria no futebol, que seria diferente.

O Santos perdeu uma chance de ouro, literalmente, de vender o jogador Neymar e deu no que deu.

O gurizão está com os hormônios a mil por hora, bajulado em excesso em toda parte e em clara decadência no seu belo futebol, justamente pela fama repentina , aliado a ausência dos companheiros como Ganso e André.

E tudo isso era previsto, Neymar nada mais é que a reapresentação do filme Romário, Edmundo, Renato Gaúcho e outros.

Não existe como segurar um gênio do futebol aqui no Brasil, é muito oba!, oba!, festa e falta de seriedade.

Segundo, foi também na manutenção de Paulo Henrique Ganso, que valia milhões de dólares e agora encontra-se operado e ficará fora do futebol por pelo menos um ano, seis meses de tratamento e mais seis para entrar em forma.

Se é que voltará a ter a forma de outrora, vide casos de Zico, Ronaldo Fenômeno e Kaká, que após lesão nunca mais foram os mesmos.

Para encerrar a séria de burradas, quando alguém tenta dar uma dura no gurizão que é o seu técnico Dorival Junior, a diretoria, certamente pressionado pelos patrocinadores demitem o técnico.

Criando aí sim, o "monstro" a qual o técnico Renê Simões do Atlético de Goiás se referiu.

Imaginem agora quem domará a fera, que tem o poder de demitir um técnico consagrado e a nível de seleção brasileira como Dorival Junior.

São casos como esse e outros que fazem do futebol brasileiro uma verdadeira esculhambação, que só sobrevive por ter matéria prima de sobra e um torcedor apaixonado pelo esporte que somos nós.

Paulo Curvello

Balneário Camboriú

curvell@terra.com.br

Mulheres em evidência,por Paulo Curvello

Faz tempo que os homens vem perdendo espaço para as mulheres, em quase todas as áreas.

As mulheres estão ocupando espaços. Basta ver que temos duas candidatas a governador de Santa Catarina e duas a Presidente da República.

Política a parte, , é notória, a presença da mulheres também numa área até então machista, que é o futebol.

Hoje, nos telejornais esportivos elas são presença constante , inclusive como comentaristas.

Aliás na parte de apresentar o programa esportivo, acho elas o máximo , apesar de ainda preferir um Léo Batista.

Mas , sinceramente não acho que ainda estão preparadas para comentar os jogos, apesar que falar o quê, de uma Renata Fan.

Todavia , acredito que as mulheres não só ocuparam esses e outros espaços, como a expansão delas , será cada vez maior.

A torcida é que, pela sensibilidade e tato mais apurado, as mulheres sejam menos egoístas e mais sentimentais e principalmente profissionais, fazendo com que o resultado final cada uma na sua área, seja outro, que não esse deixado pelos homens.

A determinação com que as mulheres estão chegando a seus objetivos, trará mudanças significativas, a não ser que se deixem levar pelo modelo que está aí.

O ditado já foi: " atrás de um grande homem existe sempre uma grande mulher" , que foi adaptado para "ao lado". A diante será , a frente.

SEMANA NACIONAL DE TRÂNSITO

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Amanhã é dia de deixar o carro em casa


O Marcello Dalla Vechia defensor da bicicleta como o meio de transporte ideal para Joinville avisa:

Dia 22 de setembro deixe seu carro em casa é vá pedalando para a escola ou trabalho...Eu seguirei a dica do Vechia.

Foto:Cláudio Fofão

Sem alarde

...Aos poucos,sem muito alarde,Joinville discretamente voltará a ser a locomotiva do esporte catarinense.

Grande participação de Joinville no JASC

Com certeza todos os atletas que honraram o nome de Joinville merecem todos elogios...Com um "pouquinho" mais de investimento Joinville conquistará ao natural o próximo Jogos Abertos de Santa Catarina.

Falta ciclovia...Clique na imagem para visualizar melhor


Ciclista desvia do bueiro e corre risco de ser atropelado na Avenida Santos Dumont.

Colaboração:Cláudio Fofão

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Os carros se perdem nessa curva...Clique na imagem para ampliá-la


...Os carros se perdem nessa curva que fica na rotatória da Univille.Observe a grama e o meio-fio danificado.

Colaboração:Cláudio Fofão

Faixa de pedestre que não proporciona segurança


Essa faixa de pedestre bem próxima a Univille não proporciona segurança aos pedestres pois está numa curva.

Colaboração:Cláudio Fofão

domingo, 19 de setembro de 2010

Esquina perigosa...Clique na imagem para ampliá-la



...Esse é um dos pontos mais perigosos da Avenida Santos Dumont...Os acidentes são constantes nesse local.

Colaboração:Cláudio Fofão

Black Incal sobrevive

Por falar em boa música,o Black Incal sobrevive na Mais FM...Um dos poucos programas de rádio de Joinville que oferece uma música de qualidade.

Mudança de mídia

Esse último texto do Paulo Curvello sobre o Jornal do Brasil também me fez lembrar do encerramento das transmissões da Rádio Antena 1 do Rio de Janeiro.A tradicional emissora carioca agora só transmite via internet.Não sei se essa será a tendência daqui em diante.Mas é uma pena que o bom jornalismo e a boa música estão cada vez mais distantes do gosto popular.Caberá aqueles que prezam por mais qualidade tanto no jornalismo como no repertório musical procurarem a internet.

Jornal do Brasil

Um dos mais antigos e importantes jornais do Brasil, o JB ou Jornal do Brasil, já não circula mais com sua edição impressa, trocou-a pela internet.

No Rio Grande do Sul , o Zero Hora, maior jornal de Porto Alegre, começou a cobrar pela leitura na internet de seu noticiário impresso.

Bem provavelmente não logrará êxito, experiências anteriores de vários outros jornais que tentaram cobrar pela leitura do conteúdo impresso, simplesmente despencam, a ponto deles manterem nos portais certo noticiário gratuito – que não adianta nada, não segura à audiência.

E essa é uma tendência mundial , ou coloca na internet ou corre o risco de que leitores, migrem para outros jornais.

Até porque a nostálgica espera pelo jornal nas bancas já não existe mais.

Pelo contrário, os redatores tem que cada vez mais serem criativos, para manter os atuais e agregar novos assinantes, devido a facilidade e velocidade com que a notícia hoje se propaga.

Paulo Curvello

Balneário Camboriú

sábado, 18 de setembro de 2010

Esse é o ônus da democracia

Um conhecido me confidenciou o seguinte:-Juliano,aquele candidato que afundou "aquele clube" pode ser um dos mais votados aqui em Santa Catarina!!!Aí lhe respondi:-Caro amigo,é um direito dele candidatar-se.Vota nele quem quiser,mérito dele se conquistar uma vaga.Mas que depois o povo não venha reclamar.Se ele sair vencedor,é porque muita gente aprovou seu jeito de fazer política.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Redução da idade penal

Nenhuma candidatura a presidência do Brasil mostrou-se interessada em baixar a idade penal.A candidatura que defender essa proposta receberá com certeza o apoio da maioria dos eleitores.

Falta comunicação ou falta sensibilidade

Uma coisa é certa:ou o Prefeito Carlito está muito mal assessorado e ainda desconhece os clamores da sociedade...ou perdeu a sensibilidade e só aceita ouvir a opinião de seus pares.

Recado para o Prefeito Carlito

Ainda não vimos nenhuma mudança no roteiro do(ônibus) Nilo Peçanha, e não vamos parar de nos manifestar enquanto a Seinfra e o mal educado do gerente de transportes que desdenha dos usuários dizendo que só uma meia dúzia de incomodados na região é que estão se manifestando.
A Associação de Moradores se manifestou contrária à ação por não ter sido ouvida.
Realmente não entendo, como pode uma gestão que passou 20 anos tentando chegar na Prefeitura, falando em transparência, em orçamento participativo, que na gestão deles a comunidade seria ouvida.
Gastam horrores em publicidade falando disso, mas na prática não agem assim.
As vaias ao Prefeito Carlito na vinda do Lula para cá mostram bem o que o povo pensa da sua gestão.
Ele não sabe comandar a cidade e coloca em cargos importantes pessoas que não estão preocupadas com o bem estar do povo joinvilense, porque se estivessem,iriam ouvir a comunidade e não puní-la como fizeram ao mudar o roteiro da linha de ônibus Nilo Peçanha.
O Prefeito Carlito tem que mudar nosso roteiro. Não aguentamos mais. Ninguém faz nada.
A imprensa noticia e fica por isso mesmo.
Cadê o Prefeito Carlito que não nos ouve?
Angelo Ricoletti

Prefeitura se mantém irredutível e não altera itinerário de linha de ônibus

A Associação de Moradores e Amigos do Bairro Floresta, legítima representante da comunidade residente na região do bairro Floresta em Joinville, comunica que ainda não percebeu nenhum indício de que as reivindicaçõs da comunidade e desta instituição tivessem sido ouvidas por parte do Poder Público Municipal.
A Prefeitura se mantém irredutível e não ouve a comunidade como pregava durante a campanha.
A reclamação e o descontentamento é geral nas ruas Nilo Peçanha, Copacabana, Panamá, Venezuela, Bolívia, Garopaba, Américo Vespúcio, Cerro Azul, entre outras de menor expressão na região.
Basta pegar o coletivo e questionar a opinião dos usuários da linha sobre o fato. A resposta é unânime: os usuários estão desgostosos com a atitude arbitrária da Prefeitura, Seinfra e Gidion.
A Associação lamenta que um órgão jogue a responsabilidade no outro, deixando o usuário da linha, o munícipe que paga os seus impostos como 'palhaço'.
Esperamos para os próximos dias uma solução que traga conforto para a única parte prejudicada nesse rolo todo: o usuário da linha.


quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Campanha de humanização do Presídio

Em meados da década de 90 houve em Joinville uma campanha pela humanização do Presídio Regional. Uma das ações foi a coleta de livros para formar uma biblioteca no Presídio. Muitas pessoas colaboraram. Algumas doaram obras preciosas. Se bem me lembro foram arrecadados quase dois mil títulos. Eu doei uma coleção de obras de Monteiro Lobato. Gostaria de saber que fim levou este PATRIMÔNIO PÚBLICO. Ouvi dizer que sumiu.

Milton Wendel

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Feudalismo Atual indica:


Para quem gosta de História e Política acesse o youtube e digite:

Olavo de Carvalho


É um grande intelectual e com certeza você ouvirá assuntos interessantíssimos relacionados ao Brasil.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Ainda sobre o Tiririca

Pois é. O Tiririca é um ator cênico que conseguiu alguma coisa, na vida, trabalhando. Ele é mais honesto do que qualquer integrante da classe política brasileira, uma das classes políticas mais corruptas e imorais do mundo. Tiririca é um exemplo de trabalho honrado, honesto. É também um contribuinte, ao contrário da maioria dos políticos, que são parasitas fiscais. Eu votaria em Tiririca, se fosse eleitor no estado em que ele é candidato. É hora de começarmos a votar em trabalhadores, como o Tiririca, e não mais em vagabundos profissionais a serviço do crime organizado, da corrupção institucional, do tráfico de drogas e de todo o tipo de contrabandos, desvios e descaminhos.

Milton Wendel

Joinville é notícia em nível nacional

Domingo foi no Fantástico da TV Globo mostrando a menina de Grão-Pará que recebeu um novo rim da Fundação Pró-Rim,transplante realizado no Hospital Municipal São José.

Hoje foi a visita do presidente Lula.

E amanhã é a chegada do avião do Jornal Nacional aqui na cidade.

O transporte público em Joinville,por Maria Eunice de Jesus Donzeli*

O transporte público é essencial para a população em geral. Um meio de transporte funcional e eficiente, é um elemento determinante para a cidade pois colabora com o desenvolvimento econômico, melhora a qualidade de vida e até a inclusão social de todos os cidadãos.
Para que Joinville tenha um meio de transporte público eficiente e de qualidade, seria necessário o aumento de corredores de ônibus, pois em alguns pontos da cidade há um enorme congestionamento, principalmente em horários de pico. Dessa forma, nós que dependemos de ônibus, perdemos muito tempo do nosso dia. Por esse motivo, alguns trabalhadores optam pelo carro, moto e bicicleta.
Os horários de ônibus, principalmente para quem trabalha nos sábados, domingos e feriados, são ainda piores, pois em nossa cidade há o monopólio do transporte público, não há concorrência e o usuário acaba sendo muito prejudicado. Eu mesma já fui muitas vezes trabalhar de carro aos sábados porque fiquei até uma hora esperando o ônibus para voltar para casa.
Precisamos de políticas públicas para incentivar o uso das bicicletas, pois Joinville é conhecida como a cidade das bicicletas. Precisamos de mais ciclovias, muitas pessoas dependem desse meio de transporte e além do mais, a bicicleta é o meio de transporte mais barato que tem e ajuda as pessoas a terem um bom condicionamento físico, não polui o ambiente e funcionam muito bem, um bom exemplo disso é a China, onde esse meio de transporte é predominante.

* Aluna da Educação de Jovens e adultos da E.M.Prefeito Joaquim Felix Moreira.

Quem é o palhaço???


José Roberto Toledo, Do Jornal O Estado de São Paulo

Francisco Everardo Oliveira Silva corre o risco de ser o deputado federal mais votado do Brasil em 3 de outubro. Não se espante se você não reconhece o nome, nem seus próprios eleitores reconheceriam. Oliveira Silva é conhecido apenas por seu apelido, Tiririca.

Ele aparece em primeiro lugar no conjunto de pesquisas do Ibope sobre a eleição para a Câmara dos Deputados em São Paulo. Como é o Estado com o maior eleitorado, não será surpresa se Oliveira Silva acabar sendo o campeão nacional de votos de 2010.

Se você não tem visto muita TV nas últimas décadas e passou incólume pela propaganda eleitoral até agora, Tiririca é ator e palhaço profissional. Tem 45 anos, lê e escreve, se autodefine como "abestado" e seu slogan é "pior que tá num fica, vote Tiririca".

Não é uma piada. É um projeto político. Oliveira Silva é candidato pelo PR, em coligação que inclui o PT e o PC do B. Prova da seriedade do projeto é que, até o último dia 3, o partido havia investido R$ 594 mil, oficialmente, na campanha do palhaço. E não deve parar por aí.

Tiririca é o principal puxador de votos do PR, do PT e do PC do B em São Paulo. Se chegar a um milhão de sufrágios, seu excedente de votos elegerá mais quatro ou cinco deputados da coligação. O eleitor vota em Tiririca e pode eleger Valdemar Costa Neto (PR), Ricardo Berzoini (PT) ou o delegado Protógenes (PC do B).

O "projeto Tiririca" é um bom retrato do sistema de coligações que impera nas eleições parlamentares brasileiras - uma salada farta de siglas, conexões improváveis, legendas de aluguel e uma pitada muito pequena de ideologia.

Das 27 legendas que disputam as eleições para a Câmara dos Deputados, apenas os quatro partidos de esquerda (PSTU, PCO, PSOL e PCB) são seletivos nas coligações: não se misturam na grande maioria das vezes. Melhor deixá-los em um prato à parte.

Entre as outras 23 legendas da salada, vale quase tudo. O PP, por exemplo, coligou-se 169 vezes a todos os outros 22 partidos, em 26 das 27 unidades da Federação. O PRB fez igual. Isso significa aliar-se ora ao PT, ora ao seu arqui-inimigo PSDB, conforme a conveniência.

PP e PRB são os campeões das alianças, mas não são exceção. Das 23 legendas da salada coligada, só o PV fez menos de 100 conexões com outros partidos. Mas bateu na trave: 97. A salada é sortida. Tem de PT com DEM (uma vez) a comunista com democrata-cristão (seis vezes). Só não tem petista com tucano.

Se dividirmos a travessa em duas partes, numa ponta está o PT, na outra, o PSDB. O PMDB fica no meio. Perseguidos pelo poder, os peemedebistas aparecem como fortes aliados tanto de tucanos (6 vezes) quanto de petistas (11 vezes).

As conexões mais intensas do PT são com PC do B, PR, PRB, PSB, PDT e PMDB. E as do PSDB são com DEM, PPS, PSC, PMN, PR, PRB e PMDB. Mas as relações são abertas, não pressupõem exclusividade. Vez ou outra uma legenda dá uma escapadinha para o outro lado, sem culpa ou ressentimentos.

Os mais cínicos dirão que a política partidária brasileira continua a mesma. Mudam os nomes, mas não os sobrenomes. No seu "Deputados 2010", o Ibope identificou uma penca de herdeiros do poder (apud Francisco Antonio Doria) entre os favoritos a se elegerem para a Câmara.

São rostos novos para nomes conhecidos. Como os de Ana Arraes (Pernambuco), Ratinho Jr. e Zeca Dirceu (ambos no Paraná), ACM Neto (Bahia), Rodrigo Maia e Leonardo Piciani (ambos no Rio de Janeiro).

Nomes fortes foi justamente o que faltou para o PT paulista. O partido precisou improvisar nova estratégia. Além de se coligar ao PR de Tiririca, ressuscitou a tática de pedir votos para a legenda do partido. Está dando certo: a sigla do PT está em segundo lugar em citações no ranking do Ibope.

A falta de nomes conhecidos está confundindo os paulistas. Instado pelo Ibope a dizer em quem votará para deputado federal, há quem responda "Serra", "Fernando Henrique Cardoso", "Marina Silva", "Alckmin", "Mercadante" ou até quem evoque "Mario Covas".

De todos os Estados onde o Ibope faz seu ranking para a Câmara, São Paulo é onde menos eleitores são capazes de citar um candidato a deputado federal: apenas 12%. Em Pernambuco essa taxa já chegou a 19%, e no Distrito Federal, a 21%.

Não é de espantar, portanto, que Tiririca seja o mais lembrado entre os paulistas. Nem de que alguém tenha pensado em usar um palhaço como puxador de votos. Pensando bem, até faz sentido.

enviado por:

Paulo Curvello

Balneário Camboriú

A boa safra de profissionais do Caxias,por Milton Wendel

O primeiro jogo do Caxias na Terceirinha 2010 foi contra o Maga de Indaial e o alvinegro venceu por 6 a zero. A temperatura naquela tarde era de 22 graus e o céu estava encoberto. A estréia pesou um pouco, porque aos 30 minutos do segundo tempo a garotada do Caxias estava arriando as meias, com a lingua de fora.
O segundo jogo, contra o Pinheiros, foi disputado a 27 graus e sob sol forte. A coisa parecia um pouco mais complicada. Mas o time já havia crescido, a entrada do experiente Lourival ajudou bastante, dois amistosos (contra Camboriuense e Figueirense) foram bem aproveitados e o Caxias aguentou o ritmo durante os 90 minutos. O resultado foi uma goleada histórica de 11 a 1.
Contra o Guarany, em Palhoça, o Caxias conseguiu um empate (2 a 2) fora de casa contra um time que já tem experiência de primeira divisão e é um sério candidato ao título da Terceirinha. Numa parada complicada o Caxias se saiu bem. A conclusão é que o alvinegro está crescendo. Se continuar evoluindo, chegará ao final do campeonato com um elenco de atletas capazes de cumprir expedientes de jogador profissional em qualquer clube do Brasil. E pensar que eram garotos totalmente desconhecidos até dois meses atrás. Parabéns ao Caxias.

domingo, 12 de setembro de 2010

Recado para o próprio partido

Uma candidata a presidencia do Brasil em sua fala no programa eleitoral declara que o grande problema do país é a corrupção...Pergunto: O recado é direcionado aos candidatos de seu próprio partido???

Um pouco da História da Astronomia,por Milton Wendel


Às vezes, quando tenho que responder perguntas sobre Astronomia, ufos, ets e coisas assim, começo fazendo um resumo sobre a História da Astronomia.

A História da Astronomia pode ser dividida em três grandes eras. A primeira é a da observação a olho nú, às vezes com ajuda de alguns instrumentos como sextantes, astrolábios e coisas assim. Esta era começa com o próprio início da civilização, quando o homem ficou intrigado com os pontos de luz que formam as constelações ou quando associou o Sol com o calor. Simplesmente observando o céu - e usando o raciocínio! - o homem chegou a descobertas fabulosas: Giordano Bruno, no final do século 16, concluiu que as estrelas são sóis e têm planetas orbitando. Impressionante é que esta dedução só foi confirmada no final do século 20, com a descoberta de exoplanetas por telescópios poderosíssimos e programas de computador tremendamente complexos. Outra grande conquista da fase "a olho nú" da Astronomia foram as leis de Kepler, que ainda são fundamentais para localização de astros e navegação de naves espaciais. Ptolomeu e Tycho Brahe fizeram atlas minuciosos das estrelas e nunca usaram telescópios.

A partir de 1608 começa a fase da Astronomia usando o telescópio. Foi um holandês, Hans Lippershey, que fabricou o primeiro telescópio, em 1608, usado por Galileu em 1610 para localizar os quatro grandes satélites de Júpiter, fazer detalhados mapas da superfície da Lua e algumas descrições de Marte. O telescópio foi aprimorado por cinco gerações de astrônomos, até agora. Além de cinco gerações de astrônomos, o telescópio tem também duas gerações "não humanas": o telescópio orbital (o Hubble, por exemplo) e os imensos "super grandes" telescópios que estão sendo construidos em terra (como o do European Southern Observatory em Cerro Paranal, Antofagasta, Chile).

A terceira fase da Astronomia é a sondagem espacial, que inicia com o lançamento da sonda soviética Lunik II que pousou na Lua em 1959. A sondagem espacial evoluiu enormemente. Há vária sondas na superfície e em órbita de Marte. Há uma sonda européia indo em direção a um cometa, no qual pousará em 2014. Os japoneses acabam de trazer de volta à Terra uma sonda que pousou num asteróide. Há uma sonda norte-americana indo velozmente em direção a Plutão (o mais próximo astro do chamado Cinturão de Kuiper) e a sonda Cassini-Huyggens realizou um fantástico levantamento do sistema formado por Saturno e seus satélites.

Estas três eras da Astronomia não acabam, se sobrepõem e se somam. A pergunta que podemos fazer é: Que novo tipo de pesquisa astronômica precisamos inventar, para tentar chegar mais perto do conhecimento total do Universo? Essa é uma pergunta que deixa muitos astrônomos empolgados e, outros, intrigados.(A foto é do satélite americano Skylab II)

Milton Wendel

Assistencialismo, solução ou problema

Já estamos ouvindo a algum tempo que os programas de bolsa família é um incentivo assistencialista. Assistencialismo, é dar assistência, seja ela qual for, a quem necessita. Procurei entender porque de alguns políticos serem contra estas iniciativas e encontrei uma resposta. Eles preferem dar assistência de bilhões apenas para poucos. Assistência a bancos através de liberação de volumosas quantias. Assistência a multinacionais através de empréstimos baratos via BNDES. Assistência a pilhagem no congresso através de vista grossa. Assistência a políticos de caixa 2 criando uma falácia que todos fazem e então não se pune ninguém. Assistência a toda e qualquer pessoa com alguma influencia que possa repartir o bolo com os de mais influencia. Ou seja queremos assistencialismo para nós os poderosos e sem escrúpulos. Já os famintos, sem terra, sem educação, sem nada. Vamos dar a eles a sorte e a benção de Deus. Cada vez que ouvir alguém falando mal de assistencialismo ou é corrupto de colarinho ou ignorante que caiu na mensagem mentirosa que eles divulgam.

Mais assistencialismo para os de menor condição e teremos um país melhor. O problema do assistencialismo é que estes que sempre mamaram e foram assistidos pelo nosso imposto, não querem repartir.

Fora todos !!! Quem entra para o sistema de poder podre, podre virará.

Fonte:www.midiaindependente.org

Tutancâmon era filho de faraó com irmã, diz estudo


Desde que a tumba de Tutancâmon foi descoberta, em 1922, pelo arqueólogo Howard Carter e sua equipe, muito mistério envolve a vida e a morte do jovem faraó que governou o Egito dos 9 a aos 19 anos, no século XIV a.C. Até pouco tempo atrás, os arqueólogos não sabiam quem eram os pais de Tutancâmon nem a causa de sua morte prematura. Agora, uma equipe de geneticistas, liderada pelo arqueólogo Zahi Hawass, conseguiu solucionar uma parte significativa do quebra-cabeça.

Por meio do estudo do DNA de Tutancâmon e de dez outras múmias que os arqueólogos suspeitavam ser membros da sua família direta, incluindo dois fetos mumificados encontrados na tumba do faraó, foi determinada com certeza praticamente absoluta (uma probabilidade de 99,99%) a identidade dos pais do mais jovem rei do Egito.

Resultado de uma união entre irmãos, este faraó frequentemente estudado tinha pé torto, lábio parcialmente leporino e certamente sofreu uma necrose no pé esquerdo, no qual um dos dedos não tinha osso, o que provavelmente lhe causava muita dor. Tutancâmon fez de sua meia irmã sua mulher

“Isso explica porque Tutancâmon era um indivíduo tão frágil e mais suscetível a infecções, o que pode ter causado sua morte”, diz Jamie Shreeve, editor de ciência da revista National Geographic, que acompanhou de perto o trabalho da equipe dentro da tumba do Rei Menino, em outubro do ano passado.

O incesto entre os membros da realeza era comum no antigo Egito, pois trazia vantagens políticas e mais poder aos faraós. Filhos de irmãos estão mais predispostos a defeitos congênitos. Tutancâmon tinha pé torto e lábio parcialmente leporino. Uma enorme quantidade de bengalas e pedaços de bengalas foi encontrada na tumba do faraó. A análise da múmia de Tutancâmon também indica que ele tenha sofrido de necrose no pé esquerdo, cujo um dos dedos não tinha osso. De todos os faraós, ele é o único ilustrado sentado ao atirar com arco e flecha.

“Este não era um rei que segurava um bastão como símbolo de poder. Ele era um jovem que precisava de uma bengala para caminhar”, afirma Hawass.

Fonte:inconscientecoletivo.net

Colaboração:Nelson Maurício,de Curitiba

sábado, 11 de setembro de 2010

A eleição de 2012 aqui em Joinville


Por enquanto,pela conjuntura atual,o futuro prefeito poderá ser de um partido de centro/direita.O joinvilense tinha muita curiosidade de saber como seria uma administração petista aqui na cidade.Pela fala da população,não houveram grandes mudanças até o momento.Quem sabe um grande empresário saia candidato em 2012 para o Executivo Municipal.Até lá muita pedra irá rolar...é o que veremos.

Baleia

Seria cômico senão fosse trágico ver a “tentativa” tanto de salvar, como de sacrificar a baleia encalhada em Laguna.

Alguns bem intencionados jogavam água com balde no bichano de 14 toneladas , outros despreparados tentam sem sucesso sacrificar o animal, não conseguindo saem com a desculpa que “irão aguardar a morte natural”.

Na verdade é um despreparo total em lidar com uma situação que está virando rotineira em nosso Estado.

Imagens de Charles Melo, no site do AN , mostram pessoas com cordinha tentando puxar o animal e depois fugindo das ondas.

Como disse no início “seria cômico senão fosse trágico”.

Paulo Curvello

Balneário Camboriú

curvell@terra.com.br

R$ 10 milhões do Badesc para asfaltar ruas em Joinville

A Agência de Fomento de Santa Catarina (Badesc) tem R$ 212 milhões em empréstimos a cidades para realização de obras de infraestrutura e acabou com a contrapartida antes exigida dos municípios nos financiamentos concedidos. A instituição também pretende apoiar a atividade de turismo rural. O presidente do banco, o empresário joinvilense Cromácio José da Rosa, diz que, em até 40 dias, será liberado o dinheiro do projeto encaminhado pela Prefeitura de Joinville para trabalhos de pavimentação.

Fonte:Jornal A Notícia(12/09/2010)

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Viadutos...


...Quando os 5 viadutos(ou elevados) estiverem construídos em Joinville,já estarão ultrapassados...Serão necessárias novas artérias e novas construções para desafogar o complicado trânsito da cidade.Isso significa que o planejamento urbano de Joinville continua sendo dominado por nossa amiga aí...Ligeira pra caramba!!!

CANDIDATA RESPONDE AO OFÍCIO DA APRASC

Caros Amigos

A Aprasc encaminhou ofício para todos os candidatos ao Governo de SC com a pauta de reivindicação da categoria.

Pois bem a candidata Ideli Salvatti até o momento foi a única que respondeu o documento da Aprasc e o fez pessoalmente solicitando uma reunião com membros da diretoria da entidade.

A Aprasc continua aguardando a resposta dos outros candidatos.

Reitero a posição da entidade, decidida em assembléia geral da categoria, a qual afirma que a Aprasc não protocolará apoio oficial para nenhuma candidatura ao Governo neste 1° turno das eleições.


Continuamos esperando os outros candidatos para termos a mesma conversa que tivemos com a candidata Ideli Salvatti e assim sendo sabermos as posições dos mesmos no tocante às reivindicações dos praças de SC.


Fonte:Sd Elisandro LOTIN de Souza,Vice-presidente da APRASC(Associação de Praças de Santa Catarina)



Flamengo até morrer ...

O pessoal está pegando no meu pé, devido ao MENGÃO estar próximo a zona de rebaixamento no campeonato brasileiro.

Alguns como meu amigo Aires Zacarias, diz que estou muito quieto(sic)!.

Também pudera, em sendo o atual campeão brasileiro e sabendo que o time só arranca na segunda parte do campeonato, toda a nação flamenguista está só aguardando a ascensão meteórica como foi no campeonato passado.

Aliás falando em Aires Zacarias, vocês sabiam que dois dos seus filhos, por sinal inteligentíssimos são flamenguistas?

Isso que essa rapaziada deve ter sido “torturada” a torcer pela estrela solitária , mas como são inteligentes optaram pelo melhor.

Abração e ótimo final de semana a todos

Paulo Curvello

Balneário Camboriú

Atual campeão brasileiro

curvell@terra.com.br

Palhaço do outro lado,por Paulo Curvello

Corre na internet insultos , ofensas e todo tipo de crítica ao humorista tiririca.
Francisco Everardo Oliveira Silva, seu nome verdadeiro, é candidato a deputado federal por São Paulo.
Até o Ministro do Cultura, Juca Ferreira criticou o humorista , que em uma de suas tiradas se auto intitula “Ô abestado” e fala que “vote no tiririca , pior que está não fica”.
Para uma câmara que já teve mensaleiros, sanguessugas, dinheiro na cueca, na meia e hoje em dia ainda abriga um Maluf, um tiririca a mais ou a menos não muda nada.
Aliás, ele será um legítimo representante nosso lá, pois será um palhaço do povo, que passará para o outro lado.

Paulo Curvello
Balneário Camboriú
curvell@terra.com.br

Algumas perguntas

Pergunta que eu faria para o Serra: O senhor votou contra ou a favor da emenda da reeleição para os cargos executivos?

Pergunta que eu faria para a Dilma: A senhora aconselha o terrorismo para quem achar que o governo é entreguista?

Para Marina Silva: A senhora vai voltar para o PT depois das eleições?

Milton Wendel

Será...

...Que a torcida jequeana irá votar naquele candidato que afundou o clube???

Acredito que...

...Dessa vez o Jec conseguirá subir de divisão com as próprias forças...No caso,sem a ajuda das forças da natureza ou do sobrenatural.

Maracujá na Arena Joinville

Com as chuvas do início do ano e com o excesso de jogos, o campo da Arena Joinville ficou todo esburacado e a administração jogou areia nos buracos; uma solução de emergência. Agora a areia misturou com a terra e o solo ficou arenoso. Maracujá gosta de solo arenoso. Se o JEC for eliminado da série D, dá pra plantar uma safra de maracujá e colher antes do início do campeonato estadual de 2011.

Milton Wendel


O olhar sempre atento do Milton Wendel

Tenho perguntado por aí e ainda não encontrei resposta: Por que nos táxis as crianças não precisam de cadeirinha?

Milton Wendel

O Brasil endividado

A dívida pública brasileira está chegando perto de 2 trilhões de reais. Ela aumenta praticamente 1 bilhão de reais por dia. A dívida externa brasileira está chegando em 300 bilhões de dólares. As exportações brasileiras sofreram uma forte retração e se concentraram em produtos primários como soja em grão, folha de fumo e açúcar grosso. Os preços das tarifas públicas, no Brasil, são os mais altos do mundo, também por causa da maior carga tributária do mundo. O brasileiro paga cerca de 5,6 mil reais por ano em impostos e tem um retorno de cerca de 400 reais, na forma de serviços públicos de péssima qualidade.

E ainda tem gente que acha que o governo é bom. O Brasil é um país estranho.

Milton Wendel

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Lixo muuuuuito caro...

O incêndio em uma distribuidora próxima a Udesc ocorreu no início do mês de fevereiro.Mas o lixo decorrente do sinistro ainda continua depositado no pátio da empresa.O mal cheiro e a reclamação dos moradores é grande.O problema é o alto custo para se livrarem do lixo...Quem é que irá pagar a conta??? Muita gente prometeu tanta coisa na época...Sumiram.

70 anos de América Latina

No dia 3 de setembro aniversariou um importante nome do jornalismo e da literatura latino-americanos: o uruguaio Eduardo Galeano completou 70 anos de vida. E, com a data, celebrou-se também sua importante contribuição para o imaginário social dos povos da América Latina, além do marcante papel na luta contra o regime militar uruguaio, que durou de 1973 a 1984.

Por André Rossi
Colaboração:Werner Leber

Os roteiros...Clique para ampliá-los



Associação de Moradores pede mudança no itinerário de linha de ônibus

A Associação de Moradores e Amigos do Bairro Floresta, legítima representante da comunidade residente na região do bairro Floresta em Joinville, vem a público repudiar a ação da Empresa Gidion S.A e da Secretaria de Infra-Estrutura Municipal, em realizar a alteração do roteiro da linha 7014 Nilo Peçanha.
Nossa atitude deve-se aos seguintes fatos:
  • A mudança ter sido feita sem que tenha sido realizada enquete com a comunidade. A empresa afirmou no jornal que fez a enquete, mas os usuários que utilizam o transporte principalmente no horário de pico afirmam não terem sido questionados sobre o assunto, o que torna isso uma falta de democracia, uma vez que são eles os usuários que sabem o que é melhoria ou não para todos.
  • A falta de informação pré-alteração. Segundo os usuários, antes da alteração não foram colocados no interior dos coletivos folhetos explicativos sobre a mudança, fato negado pela empresa. Entre a palavra da empresa e a palavra maciça da comunidade, a Associação fica com a comunidade, pois foi ela a única prejudicada com o aocntecido.
  • No primeiro ponto que o coletivo parava na rua Copacabana centenas de usuários que moram na região do Nova Brasília usavam o coletivo para suas atividades, e que ficaram agora a ver navios.
  • A rua Presidente Nilo Peçanha é local residencial de pessoas de vida financeira mais humilde e simples, ao contrário da Avenida Antonio Ramos Alvin, que é local de um nível de vida superior, não necessitando do coletivo na porta.
A Associação tem recebido inúmeras reclamações dos moradores da região sobre o acontecido e como representante legítimo da mesma, vai levar as reivindicações até as últimas instâncias, pois entende e reconhece que a comunidade foi a única prejudicada.
A Associação não compreende como uma gestão que afirma ter a participação da comunidade nas suas decisões não ouve nem a comunidade que utiliza o transporte coletivo nos horários de maior movimentação nem tão pouco ouve a Associação de Moradores.
Como prova de que a Associação de Moradores e Amigos do Bairro Floresta busca sempre o bem comum do joinvilense, anexo enviamos três mapas:
1º Mapa do Roteiro Antigo (que passava direto pela rua Presidente Nilo Peçanha);
2º Mapa do Roteiro Atual (que não passa mais pela rua Presidente Nilo Peçanha prejudicando inúmeros usuários do sistema);
3º Mapa de um Roteiro Ideal (iria continuar a atender a Policlínica e o Centro de Idosos e iria atender principalmente os usuários do transporte coletivo que mroam na região hoje prejudicada).
Solicitamos por final, que a linha ao vir pela avenida Antonio Ramos Alvin, entre à direita na rua Colômbia e em seguida na rua Presidente Nilo Peçanha à esquerda, voltando a atender os moradores da região.
Assim sendo, a Associação convida as partes envolvidas para trabalharem na intenção de ouvir a comunidade e realizar trabalhos para o bem da mesma.

Atenciosamente
Fernando Luis da Silva
Presidente da Associação de Moradores e Amigos do Bairro Floresta
47 9963-9014

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

A força de São Paulo

A verdade é que os caminhos da política brasileira nos últimos 16 anos sempre tiveram a influência de São Paulo.FHC pertencia ao PSDB paulista e Lula veio do PT do ABC.Talvez o rumo mude esse ano.

Bons candidatos

Vejo que o Brasil tem bons nomes para a Presidência da República.Os três principais nomes tem experiência de sobra.Não consigo ver os candidatos como vilões...O que irá diferenciá-los é o conjunto,a equipe.O PSDB e o PT possuem um bom elenco.Mas para o Parlamento ,uma renovação seria muito bem vinda.E o(a) futuro(a) presidente(a) sem o Legislativo não fará absolutamente nada.

Dinheiro público para as eleições

O financiamento público é a forma mais justa para divulgar os partidos e os candidatos.A eleição fica mais limpa e não existe disparidade entre os concorrentes.
Nesse ponto as eleições aqui do Brasil estão longe de serem democráticas.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

O avô e o neto

Um frágil e velho homem foi viver com o filho, a nora e o neto de quatro anos. As mãos do homem tremiam, a vista era embaralhada e o seu passo hesitante.
A família comia à mesa, mas, para o avô ancião, aquele era um ato que se tornara bastante difícil: derramava o leite na toalha, os alimentos caiam da mesa para o chão...
A bagunça que se formava foi irritando fortemente o filho e a nora. "Nós temos que fazer algo sobre o vovô", disse certo dia o filho. "Já tivemos bastante do seu leite derramado, ouvindo-o comer ruidosamente, e muito da sua comida no chão".
Assim, o marido e a esposa prepararam uma mesa pequena no canto da sala. Lá o avô comia sózinho, enquanto o resto da família desfrutava o jantar. Desde que o avô quebrara dois pratos, a comida dele vinha servida em uma tigela de madeira.Quando a família olhava de relance na direção dele, às vezes, percebia uma lágrima em seu olhar, por estar só. Ainda assim, as únicas palavras que o casal tinha para ele eram de advertências acentuadas quando ele derrubava um garfo ou derramava comida.
O neto de quatro anos assistia a tudo em silêncio. Uma noite, antes do jantar, o pai notou que seu filho estava brincando no chão com sucatas de madeira. Ele perguntou docemente para a criança: "O que você está fazendo?". Da mesma maneira dócil, o menino respondeu:
"Oh, estou fazendo uma pequena tigela para você e mamãe comerem sua comida quando eu crescer". E voltou a trabalhar.
As palavras do menino golpearam os pais, que ficaram mudos. Então, lágrimas começaram a fluir nos rostos deles. Apesar de nenhuma palavra ter sido falada, ambos souberam o que devia ser feito. Aquela noite o marido pegou a mão do vovô e, com suavidade, o conduziu à mesa familiar.
Para o resto de seus dias de vida, ele comeu sempre com a família. Por alguma razão, nem o marido nem a esposa pareciam se preocupar mais quando um garfo era derrubado, ou o leite era derramado, ou a a toalha ficava suja.
As crianças são relativamente perceptivas. Os olhos delas sempre observam, os ouvidos sempre escutam e suas mentes processam as mensagens que elas observam. Se elas nos vêem pacientemente providenciar uma atmosfera feliz, em nossa casa, para nossos familiares, elas imitarão essa atitude para o resto de suas vidas.
O pai sábio percebe diariamente que o alicerce está sendo construído para o futuro da criança. Sejamos sábios construtores do bem em nossas funções.

Autor:Frei Aldo Colombo

Ranking dos clubes/CBF(Muito interessante!!!)

PosiçãoClubeFederaçãoPontos
1 Grêmio RS 2092
2 Corinthians SP 2079
3 Flamengo RJ 2039
4 Vasco RJ 2031

São Paulo SP 1997
6 Atlético MG 1979
7 Palmeiras SP 1956
8 Internacional RS 1942
9 Cruzeiro MG 1891

Santos SP 1746
11 Fluminense RJ 1658
12 Botafogo RJ 1615
13 Goiás GO 1478
14 Coritiba PR 1473

Guarani SP 1470
16 Sport PE 1463
17 Portuguesa Desp. SP 1366
18 Atlético PR 1320
19 Bahia BA 1318

Vitória BA 1291
21 Náutico PE 1177
22 Santa Cruz PE 1136
23 Paraná Clube PR 1044
24 Ponte Preta SP 1018

Ceará CE 1005
26 Juventude RS 865
27 Remo PA 852
28 Fortaleza CE 711
29 América RN 703

Criciuma SC 688
31 Paysandu PA 655
32 Londrina PR 630
33 Joinville SC 583
34 América MG 577

CRB AL 570
36 Figueirense SC 562
37 Botafogo SP 554
38 Bragantino SP 533
39 Operário MS 532

Desportiva ES 509
41 Avaí SC 491
42 Americano RJ 482
43 América RJ 477
44 São Caetano SP 463

Vila Nova GO 460
46 Gama DF 404
47 CSA AL 393
48 Anapolina GO 387
49 Caxias RS 376
50 Santo André SP 371
51 ABC RN 369
52 Atlético GO 363
53 Tuna Luso PA 357
54BanguRJ339
55 Juventus SP 334
56 Quinze de Piracicaba SP 314
57 Nacional AM 311
58 Central PE 310
59 Moto Clube MA 304
60 Treze PB 271
Veja a relação completa do ranking no site da CBF.

Era um sábado...


...O jogo era Figueirense e Jec,decisão do primeiro turno do Campeonato Catarinense de 1999...Faltando poucos minutos para acabar o jogo,Renato lá de fora da área chuta e marca um golaço para o Jec calando a torcida do Figueirense.Logo em seguida,o árbitro marcou um penalti(na marra) e o clube do Estreito empatava o jogo conquistando o direito de disputar a final do campeonato.O roubo ao vivo para todo estado barriga verde não tirou o brilho do Renato,esse grande atleta que mais uma vez defende o Flamengo na temporada 2010.

Indicação do Paulo Curvello

Pare um pouco...Sei que a vida é corrida...Mas,tire um tempinho e clique no link abaixo...O amigo Paulo Curvello indicou e realmente é muito interessante...A história,a paisagem,a interpretação do artista,enfim um belo vídeo.

A Johnnie Walker e a BBH London contrataram o ator escocês Robert Carlisle para narrar a história da companhia enquanto andava pelas highlands escocesas.


Filmada em um take contínuo (precisou de 40 tentativas até ficar perfeito) esse filme publicitário, realmente, mostra todo o talento do Carlisle enquanto anda e fala o texto ele ainda interage com os fatos ocorridos pelo caminho.
Vale a pena assistir. clique!