domingo, 31 de janeiro de 2010

Mais uma foto do encontro do PC do B de Joinville

Jantar do PC do B de Joinville


O PC do B de Joinville promoveu neste último sábado um jantar para militantes, filiados e amigos do partido. Foi apresentado o filme “Araguaya – Conspiração do Silêncio”, do diretor Ronaldo Duque.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Se tiver recursos...tudo bem,mas...

...Mas e se não tiver???

Governador trará escola italiana para Joinville

Ok!!!Ok!!! Mais uma grande conquista para Joinville...Mas só uma pergunta: Quem manterá essa escola em funcionamento??? Ou será também mais um desespero atrás de recursos a exemplo do que acontece com o Balé Bolshoi ??? Trazer a escola para Joinville é uma coisa...Quero ver é mantê-la em funcionamento...De onde virão os recursos??? Oh!!! Quem poderá me ajudar...Mas um caso para o Chapolin Colorado resolver.

Não podemos nos iludir


Um cara ganhou um carro zero numa rifa...Legal né!!! Leva o prêmio e mostra para sua família todo feliz...O problema é que o veículo precisa de combustível para se movimentar...E agora quem poderá salvá-lo??? Acho que só o Chapolin Colorado.

Governo deve liberar R$ 2,5 bilhões para estoques de etanol

O secretário de Petróleo, Gás e Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia, Marco Antônio Martins Almeida, confirmou nesta sexta-feira que o governo deve liberar este ano, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), financiamento de R$ 2,5 bilhões para formação de estoques de etanol. Ele ressaltou, entretanto, que a palavra final para definição do financiamento cabe ao Conselho Monetário Nacional (CMN).

"Mas ainda há tempo para decidir isso. O financiamento tem que sair antes do início da próxima safra, em abril", disse.
O diretor de Combustíveis Renováveis do ministério, Ricardo Dornelles, que concedeu entrevista junto com o secretário, calculou que, se o financiamento atingir mesmo esse montante, isso significa que as usinas terão condições de fazer um estoque de 6 bilhões de litros, o equivalente a "três meses de consumo no País".

O secretário Almeida ressaltou que, com isso, será possível atingir o equilíbrio nos preços e evitar oscilações na próxima entressafra. Segundo o secretário, no ano passado o governo também ofereceu financiamento aos estoques, mas, na ocasião, as usinas estavam endividadas e não tinham condições de oferecer garantias para os empréstimos.

Fonte:
Agência Estado(28/01/2010)

Vergonha no bairro Floresta


O Vereador Maurício Peixer(PSDB) foi procurado por representantes da
comunidade do bairro Floresta, que se queixam do abandono em que
se encontram várias ruas do bairro, ruas que a Prefeitura deveria
ao menos realizar eventuais roçadas. Os moradores da região
levaram o Vereador para ver a deplorável situação de abandono em
que se encontram várias ruas onde o matagal a vários meses está
invadindo as ruas. Moradores de ruas movimentadas da região
afirmaram nunca terem visto tamanho suas ruas nessa situação.
“Antes com sol ou com chuva sempre vinham e roçavam, agora nem
isso mais está sendo feito. Onde vão os meus impostos?” desabafou
um morador.
Com o crescimento do matagal, o perigo aumenta, tanto para os
condutores de veículos, quanto para os pedestres, sem contar a
possível proliferação de animais peçonhentos, sendo um enorme
perigo principalmente porque a região é na sua maioria formada
por residências, tendo muitas crianças.
O Vereador Maurício Peixer que tem encaminhado para a Prefeitura
várias indicações de obras, inclusive de manutenção na região,
irá levantar o assunto já na primeira sessão da Câmara de
Vereadores e encaminhará à Prefeitura e à Secretaria Regional da
região um pedido de que seja dada uma atenção especial a este
problema, uma vez que são bairros residenciais.

“É responsabilidade da Prefeitura fazer a roçada do mato no
perímetro urbano do município. A comunidade não quer nada de
mais, ela apenas deseja que a atual gestão reverta o dinheiro
pago pelo contribuinte nos seus impostos em melhorias para a
população. Em um local até o telefone público estava tomado pelo
mato, como usar o telefone desse jeito? É o mínimo que a
Prefeitura pode fazer. A comunidade nos procura porque conhece o
nosso trabalho como Vereador e sabe que nós iremos continuar a
fiscalizar e a cobrar da Prefeitura que trate o povo com
dignidade” declarou o Vereador Maurício Peixer.

Décio Góes
Assessoria do Vereador Maurício Peixer
47 9998-5138

O perigoso preconceito dos moradores do São Marcos

Resta saber se toda a população é preconceituosa,ou se essa postura está partindo apenas de um pequeno segmento do bairro que é contrário a construção de moradias populares.Sociólogos,historiadores,psicólogos sociais,poder público,Ministério Público,etc...merecem com certeza estudar a "xenofobia" dessa parte de Joinville...Pelo que sei preconceito é crime no Brasil(ou Joinville não faz parte do Brasil)?!?!?!

Grande partida do Jec...Mais três pontinhos

O Jec fez em Brusque o que todo time que quer conquistar um campeonato deve fazer...O Joinville entrou em campo para derrotar "os adversários"...Ou seja,o Brusque e a arbitragem...Sérgio Ramires e os atletas estão de parabéns.

Para quem gosta de Opala...Escolha o seu preferido

Álcool a R$2,32 aqui em Joinville!!!

Falar o que...o estrago está feito.Não houve planejamento em relação a produção de etanol no Brasil...Empresário quer é ganhar dinheiro,não quer fazer caridade...Para isso tem o Natal...A verdade é que o Governo Federal em 2010 está sofrendo um grande desgaste...e vai refletir lá na frente...Os usineiros não estão nem aí com o governo e muito menos com o povo...Sem falar que o governo é o maior beneficiado com o que arrecada com os impostos dos combustíveis.

A cidade é...

Beirute...a bonita capital do Líbano.

Os fantasmas pré-eleitorais

Chegou 2010, ano eleitoral, e com ele, já despontam as primeiras tentativas desesperadas de se conseguir um lugar ao sol, seja em Florianópolis ou Brasília.
Um exemplo disso é o programa que estreou na TV Brasil Esperança. A nova “atração” preenche a telinha com as faces de Léo Saballa e do saxofonista, aprendiz de político, médico e agora apresentador de TV José Aluisio Vieira, o Xuxo.

O que chama atenção no espectro televisivo é o fato de que os espaços destinados aos comerciais, ou “apoios culturais”, são todos da Fundação Pró Rim, instituição dirigida pelo próprio Dr. Xuxo.

Fonte:Joinville como ela é(28/01/2010)

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Qual o nome dessa cidade???

Frase...da coluna do Prisco

"Em política, ou se trai o país ou o eleitorado. Prefiro trair o eleitorado".

Charles De Gaulle, ex-presidente da França.

Fonte:Blog do Prisco(22/01/2010)

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Intrigas no trabalho (Parte II)

A pedagoga Cristina Lemos sofreu a situação na pele. A rasteira que levou foi da pessoa que ela considerava sua melhor amiga. "Trabalhávamos juntas e ela não suportou a minha promoção. Não era nem pelo salário, que não era muito maior que o dela, mas pelo pseudo status que o cargo poderia proporcionar", conta.

A internet pode ser uma arma e tanto para os fofoqueiros. "Quanto mais rápido a intriga for veiculada, mais rápidos os seus efeitos. Veja, por exemplo, uma fofoca "jogada" na internet ou veiculada por e-mail com que rapidez atinge as pessoas", exemplifica Wagner. E abra os olhos quando perceber que o veneninho está sendo incentivado pela chefia. "Existem chefes que estimulam a fofoca no ambiente de trabalho como forma de controle. Isso não funciona, pois gera um clima de instabilidade emocional e fragilidade nas relações", ratifica Wagner.

Fonte:www.hotmail.com(26/01/2010)

Intrigas no trabalho

Quem nunca se deixou levar por uma fofoquinha???

Ambiente de trabalho deveria ser sempre harmônico. Afinal, salvo raras exceções, é lá que as pessoas passam, pelo menos, um terço do dia. Como tempo é bastante corrido e no dia a dia são incluídas tantas atividades, há aqueles que têm mais contato com os colegas do que com a própria família. Mas nem sempre a paz é selada nas empresas. O motivo? A intriga, antiga arte de destruir reputações por meio de mentiras ou meias verdades.

E se você é homem e disparou um "isso é coisa de mulher", enganou-se. Foi-se o tempo em que o disseminador da discórdia era o sexo feminino. "Hoje os homens também estão se sobressaindo no assunto", esclarece a consultora de carreira da Chess Human Resources, Michele Gelinski.

“Existem chefes que estimulam a fofoca no ambiente de trabalho como forma de controle. Isso não funciona, pois gera um clima de instabilidade emocional e fragilidade nas relações”


Tem bruxo contra o novo shopping???


Infelizmente tem. Agora querem polemizar a construção do novo shopping??? Eita capitalismo selvagem!!!

Poder ecônomico por trás das denúncias do novo shopping,um texto de Toninho Neves

O fato de uma ONG de Porto Belo ter feito a denúncia contra a construção do novo shopping de Joinville, sob a alegação de que a construção teria sido feita em cima de dois córregos d'água, levanta a suspeita de uma disputa acirrada nos meios econômicos da cidade.
Alguém óbviamente trouxe a ONG de fora para fazer a denúncia.
Alguém quer melar a inauguração do novo shopping no dia 9 de março.
A Fundema, em 2008 autorizou o inicio da obra, num terreno onde anteriormente uma imobiliária de Joinville iria implantar um loteamento de luxo.
A imobiliária acabou se associando ao shopping, permitindo então a construção do mesmo, muito embora exista na justiça um passivo judicial, da tal ONG de Porto Belo.
Este colunista não tem procuração para defender este ou aquele grupo, mas causa estranheza que durante a fase do loteamento ninguém levantou qualquer suspeita sobre o terreno, mas tão logo foi decidida a construção do shopping, iniciaram os ataques ao novo empreendimento.
A Fundema vai fazer nesta quarta e quinta-feira, uma peritagem no terreno em busca, quem sabe, dos tais córregos, que estão colocando em risco um grande investimento em Joinville, que vai gerar emprego e renda na cidade.
Só para recordar, por causa de um córrego também foi inviabilizado um ginásio de esportes no bairro do Boa Vista, alguns anos atrás.
As hienas, travestidas de ambientalistas, estão rindo até hoje ,pelo estrago feito contra o desenvolvimento do esporte e do lazer em Joinville.

Por fim a pergunta que não quer calar: a quem interessa prejudicar a inauguração do novo shopping?

Fonte:www.toninhoneves.com.br (26/01/2010)

SEGURANÇA PÚBLICA – UMA REFLEXÃO

O artigo de publicado no dia 26/01/10 sobre o aumento da criminalidade em Santa Catarina é correto. Também é correto o motivo citado pelo autor como sendo um fator gerador deste aumento a falta de policiais militares nas ruas. De fato, a confusão por parte das instituições públicas na interpretação do novo código de trânsito pode ser um dos motivos, no entanto não é o único. Senão vejamos:

Qual o número de policiais militares atualmente em Santa Catarina? Acaso este efetivo é o suficiente para o trabalho ostensivo?

Uma simples comparação com décadas anteriores nos fará ver que a atual contingente da Policia Militar é mesmo da década de 80, em contrapartida a população de SC saltou de 3 milhões de hab. para 6 milhões neste período. O resultado é a diminuição da presença ostensiva da Polícia e o conseguinte aumento da criminalidade.

No entanto, além do aumento da criminalidade, outros problemas advindos da falta de efetivo acontecem, visto que, como forma de minimizar o pequeno número de policiais, comandantes sobrecarregam seus subordinados (Praças) com escalas extras, ultrapassando inclusive o limite legal de 40 horas extras pagas pelo Estado (conforme a lei 137/95) e em assim fazendo obrigam seus subordinados a trabalharem de graça para o Estado, prejudicando seu merecido descanso e sua saúde física e mental sem o devido pagamento das horas excedentes trabalhadas.

O efetivo é pequeno, todos sabem, ocorre que este fica menor a cada dia com medidas como a criação desenfreada de Batalhões por toda a Santa Catarina, pois para cada unidade inaugurada, um sem número de policiais é tirado das ruas para trabalhos burocráticos. Em verdade a criação de Batalhões beneficia apenas uma categoria que com tal medida tem sua carreira por demais oxigenada.

A verdadeira reflexão que se faz necessária deve ser acerca do modelo de segurança pública como um todo e não sobre temas pontuais e específicos. Ainda não é tarde para que a sociedade reveja o modelo atual e influencie para que mudanças sejam adotadas.

Sd Elisandro Lotin de Souza

Vice- Pres. Da Aprasc - Regional Norte


Criminalidade, uma reflexão, por Marlon Jorge Teza

Se analisados os números que refletem os índices de criminalidade nos centros urbanos, facilmente notamos que todos eles cresceram, de forma assustadora, a partir do ano de 1998, e de lá para cá somente indicam aumento com algumas e particulares exceções. Também é de domínio público que a ausência física e ostensiva da polícia ocasiona um terreno fértil para a ação de desordeiros, elevando, como consequência, todos os índices de criminalidade.

Mas quais os motivos que levaram, então, à diminuição da presença ostensiva da Polícia, no caso em estudo, a da Polícia Militar, que possui a missão Constitucional de realizar a “Polícia Ostensiva e a Preservação da Ordem Pública”? Após minuciosa análise constata-se com facilidade que há ligação íntima com a entrada em vigor em 1998 da lei 9503/97 que instituiu o novo Código de Trânsito Brasileiro, o qual municipalizou em grande parte a administração do trânsito nos centros urbanos.

As instituições públicas, em especial as polícias militares e os municípios confundiram o espírito da nova lei, pois as primeiras acharam que, agora, de certa forma, estariam desoneradas da responsabilidade de fiscalizar o trânsito, e os municípios, muitos deles vendo uma oportunidade para arrecadar, acharam que, agora, tudo relacionado ao trânsito era de sua responsabilidade e competência. Os resultados dessa infeliz e errônea interpretação foram imediatos, ou seja, menos polícia ostensiva nas ruas, mais criminalidade.

Ainda não é tarde para agir no sentido de realinhar todas as instituições envolvidas na questão para que a polícia ostensiva volte às ruas cumprindo, assim, seu desiderato constitucional, e reconquistando o terreno perdido.

* Coronel PM/SC, presidente da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais


Colaboração:

Sd Elisandro LOTIN de Souza

Vice Pres. da APRASC (Associação de Praças de SC)

Regional Norte

Pensamento

Os partidos continuam tendo ideologias...Mas alguns políticos(ou seriam a maioria???) com certeza não estão nem aí para a cartilha das siglas.

O cenário para 2012 (conjecturas)

Vejo que a briga em 2012 não será de partido contra partido...mas interna ...dentro dos próprios partidos...Por que faço essa leitura??? É simples...Kennedy Nunes será o candidato natural do PP (caso ganhe a eleição para deputado em 2010)...O PMDB lançará com certeza um candidato a prefeito(só não se sabe quem)...O PDT terá novamente Rodrigo Bornholdt...O PSDB sinceramente não sei...Talvez Tebaldi novamente??? Quem sabe...A briga mais interessante será dentro do DEM...Caso Darci de Matos ganhe para deputado estadual...é o nome mais forte da sigla...Mas digamos que Patrício Destro seja eleito deputado federal??? Aí o cenário muda...Caso o vereador democrata ganhe para deputado federal...com certeza,ele será o nome do DEM para concorrer a prefeitura em 2012...Uma chapa entre DEM e PSDB seria muito forte...Tudo depende da eleição desse ano...e com certeza do sucesso ou do insucesso da administração de Carlito Merss.

O futuro político de Joinville

2008 foi um momento histórico em Joinville...O PT assume pela primeira vez o governo municipal...Os mais detalhistas dizem que não foi o PT,mas sim Carlito Merss...Carlito ganha a eleição num primeiro momento só com o apoio do PR...No segundo momento...com o apoio de um partido de direita(PP), os partidos de centro(parte do PMDB,PPS e PV) e as agremiações mais a esquerda(PDT e PC do B)...Por enquanto a administração não tem uma cara...Vamos ver se a partir de 2010 isso acontece.

Rogério Giessel escreve o seguinte...sobre o texto: 2000 à 2009...Os 10 anos perdidos em Joinville

Olá Juliano!

Você só esqueceu do ônus do governo municipal.

Att,

Rogério Giessel

Resposta ao amigo Rogério Giessel: Com certeza Rogério...esqueci o ônus do governo municipal...Ok!!!

Escola Arnaldo Moreira Douat terá seu ginásio

Sim...Depois de muito tempo...a grande escola do bairro Costa e Silva terá seu ginásio de esportes...Não só o Arnaldo...mas outras cinco escolas de Joinville também terão esse equipamento...Ufa!!! Demorou...Mas agora sai...


Ótima notícia...

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional (SDR) – Joinville abriu processo licitatório para a contratação de empresas para executar diversas obras. Entre os investimentos estão a construção de seis ginásios de esportes nas escolas estaduais da região Norte, a reforma geral da Ala de Internação “E” do Hospital Regional Hans Dieter Schmidt, em Joinville, e ainda reforma em unidades escolares.

PSDB apoiando PP ???

Não estranhem se o PSDB apoiar o PP na eleição para governador...Muito tucano que está escanteado fará isso(alguns já estão fazendo discretamente).

A impunidade tira voto também

Menores de 18 anos fazendo barbaridades por aí...A polícia prende,a justiça solta e cada vez mais a violência aumentando...Não é só nas camadas mais humildes...O jovem da classe média também está envolvido com a criminalidade,isso não é mais novidade...A falta de punição a esses crimes também tirará voto do PT.

Preço do álcool fora de controle...tira voto de Dilma Rousseff

A disparada no preço do álcool com certeza vai interferir na hora do brasileiro escolher seu futuro presidente...Se o Brasil não estava preparado para o grande consumo de etanol...então que o governo federal não incentivasse a venda de modelos flex...É o chamado vôo da galinha.

2000 à 2009...Os 10 anos perdidos em Joinville

Sim...Coisas absurdas são consideradas normais em Joinville...A infraestrutura segue a passo de tartaruga...O Complexo Ulisses Guimarães nunca é finalizado,apesar de ter sido inaugurado mais de três vezes...A Arena Joinville foi construída em curto espaço de tempo...e hoje mostra falhas em sua estrutura...O aeroporto capenga...e ainda tem gente da imprensa querendo fechá-lo...A improvisação no trânsito da cidade...Aquela vergonha chamada de Centreventos...sem esquecer a Expoville...Juntando-se a tudo isso a incompetência de nossos deputados e o despreso do governo do estado que insiste em tratar Joinville como se fosse uma cidade pequena...Para finalizar um bando de puxa-sacos que aplaude tudo isso e que só olha para o seu mundinho...Meros vassalos de uma Joinville feudal.

domingo, 24 de janeiro de 2010

Sobre o novo shopping

Por que essas denúncias contra a construção do novo shopping não foram feitas no inicio de sua construção??? Agora,faltando poucos dias para a abertura do grande empreendimento da zona norte da cidade surgem os boatos,ou melhor,os fofoqueiros de plantão a mando de alguém.A dinâmica de Joinville vai mudar.O novo shopping tirará com certeza o movimento do centro da cidade.O tradicional comércio de rua não irá perder em nada.Mas alguém irá perder.Aliás,já estão perdendo.

Mui amigos!!!

Quem está rindo a toa com a situação do vice-governador Leonel Pavan é o DEM e o PMDB..."Mui amigos"!!! Era tudo que os democratas e peemedebistas queriam,ou seja: acabar de vez com o sonho de Pavan disputar o governo do estado em 2010.

Maioridade penal para 14 anos...da coluna do Prates de hoje

Não grite!

Agora é assim. Dia destes, o treinador Celso Roth, então à frente do Grêmio, gritou forte contra um guri molenga que joga tricolor, foi num treino. Quem já viu treinos de futebol sabe que os treinadores gritam, xingam, advertem, perdem os cadernos em muitos momentos. Faz parte, é do jogo. Aliás, acontece o mesmo em gravações de novelas, em ensaios teatrais, em muitos lugares. Quem grita grita para chamar a atenção, para melhorar performances, para corrigir erros, etc, etc.

Não é por maldade, é uma inerência a certas atividades. Dengosos não têm vez nesse jogo. O treinador do Grêmio, porque xingou o molengão, foi, por sua vez, duramente advertido pela direção do clube. Agora é assim. O treinador não pode gritar com um perna-de-pau, com um corpo mole, ai dele se o fizer. É crime contra o odioso politicamente correto. Vale para professores em sala de aula. As professoras estão sendo “aleijadas” dentro da classe e ai delas que revidem. As maloqueiras, os vagabundos de todas as classes sociais não podem ser punidos. Dia destes, no telejornal Hoje, da Globo, tratavam de um caso de agressão a uma professora e foi dito que o agressor estava cogitado para ser expulso. A boboca que apresenta o telejornal, conversando com um”professor” barbudo, dito filósofo, disse que não.

– Não, expulsão não, não é, professor?

Claro, não foi a boboca que levou a surra, não foi um filho dela. É o fundo do poço, treinadores de futebol não podem mais xingar os molengas do correr a não chegar... Se o fizerem serão advertidos por diretores pífios, bobões medrosos da torcida. Professores são desautorizados, enquanto muitos bandidos são considerados jovens, crianças, e a merecer medidas”socioeducativas”.

Na minha delegacia, eu tenho para esses caras boas medidas socio-educativas, tão boas que eles nunca mais as esquecerão... Vão virar boa gente na hora, na hora, voltarão até a ir à missa...Dia destes, contaram num telejornal da noite que um safado, em São Paulo, assaltou um rapaz. Roubou-lhe o que pôde. Isso era por volta das 22h. O ladrão foi preso pela polícia às 3h. Foi solto em seguida. Sabes por quê? Porque quando ele fez o assalto tinha, ainda, 17 anos... E quando foi preso, já no dia do aniversário, tinha 18.

Para a “Justiça” o que valeu foi o dia do assalto, quando ele ainda tinha 17 anos, cinco horas antes. Pode isso? É preciso que a maioridade penal seja reduzida para 14 anos imediatamente. Mas vá dizer isso aos beatos. Esses detestáveis só mudam de ideia quando são eles as vítimas. Hipócritas.

Assino embaixo...Prates!!!

Fonte:Luiz Carlos Prates,Jornal Diário Catarinense(24/01/2010)



Que legal!!! Fiquei honrado

Quero agradecer as sinceras palavras de um empresário ou melhor um grande cidadão joinvilense que me telefonou...Me elogiou,fez algumas críticas,mas com toda sua sabedoria me deu bons conselhos...Não esperava receber esse telefonena...Isso é a prova da força da internet...e o melhor de tudo...que pessoas querem o bem de Joinville.

O totalitarismo

O totalitarismo ocorreu no decorrer do século XX em alguns países...tanto socialistas como capitalistas...A ex-URSS e a Alemanha de Hitler são alguns exemplos.A própria América do Sul teve algumas "experiências" com o apoio do "democrático" Estados Unidos.Os governos ditavam as regras...tinham o controle da sociedade e como conseqüência dos meios de comunicação...Com a volta a "democracia" a liberdade de expressão foi sendo conquistada aos poucos...Mas que liberdade de expressão existe na prática nos meios de comunicação do Brasil??? Vejamos: Em nível nacional podemos criticar o presidente Lula??? Com certeza...A imprensa a todo momento está em cima do presidente...O Congresso Nacional é a mesma coisa...Tem a TV Câmara,a TV Senado...e por vai...A todo instante vemos os desmandos dos deputados e senadores...Mas também temos que fazer justiça...Não vemos divulgados os bons trabalhos dos parlamentares na imprensa...Hoje o totalitarismo não é mais o de Estado...O que existe hoje é o totalitarismo dos meios de comunicação,isso sim...Uma forma de dominação que divulga uma programação mediocre...onde o único objetivo é o de ganhar dinheiro de imediato...É por esse motivo que as grandes redes de comunicação estão preocupadas...Não é o governo que irá ditar as regras...É a sociedade civil organizada que irá fiscalizar o nível de programação e do conteúdo da comunicação brasileira.

sábado, 23 de janeiro de 2010

Perigo,da coluna do Paulo Alceu

O governo do Estado corre o risco de perder recursos federais porque está inadimplente com a Secretaria Nacional de Segurança Alimentar. Não prestou contas da aplicação de R$ 3 milhões do programa de cozinhas comunitárias. Não resolvendo até 28 de janeiro, não poderá assinar convênios.

Fonte:Coluna do Paulo Alceu,Jornal Notícias do Dia(20/01/2010)

Deputada Angela Amin visita Prefeito Carlito Merss


A deputada federal Angela Amin fez visita de cortesia ao prefeito de Joinville, Carlito Merss, nesta última quinta-feira.

Fonte:Secretaria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Joinville(21/01/2010)

Posso receber os três benefícios?

As famílias em situação de extrema pobreza podem acumular o benefício básico, o variável e o variável para jovem até o máximo de R$ 200,00 por mês.

Fonte:www.caixa.gov.br

Quem tem direito ao benefício básico, ao variável e ao variável para jovem?

O benefício básico é concedido às famílias em situação de extrema pobreza. O valor deste benefício é de R$ 68,00 mensais, independentemente da composição e do número de membros do grupo familiar. Já o variável é concedido no valor mínimo de R$ 22,00 e beneficia famílias pobres e extremamente pobres que tenham, sob sua responsabilidade, crianças e adolescentes na faixa de 0 a 15 anos, até o teto de 3 benefícios por família, ou seja, R$ 66,00. O benefício variável para jovem é concedido às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, que possuam, em sua composição familiar, adolescentes de 16 e 17 anos matriculados na escola. Cada benefício concedido tem o valor de R$ 33,00, podendo ser acumulados até dois benefícios por família, no total de R$ 66,00.

Deixo de receber outros benefícios como Bolsa Escola e Auxílio-Gás se me cadastrar no Bolsa Família?

O Bolsa Família unificou esses benefícios, portanto as famílias integradas ao programa deixam de receber os benefícios do Bolsa Escola, Bolsa Alimentação, Cartão Alimentação e Auxílio-Gás e passam a receber exclusivamente o benefício Bolsa Família.

Onde posso me cadastrar???

As Prefeituras Municipais são responsáveis em cadastrar, digitar, transmitir, manter e atualizar a base de dados, acompanhar as condições do benefício e articular e promover as ações complementares destinadas ao desenvolvimento autônomo das famílias pobres do município.

Quais os objetivos do programa Bolsa Família???

O programa Bolsa Família tem por objetivos combater a fome e promover a segurança alimentar e nutricional; combater a pobreza e outras formas de privação das famílias; promover o acesso à rede de serviços públicos, em especial, saúde, educação, segurança alimentar e assistência social.

Quem pode se beneficiar do Bolsa Família?

A população alvo do programa é constituída por famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza. As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda per capita de até R$ 70,00 por mês. As famílias pobres são aquelas que têm a renda per capita entre R$ 70,01 a R$ 140,00 por mês, e que tenham em sua composição gestantes, nutrizes, crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

Fonte:www.caixa.gov.br

O futuro de Pavan:O que pensam os três deputados estaduais de Joinville???

Darci de Matos(DEM): indefinido
Kennedy Nunes (PP): indefinido
Nilson Gonçalves (PSDB): não localizado

Fonte:Jornal A Notícia(23/01/2010)

MUDANÇAS NO TRANSPORTE

A Prefeitura de Joinville fará licitação, no próximo ano, para o serviço de transporte de ônibus urbano. O edital deverá ser conhecido depois da pesquisa “Origem-destino de usuários de ônibus”, que será feita neste quadrimestre por empresa criciumense. Está certo que haverá mudança no sistema de arrecadação do sistema de transporte urbano. “A arrecadação será feita por uma empresa pública, em substituição à Passebus. Como é em Curitiba, Belo Horizonte, Goiânia”, diz o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Joinville, Luiz Alberto de Souza. A empresa a ser criada vai remunerar as companhias que ganharem a concorrência. O modelo da licitação (por lote ou por linha) será definido oportunamente.

Fonte:
Claudio Loetz,Jornal A Notícia(23/01/2010)

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Neblina em aeroporto


Se neblina fosse problema para aeroporto...Londres não poderia ter um.

Calma jequeanos

Querem derrubar o Ramirez...aí é complicado...Ontem tinha comentarista político e de variedades querendo derrubar o técnico do Jec...Sem comentários.

O mote da campanha...

Quando se candidatou pela primeira vez ao governo do estado...Luiz Henrique dizia que Joinville precisava da ajuda do governo do estado...Aliás!!! LHS devolveu o hospital regional e a maternidade Darci Vargas para o estado...

Agora a imprensa de Joinville não se lembra disso???Dizem que quem tem que dar um jeito na cidade é apenas o prefeito...Quer dizer que agora não precisamos mais da ajuda do governo do estado??? Mudou tanto assim...nos últimos dez anos...é isso???

Fogo amigo ou mais uma farça sensacionalista

Sim...se o governador Luiz Henrique está empenhado na construção do aeroporto de Araquari...é porque ele não está nem aí para Joinville...Ou seja...Quem deveria fazer o possível e o impossível para ajudar a maior cidade do estado a ter um grande aeroporto não está fazendo absolutamente nada...É o conhecido fogo amigo...Joinville não merece isso.

Ou...Pra mim...vou ser bem sincero...Acredito que essa onda chamada Aeroporto de Araquari...é só para deixar um certo candidato a deputado estadual em evidência...Só pode ser...

E a imprensa de Joinville...ainda apóia essa idéia...Sem comentários.

Jabá!!! Jabá!!! Jabá!!!

E aqui em Santa Catarina...


Leva fácil...fácil...O PP com a Angela Amin...Pode ter certeza.

Se a eleição fosse hoje...José Serra ganhava


Com certeza o PSDB levaria a eleição para a presidência do Brasil...Os combustíveis estão subindo demais.

Homenagem a Leonel Brizola


O PDT realiza nesta sexta-feira homenagem ao ex-governador Leonel Brizola pela passagem do seu aniversário, no Rio Grande do Sul. Morto em 2004, o líder nacional do PDT completaria 88 anos hoje, 22 de janeiro. A homenagem em Capão da Canoa acontece às 19h. A iniciativa é do presidente nacional do PDT, deputado Vieira da Cunha, e do presidente estadual, Romildo Bolzan Jr. Em São Borja, será realizada sessão solene na Câmara Municipal, com a presença da vereadora de Porto Alegre, Juliana Brizola, e visita ao Cemitério Jardim da Paz.

Fonte:Rede PDT (22/01/2010)

Quanto ao Jec

O Jec está muito bem...O clube está pensando lá na frente...E o melhor de tudo...não está dando bola para determinados setores da imprensa.

Brusque motivado

O Brusque está motivado...É o efeito Viola...Até agora o time que mais soube se promover.

Meu medo é o Figueirense

Precisamos ficar de olho no Figueirense...O Figueirense não tem time...A imprensa tem que ficar de olho na arbitragem.

Avaí...

Ao natural...o Avaí vai crescer na competição...Mas o clube da capital está preocupado com outras competições...Não vejo motivação no Avaí para conquistar o título de 2010.

O Criciúma...

Futebol sem grana...ninguém faz...O Criciúma virou uma bagunça...Os bastidores vão interferir com certeza dentro de campo.

O bicho papão do campeonato

Com certeza é a Chapecoense...O time do oeste é o grande favorito para ganhar o campeonato...Depois...o Jec.

Quem é quem no Campeonato Catarinense de 2010

Figueirense está sem dinheiro...acabou a regalia.Mas tem ainda muita força política...Foi favorecido no primeiro jogo contra o Imbituba e ontem também foi beneficiado com um penalti que não existiu contra o Brusque...Menos mal que o Brusque ganhou.

Shopping Müller foi construído sobre o Ribeirão Mathias

Sim...se fosse para seguir a lei...nem o Shopping Müller poderia existir naquele local...

(...)O ribeirão(Mathias) corta as ruas Euzébio de Queiroz, Aquidaban e Visconde de Taunay. Neste trecho ele é canalizado apenas quando encontra um edifício à sua frente. Volta a se esconder embaixo da Metalúrgica Wetzel, no estacionamento do Shopping Mueller e no Auto Posto Itacolomi, seguindo aberto num pequeno trecho, e depois é novamente canalizado embaixo de todas as lojas comerciais que ficam no lado esquerdo da rua Nove de Março, passando pelo terminal de ônibus e praça da Bandeira, até desembocar no Cachoeira. Seu curso normal não foi alterado, apesar do crescimento desordenado da cidade.
Conforme os engenheiros, existe um pré-projeto para desviar a canalização do rio pela rua Jerônimo Coelho. "Os recursos necessários para esta obra, que garantiria uma segurança maior à população, são extremamente altos, o que inviabiliza o projeto", diz Cassiano. Para surpresa de muita gente, a cidade de Joinville foi construída sobre uma série de bacias hidrográficas, mais de 20 ao todo(...)

Fonte:Jornal A Notícia(23/06/2000)

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Pequeno comentário

No editorial,o jornal critica a postura da Prefeitura colocando que o executivo municipal persiste no erro ao seguir a risca o Código Florestal brasileiro.Já na matéria sobre o Jardim Iririú,o jornal reporta a difícil situação vivida pelos moradores que convivem com as enchentes.Caramba!!! A Prefeitura quer obedecer a legislação federal justamente para evitar esses problemas que ocorrem no Jardim Iririú.O poder público sabe dos problemas que as famílias passam quando as águas invadem suas casas.Resumindo: O próprio jornal trás uma excelente matéria mostrando o motivo da FUNDEMA preferir obedecer o Código Florestal Federal...Ou seja: evitar os transtornos em decorrência das chuvas e da subida da maré.

Agora a segunda reportagem

JARDIM IRIRIÚ: Moradias sofrem com cheias

Dinilson Vieira
dinilson@gazetadejoinville.com.br
O maior desafio da Prefeitura de Joinville para melhorar a qualidade de vida no Jardim Iririú, que tem cerca de 22 mil habitantes, é apontar possíveis soluções para os cerca de mil domicílios, de um total de cinco mil do bairro, situados abaixo do nível de ruas e que sofrem em dias de chuva forte. Quando o céu começa a escurecer, sinalizando que vai cair água, moradores já começam a levantar móveis e eletrodomésticos para evitar maiores prejuízos, pois sabem que as enchentes são inevitáveis.

O problema aumenta se a chuva coincidir com a maré alta no mangue que faz ligação com a lagoa do Saguaçu e cerca boa parte do bairro. Com a maré subindo, a rede de água pluvial não tem a força de gravidade mínima para fazer o despejo no mangue. Com isso, a água retorna às casas pela própria tubulação. Uma das estratégias adotadas por algumas famílias foi criar barreiras nos portões e instalar bombas que transferem a água de quintais para a rua.

“É um problema difícil de ser resolvido e depende menos da Prefeitura e mais dos moradores, que precisam investir para levantar as casas acima do nível das ruas”, diz Celito Alves, secretário regional do Comasa, unidade administrativa municipal que cuida do Jardim Iririú. Em uma recente chuva forte, a casa 1.862 da rua Tabatinga, localizada a mais de 500 metros do mangue, teve a água subindo quase um metro nas paredes.

Fonte: Gazeta de Joinville(21/01/2010)

Gazeta de Joinville publica duas matérias contraditórias

Primeiro é o editorial...

EDITORIAL: Insistindo no erro

A diferença de quem erra para quem persiste no erro vai alem da questão de inteligência. Muitas vezes, ao invés de mostrar burrice esta insistência denota claramente uma intenção premeditada de atingir um objetivo obscuro.

Há poucos meses, o jornal Folha de S. Paulo publicou a foto de uma antiga ficha do DOPS da “TERRORISTA/ASSALTANTE DE BANCOS” Dilma Vana Rousseff Linhares com o carimbo “CAPTURADO”. A lista de crimes atribuídos a ela, na ficha, incluí: “planejamento do assassinato do capitão Charles” e “assalto ao quartel da Força Pública”.

A reportagem gerou grande indignação por parte da blogosfera que apontou falsificações primárias na famigerada ficha de Dilma. A própria ministra Dilma contratou especialistas em analisar documentos e o resultado comprovou que a ficha é falsa. Flagrada num erro grosseiro, A Folha de S. Paulo, ao invés de retroceder reconhecendo o erro preferiu adotar o velho e surrado “veja bem, não é bem assim”.

Outra situação curiosa ocorre em Joinville. Em janeiro de 2008 a prefeitura implantou o código florestal, de 1965, alegando que o Ministério Público, estaria cobrando sua aplicação. Chamado a se manifestar, o MP de Joinville, por duas vezes, declarou que o código florestal “não pode ser usado em áreas urbanas”.

Desde janeiro do ano passado a prefeitura sabe que não pode usar o código florestal dentro da cidade, mas ao invés de retroceder e reconhecer o erro, continuou insistindo nele.

Mesmo agora, que o Tribunal de Justiça de SC endossou em 100% o parecer do MP de Joinville, a prefeitura persiste no erro.

Tanto no caso da Folha, quanto da prefeitura de Joinville, não é uma questão de pouca inteligência. Então, o que os move a desafiar a razoabilidade e insistir tanto tempo nos erros?

Fonte: Gazeta de Joinville(21/01/2010)

Nota fiscal para todos

Por que alguns comerciantes de Joinville se negam a entregar a nota fiscal para o consumidor??? Estranho né!!!

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Chegou 2010 e as motos chegaram junto

Quem pôde comprar uma moto(ou carro) comprou...Nós poderíamos ter um transporte coletivo muito mais atrativo....Foram se passando os anos e nada de novidade...Por isso o transporte individual prevalece sobre o coletivo...Tempo é dinheiro.

Era 1994

Uma forte chuva caía...De repente o ônibus pára!!! Dá-lhe entrar gente...O "zarcão" vai lotado...Todo mundo molhado...Um guarda-chuva todo encharcado molha a calça de um fulano...O dono do guarda-chuva olha todo sem graça para o cidadão e pede desculpas...Lá na frente uma empregada doméstica podre de cansada sede o lugar para um idoso que tinha acabado de sair da Catedral...Na saída do ônibus um trabalhador fala para um outro: Cara ,se eu pudesse ter uma moto...nunca mais andaria de ônibus lotado e atrasado.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

R$6 milhões para Biguaçú???

Ainda falam que Joinville deixou de ser a quinta roda da carroça???Sem comentários...Depois dizem que Joinville está recebendo um bom tratamento do governo do estado??? Joinville, agora, é a ferradura do cavalo reserva,isso sim!!!

R$6 milhões de reais para construção de um Hospital em Biguaçú...Eita!!!

Eles querem o seu precioso voto joinvilense!!! Não vote neles...por favor!!!

Mais uma do Opala

Dicró em Joinville???

Bem que a prefeitura poderia tentar trazer o sambista Dicró para Joinville...Seria uma grande atração para o Carnaval 2010 aqui da cidade...Quem sabe né!!!

Imaginem

O álcool e a gasolina com a Petrobrás(monopólio estatal) já são caros...Imaginem se o petróleo no Brasil caísse nas mãos da iniciativa privada??? Sería como a telefonia,o transporte coletivo,etc...Desde o inicio do plano real as contas telefônicas subiram mais de 600%...Com a Petrobrás é ruim...sem ela seria bem pior.

Bagunça geral

Tem vereador indo para Brasília buscar recurso para Joinville.
Tem deputado estadual fiscalizando o prefeito.
Tem deputado federal que prefere ser secretário estadual.
Aí não dá!!! Cada um no seu quadrado.

Perde ponto

O deputado estadual tem que estar em Florianópolis lutando pelos interesses de Joinville...e não aqui na cidade...Aqui na cidade já existem os vereadores fiscalizando o executivo municipal.

Muito mais interessante

A redução do ICMS sobre o diesel iria beneficiar todo o estado...e não apenas Joinville...Com certeza Kennedy seria bem recebido em todo estado e não apenas em seu reduto eleitoral.

Erro na política de Kennedy Nunes

O deputado estadual Kennedy Nunes(PP) parece que ainda não esqueceu a eleição de 2008...O nobre deputado deveria usar seu cargo para reduzir o ICMS sobre o diesel em Santa Catarina...Essa sim deveria ser a briga de Kennedy...O governador Luiz Henrique transferiu a responsabilidade para o governo federal...aí é fácil né!!! Mas o governador se tivesse realmente vontade política poderia reduzir esse imposto...Tudo bem que Kennedy precisa de uma bandeira para se reeleger deputado estadual...Mas está sendo muito apelativo...

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

As três mosqueteiras


Neto do ex-governador Jorge Lacerda, Tico Lacerda, que foi vice de Ângela Albino (PCdoB) na eleição de Florianópolis, em 2008, parece inclinado a fazer política.Embora discorde do comando do PDT estadual e municipal, Tico continuará filiado ao partido, na expectativa de que se incorpore às forças de oposição em Santa Catarina.

Prova disso que no sábado, em churrasco no Norte da Ilha, Tico Lacerda foi abraçado pelas três mulheres que mais combatem o governo LHS e a tríplice aliança. Na foto, a partir da esquerda, Ângela Albino, senadora Ideli Salvatti (PT), Tico e a deputada federal Angela Amin (PP).

Fonte: Blog do Prisco,Jornal A Notícia(18/01/2010)

Aumento dos combustíveis tira voto do PT

Com certeza...O governo anunciando para todo o planeta o crescimento da Petrobrás e o petróleo da camada pré-sal...O álcool como combustível ecologicamente correto...O incentivo a fabricação do carro flex...E agora esse aumento abusivo no etanol??? Sem comentários...O PT perderá voto com certeza...Aumentando os combustíveis aumenta tudo...é o conhecido efeito dominó...Ou o governo federal (ou o PT)esqueceu que as rodovias federais também cobram pedágio???

Pequeno comentário sobre a entrevista do governador Luiz Henrique para o Jornal A Notícia de hoje

Primeiro parabenizar o jornal A Notícia pela grande entrevista...Boas perguntas...bem objetivas e inteligentes...Quanto ao governador...vamos lá.Respondeu o que já era esperado.Defendeu sua administração.O que resta a quem leu a entrevista??? Tirar suas próprias conclusões.E eu tirei as minhas.Ou seja: A grande obra de Luiz Henrique como governador para Joinville foi o asfaltamento da Rodovia do Arroz que agora está sendo concluida...só isso.No resto...o tratamento dado a Joinville foi fraco...não condiz com a grandeza e as necessidades da cidade.

domingo, 17 de janeiro de 2010

É uma pena

Mas se tirarem os trilhos...acaba o trem em Joinville...Vão sentir falta...É um aviso.

Um carro inesquecível:Opala (clique na imagem para ler...Ok!!!)




Fonte:Opala.com

Estudante ganha processo contra o "Pânico na TV"

A RedeTV! foi condenada a pagar R$ 20 mil de indenização por danos morais a uma estudante pelo uso da imagem dela sem autorização no programa "Pânico na TV". A informação foi publicada pelo site Consultor Jurídico.

Rafaela Almeida foi abordada por dois apresentadores quando estava na praia de Ipanema, na zona sul do Rio, para participar do quadro "Vô, num Vô", no qual uma dupla de humoristas fazia piadas com mulheres na praia.

A estudante afirma que, apesar de ter pedido para não fazer parte do quadro, foi filmada e sua imagem foi exibida em um programa em setembro de 2007. Uma foto sua de biquíni também foi publicada no site do programa.

De acordo com o desembargador Ademir Pimentel, da 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, os integrantes do programa fizeram comentários negativos sobre o físico da estudante e ainda exibiram a figura de um dragão no momento da entrevista, com a música "Lua de São Jorge" como trilha sonora.

"Mesmo os programas humorísticos não podem causar ofensas às pessoas, mormente quando não autorizadas por elas a divulgar a imagem captada, ainda que em espaço público. (...) É o locupletamento à custa de humilhação de pessoa que, em momento algum, anuiu ou se beneficiou com esse tipo de exposição", escreveu o desembargador na decisão.

A emissora foi condenada a pagar R$ 20 mil por danos morais, dobrando o valor da pena imposta pela primeira instância.

Fonte: Folha Online(14/10/2009)

Unimed de Florianópolis é condenada por negar remédio em quimioterapia

A Unimed de Florianópolis foi condenada a pagar R$ 15 mil de indenização por danos morais a uma usuária nesta sexta-feira (15) por não ter fornecido um medicamento auxiliar de quimioterapia.

Planos de saúde vão incluir 70 novos procedimentos em junho
ANS descarta impacto em reajuste após mudanças
ANS vai rever cobertura de procedimentos a cada 2 anos

Segundo o Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Iracema Antunes Batista havia firmado contrato de prestação de serviços médico-hospitalares com a Unimed em 2001. Durante um tratamento de câncer no ovário, ela precisou do remédio Granulokine, que ameniza os efeitos agressivos da quimioterapia, mas a empresa negou o pedido sob argumento de que o plano não cobria esse tipo de serviço.

Ela entrou com ação na Justiça e conseguiu o medicamento, mas a decisão da primeira instância negou o pedido de indenização por danos morais.

A paciente recorreu da decisão e a 1ª Câmara de Direito Civil do Tribunal de Justiça fixou o valor da indenização.

"No momento em que mais necessita dos serviços objeto do pacto, já adoecida e sem forças para travar longos embates administrativos com a cooperativa contratada, vê-se impedida de servir-se do tratamento médico apto a afastar a enfermidade e o risco de vida", afirmou o relator do recurso, desembargador substituto Carlos Adilson Silva.

A Unimed não foi encontrada para comentar o caso neste sábado, mas sua versão será incluída neste texto assim que houver manifestação.

Fonte: Folha Online(16/01/2010)

Colono prevenido

Dando uma volta pela Estrada da Ilha...percebemos a preservação da área rural de Joinville...apesar que a urbanização aos poucos,começa a aparecer nessa bonita região do município...Interessante é que próximo ao Jardim Sofia...existe uma casa antiga grande em estilo enxaimel...que tem o piso alto...bem distante do chão...A estrebaria também é bem alta...A leitura que fazemos é simples...Quem construiu essa casa sabia das enchentes e se preveniu...O correto seria os outros moradores também seguirem o exemplo desse antigo morador...O terreno é perto do rio??? O terreno é mais baixo que a rua...o terreno é próximo a um barranco??? Todo cuidado é pouco...Depois não adianta chorar.

sábado, 16 de janeiro de 2010

Para especialistas, PNDH não limita a liberdade de expressão

Alvo de críticas por parte de entidades patronais de comunicação, o Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH) é apoiado por especialistas na área. Para eles, o plano será um marco regulatório para o País e conterá os excessos contra a dignidade humana. O PNDH foi assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e seguirá para avaliação do Congresso.

Um dos objetivos do plano é regular os meios de comunicação para que mantenham uma linha editorial de acordo com os Direitos Humanos, com punições para os que desrespeitarem as normas. A proposta foi contestada pela Associação Nacional de Jornais (ANJ), Associação Nacional dos Editores de Revistas (Aner) e a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) que afirmam que o plano é uma tentativa de limitar a liberdade de expressão.

Regulação e censura

“No Brasil há uma prática dos empresários atribuírem como censura qualquer possibilidade de ampliar a discussão sobre conteúdo veiculado pela mídia. A proposta nada mais é do que a vontade da sociedade no sentido de exigir que os meios respeitem a dignidade humana”, defende Laurindo Leal Filho, jornalista, professor da ECA/USP e ouvidor da Empresa Brasil de Comunicação.

Laurindo também ressalta que a mesma proposta já estava presente no 1º PNDH na gestão de Fernando Henrique Cardoso e que não há motivos para polêmicas. “Isso é uma prática consagrada no mundo. Eu não sei por que no Brasil se faz tamanho escarcéu sobre algo que deveria ser corriqueiro”, emenda.

Carlos Chaparro, doutor em Ciências da Comunicação e professor de jornalismo da USP, também acredita que o plano não interfere na liberdade de expressão. “Isso não altera muito o que está na Constituição, não mexe com a liberdade de expressão, isso faz parte da democracia e reproduz o que está na Constituição”.

Apesar de concordar que o programa não afeta a liberdade de imprensa, Chaparro reprova a forma como o PNDH foi encaminhado. “Não penso que seja papel do governo produzir documentos desse tipo, mas sim do Congresso, que representaria a sociedade. O governo deveria apenas cumprir a Constituição, porque é só olhar ao redor e ver que ele não cumpre”, critica.

Para Edson Spenthof, presidente do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo (FNPJ), as críticas das empresas apenas reproduzem o mesmo que aconteceu na elaboração de outras propostas de comunicação para o País. “O que eu vejo é a ladainha de sempre das empresas de comunicação. Tudo o que é regulação e democratização eles veem como censura, o que não é. É o mesmo que aconteceu na Confecom, com a Lei de Imprensa, o diploma de jornalismo, o Conselho Federal de Jornalistas, entre tantos outros”.

Lula defende legalidade da proposta

O presidente Lula, que assinou o programa alterando apenas um ponto referente à repressão militar, respondeu as críticas contra o plano. “Não brinco com esse assunto. Para mim, não existe democracia sem liberdade de imprensa. O decreto não propõe controle sobre nenhuma mídia. Se propõe que sejam apurados os abusos contra os direitos humanos, caberá aos órgãos responsáveis verificar o que está ocorrendo, como é hoje”, declarou.

Fonte:www.scnoticia.com.br(16/01/2010)

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Resumindo

O que tem de errado nisso tudo??? Absolutamente nada.
Tem gente que dá opinião sem conhecer de fato o assunto...Ou o que é pior...Querem é desinformar a população.

Liberdade e crime (Terceira parte)

Pode-se concluir, a partir daí, que o texto do decreto de 2009 filia-se à tradição legal já consolidada pelos dois decretos presidenciais anteriores. Nos três documentos aqui analisados, dá-se a correta interpretação aos mandamentos da Constituição Federal sobre a Comunicação Social. Ela é tratada no capítulo V do título VIII da Carta Magna ("Da Ordem Social") e seus princípios devem realizar os objetivos apontados na "Disposição Geral" do referido título: o bem estar e a justiça sociais (artigo 193). Os artigos especificamente dedicados ao assunto (220 a 224) integram a Comunicação Social à família dos demais direitos constitucionais, a ela conferindo um tratamento que equilibra a liberdade com a responsabilidade.

O apreço pelos Direitos Humanos aparece no conteúdo do preâmbulo constitucional e está, ainda, refletido entre os princípios fundamentais que orientam a ação do Estado brasileiro (Título I) e entre os direitos e garantias fundamentais (Título II) definidos pela Constituição Federal de 1988. É um valor que permeia todo o texto, confirmando a sintonia entre a produção legislativa do país e os avanços mais importantes realizados pelo Direito Internacional no século 20.

No mundo todo, em um estado democrático de direito, liberdade de expressão que atente contra os direitos humanos não é liberdade de expressão. É infração constitucional e, em alguns casos, também é crime regulado pelo Direito Penal. Assim deve ser tratada. É este o princípio que os três decretos presidenciais sobre Direitos Humanos têm procurado consagrar, nos pontos referentes à Comunicação Social.

Fonte: Rogério Faria Tavares (12/1/2010)
www.observatoriodaimprensa.com.br

Observatório sociais (Segunda parte)

Presente nos dois decretos mencionados, o tema da classificação indicativa mereceu solução legal por meio da edição, pelo Ministério da Justiça, das portarias n. 1100, de 14 de julho de 2006 (que regulamentou o exercício da classificação indicativa de diversões públicas), e n. 1220, de 11 de julho de 2007 (que regulamentou o processo de classificação indicativa de obras audiovisuais destinadas à televisão e congêneres).

A proposta de "mapeamento" dos programas radiofônicos e televisivos que violem os direitos humanos previstos na Constituição, também presente nos dois decretos já comentados, obteve uma primeira condução no âmbito da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, que instituiu, em 2002, a partir de deliberação da VII Conferencia Nacional dos Direitos Humanos, a campanha "Quem financia a baixaria é contra a cidadania", pública e notória.

O decreto n. 7037, de 21 de dezembro de 2009, resultante do "Terceiro Programa Nacional de Direitos Humanos" manteve a mesma orientação legal já proferida pelos dois decretos anteriores no que diz respeito ao tema da Comunicação Social. Tratou do assunto no Eixo Orientador V (Educação e Cultura em Direitos Humanos) na Diretriz 22 – "Garantia do direito à comunicação democrática e ao acesso à informação para a consolidação de uma cultura em Direitos Humanos" –, estabelecendo o Objetivo Estratégico I – "Promover o respeito aos Direitos Humanos nos meios de comunicação e o cumprimento de seu papel na promoção da cultura em Direitos Humanos" – e o Objetivo Estratégico II – "Garantia do direito à comunicação democrática e ao acesso à informação".

O maior mérito do decreto n. 7037 é o de apontar caminhos institucionais mais definidos para a execução das ações que recomenda, nomeando os responsáveis por ela e seus parceiros. Abaixo relacionadas estão algumas das medidas propostas pelo referido texto legal (excluímos as referências aos responsáveis e aos parceiros, para tornar a leitura mais fluida):

"a) Propor a criação de marco legal regulamentando o art. 221 da Constituição, estabelecendo o respeito aos Direitos Humanos nos serviços de radiodifusão (rádio e televisão) concedidos, permitidos ou autorizados, como condição para sua outorga e renovação, prevendo penalidades administrativas como advertência, multa, suspensão da programação e cassação, de acordo com a gravidade das violações praticadas.

Recomendações:

** Recomenda-se inserir a Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados na discussão sobre outorga e renovação de concessões públicas.

** Recomenda-se ao Ministério Público assegurar a aplicação de mecanismos de punição aos veículos de comunicação, autores e empresas concessionárias.

b) Promover o diálogo com o Ministério Público para proposição de ações objetivando a suspensão de programação e publicidade atentatórias aos Direitos Humanos.

c) Suspender patrocínio e publicidade oficial em meios que veiculam programações atentatórias aos Direitos Humanos.

d) Elaborar critérios de acompanhamento editorial a fim de criar um ranking nacional de veículos de comunicação comprometidos com os princípios de Direitos Humanos, assim como os que cometem violações.

Recomendação: Recomenda-se aos estados, Distrito Federal e municípios fomentar a criação e acessibilidade de Observatórios Sociais destinados a acompanhar a cobertura da mídia em Direitos Humanos."

Por que setores da imprensa estão revoltados com o presidente Lula??? Segue abaixo o texto dividido em três partes(Primeira parte)

Breve exame dos decretos presidenciais resultantes dos três "Programas Nacionais de Direitos Humanos" publicados no Diário Oficial da União em 1996, 2002 e 2009 já é suficiente para confirmar que eles vêm realizando, gradativamente, o que determina a Constituição Federal de 1988 para o campo da Comunicação Social.

O decreto n. 1904, de 13 de maio de 1996, tratou da questão em seu trecho dedicado à "Proteção do Direito à Liberdade – Liberdade de Expressão e Classificação Indicativa". Algumas das medidas recomendadas para o setor pelo referido texto legal estão abaixo relacionadas:

"53. Propor alteração na legislação existente sobre faixa etária com vistas a adequá-las aos dias e necessidades atuais.

"56. Criar um sistema de avaliação permanente sobre os critérios de classificação indicativa e faixa etária.

"57. Promover o mapeamento dos programas radiofônicos e televisivos que estimulem a apologia do crime, da violência, da tortura, das discriminações, do racismo, da ação de grupos de extermínio, de grupos paramilitares e da pena de morte, com vistas a identificar responsáveis e adotar as medidas legais pertinentes."

Já o decreto n. 4229, de 13 de maio de 2002, abordou o campo da Comunicação Social no trecho intitulado "Garantia do Direito à Liberdade, Opinião e expressão". Seguem abaixo algumas das medidas recomendadas pelo mencionado texto legal:

"99. Criar um sistema de avaliação permanente sobre os critérios de classificação indicativa e faixa etária.

"100. Promover o mapeamento dos programas radiofônicos e televisivos que estimulem a apologia do crime, a violência, a tortura, o racismo e outras formas de discriminação, a ação de grupos de extermínio e a pena de morte, com vistas a identificar responsáveis e a adotar as medidas legais pertinentes.

"102. Garantir a possibilidade de fiscalização da programação das emissoras de rádio e televisão, com vistas a assegurar o controle social sobre os meios de comunicação e a penalizar, na forma da lei, as empresas de telecomunicação que veicularem programação ou publicidade atentatória aos direitos humanos.

"107. Coibir a utilização de recursos públicos, inclusive de bancos oficiais, fundações, empresas públicas e de economia mista, para patrocinar eventos e programas que estimulem a prática de violência."

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Monopólio do Transporte Coletivo

Com certeza esse é o maior problema para ser enfrentado em Joinville...É muito mais fácil resolver o problema da saúde pública...que acabar com o monopólio do ônibus na cidade.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010


Uma placa muito bem explicadinha

Fonte:www.iplay.com.br/imagens/Divertidas/

Não,não se aproxime dele!!!

Oi espere um pouco,vou falar com aquele cara ali!!! Espere,não vá!!! Mas por quê??? Não cara,ele não sabe nada...O que você pode querer com ele??? Deixe-o pra lá!!! Só nós sabemos...É um pobre coitado...Mas ouvi dizer que é gente boa...Não,não!!! Esquece isso!!! Se você der "trela",é capaz dele se empolgar...Não vamos abrir nossa "panela"...Mas que panela??? Eu não sei de nada...Quem sou eu para dizer se ele é gente boa ou ruim...Só sei que um conhecido meu gosta muito dele...Ele também escreve umas verdades...Isso é bom...Sim,sim...ele escreve...mas sabe como é né!!! Tem uns cara que não gostam dele...e são meus conhecidos...Huuummmm!!! Já entendi...

Eita!!! Lá vem eles de novo

Só foi a imprensa escrita nacional e estadual publicar informações sobre a estagnação de Santa Catarina...que os "batedores" de plantão aparecem com outros números...Então pelo menos façam o seguinte...Mostrem que o estado cresceu sim,mas que o mérito foi da iniciativa privada...Ok!!! Pelo menos isso.

Tão querendo tumultuar

O aeroporto Santos Dumont é no centro do Rio de Janeiro...e não tem problema...Os aeroportos da Europa fecharam por causa das nevascas...Agora estão querendo criar caso com o aeroporto de Joinville por causa da chuva??? Vamos parar com essas bobeiras né!!!O aeroporto com certeza é viável.

Dinheiro público não é lixo...

Só o que faltava...Um aeroporto pronto em Joinville e inventaram agora de construir um outro aeroporto em Araquari...Pára né!!! Querem promover candidaturas para a próxima eleição...é isso??? Só querem criar fatos...notícias...Têm o aeroporto de Joinville e Navegantes...para que mais um na região??? Vão duplicar a BR 280...Vão abrir o canal do lingüado...Lutem por passarelas em Araquari...E parem de jogar dinheiro no lixo.

Parece brócolis!!!


...Mas são as figueiras da Beira-rio...

Foto:Solange Baumer

Veja que interessante...Muito bacana mesmo...

Foi o Paulo Curvello que encaminhou...Segue abaixo...

Quem ainda não assistiu deve assistir.
Está postado no site www..portaljoinville.com.br
Feito pelo Wagner Luiz e Juliano Schmidt.
Vou transcrever algumas das tiradas do pessoal. Muito bom.

Eu quero ter vassoura e o Marco Te Balde ..
Eu uso facão e Juarez, Machado ....
O Zezinho é canhoto , mas o Patrício é destro.....
Dia das mães eu dou margarida e o João Gaspar dá rosa....
Eu prefiro carne vermelha, já o Marco Antonio , peixer....
Na fenachopp minha irmã era a Frida e o Osmari, Fritz.....
O meu celular é Vivo o do Germano, Tim .......
Eu sempre desentupo a pia lá de casa, mas o Valdemar koentopp....
Eu goste de escrever , já o Udo de ler....
Eu atiro de qualquer jeito , já o José Mira.....
Eu não tiro a mão da bíblia e o Aymoré do Rosário....
O João está sempre doente e o Otto Boehn...
Essas são por minha conta:
O José , Serra. Já o Haroldo, Marinho...
A Serra é Dona Francisca , já o Eli, Francisco...
Tem gente que gosta de mar , já o Toninho, Neve...
Tem, TV da roça , já em Jlle a TV Cidade...
No Flamengo tem o Pet, já no Sopp tem hackPeter...
O juiz libera , já o Jefferson, Sóvedra...
Eu prefiro o Leonardo , já o Edenilson Leandro...
Eu gosto de dobradinha com feijão, já a Adri, Buch...
No Natal alguns preferem nozes , já o Jordi ,Castan...
Uns comem casca, já o Beto, Caroço...
Alguns batem no meio fio , já o Johhni Post...
Tem gente que vai a missa, já o Beto, Gebaile...
Dos carros antigos prefiro o Fusca, já o Osman, Lincoln
Paulo Curvello

Zilda Arns morre no Haiti


Sim...No grande terremoto que ocorreu no Haiti...Um pequeno histórico dessa grande catarinense.

Médica pediatra e sanitarista, fundadora e coordenadora nacional da Pastoral da Criança, Organismo de Ação Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Nasceu no dia 25 de agosto de 1934, em Forquilhinha, Estado de Santa Catarina, Sul do Brasil. Filha de Gabriel Arns e Helena Steiner Arns. Irmã de Dom Paulo Evaristo Arns, cardeal arcebispo emérito de São Paulo. Viúva (1978), é mãe de cinco filhos: Rubens (Médico Veterinário), Nelson (Médico), Heloísa (Psicóloga), Rogério (Administrador de Empresas) e Silvia (Administradora de Empresas). Para chegar até a indicação ao Prêmio Nobel, Zilda Arns percorreu um longo e dedicado caminho. Sua formação começa em Forquilhinha, SC e em 1959 termina o curso de Medicina, em Curitiba. Parte então, para suas especializações, que envolvem desde a Educação Física, a cursos de Pediatria Social, encaminhado-se então a outros cursos de aperfeiçoamento. Começa sua vida profissional como Médica Pediatra do Hospital de Crianças Cezar Pernetta -Curitiba/PR - 1955 a 1964 e em 1983 é a Fundadora e Coordenadora Nacional da Pastoral da Criança da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, até a presente data. Suas participações em eventos internacionais são diversas, da Angola a Indonésia, Estados Unidos e Europa, Zilda Arns representa a Pastoral, palestra, acompanha Comitivas Brasileiras a outros países e leva a Pastoral da Criança para o mundo. Participa ainda de outros tantos eventos Latino Americanos, principalmente apresentando e divulgando o trabalho da Pastoral da Criança. Sua participação em eventos nacionais é praticamente incontável, desde 1994 são aproximadamente 27 eventos ligados à Pastoral da Criança e ainda inúmeros outros pela Pediatria. Tanta dedicação tem seu reconhecimento. Desde 1978, são diversas menções especiais e títulos de cidadã honorária. E da mesma forma, a Pastoral da Criança já recebeu diversos prêmios pelo trabalho que vem sendo feito desde a sua fundação.

Fonte: Netsaber

Só o povo tem razão de reclamar

Uma coisa é certa...Tem gente dentro da prefeitura que parece que não conhece Joinville...Existem problemas simples e rápidos de serem resolvidos...e não estão fazendo nada...Acho que estão sendo delegados poderes para determinados secretários...e seus subordinados não estão assimilando as tarefas.

A incoerência em Joinville é vergonhosa...

Pelo jeito parte dos radialistas de Joinville queriam era um milagreiro,um salvador da pátria e não um prefeito...para se resolver os problemas da cidade...que não são poucos...Mas por que,esses mesmos radialistas botavam panos quentes nos erros das administrações anteriores???

Até aonde vai a liberdade de imprensa???

Sinceramente sou um defensor da imprensa livre...Viva a liberdade de imprensa...Mas...mas...mas...(continua no próximo capítulo)

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Wittich Freitag só ele conseguiu conciliar planejamento e ação


Sim foi o prefeito Freitag...Raaaasgou Joinville com a Beira-Rio,entre a Igreja Santo Antônio e o Museu Sambaqui...Raaaasgou o Glória,América,Santo Antônio com a Avenida Marquês de Olinda...E raaaasgou o Iririú com a avenida que leva o seu nome.

A prefeitura não enxergou esse crescimento nos últimos 10 anos???

Não...não enxergou...E hoje pagamos um alto preço por essa falta de planejamento e ação...As principais vias continuam sendo as mesmas...e ainda querem empurrar...corredores exclusivos para ônibus,ciclovias,esteiras rolantes,pista de patinete...tudo num só local...É a perpetuação da improvisação no sistema viário da cidade.

Mas por que deixar chegar nesse ponto???

A cidade não cresceu num passe de mágica...O crescimento da cidade era explicito...Principalmente em relação ao comércio(grandes lojas de departamento e supermercados).

Constatação

Como Joinville tem problemas...Saúde,trânsito,infraestrura,lazer...e outros mais...Ontem,era visível o caos no centro da cidade...

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

"Agricultores" em Joinville (de novo!?!?!?)

Voltaram a atacar...é só "agricultor" plantando notícia...Menos né gente!!! Vamos respeitar o ouvinte né!!! Depois colocam a culpa nos políticos...Vocês inventam a notícia...e depois posam de bons moços...Aí não dá.

Essa é do fundo do baú!!!


Muita gente lembra dessa época...Era o Jec em destaque na revista Placar.

Solange Baumer comenta o artigo de Apolinário Ternes

Continuamos na terra onde muito se fala e pouco se faz.Vangloriam-se de títulos que nem nos cabem...Afinal,educação,esgoto,infraestrutura...tudo está abandonado a própria sorte...

sábado, 9 de janeiro de 2010

A luz vermelha foi acesa

Ainda bem que tem gente abrindo bem os olhos...Chega de propaganda enganosa...A situação catarinense é preocupante...Enquanto outros estados estão crescendo...Santa Catarina estagnou...O estado não está acompanhando o crescimento do país...Existe uma acomodação...nossos políticos se acomodaram...Só sabem colocar a culpa na burocracia...Mas por que outros estados desenvolveram suas economias e estão crescendo??? A luz vermelha foi acesa...Santa Catarina precisa com certeza de um novo(ou nova) comandante.

Colapso na infraestrutura, por Apolinário Ternes*

Santa Catarina é o Estado que menos tem investido em infraestrutura nos últimos anos. O reflexo dessa verdade se pode conferir na edição especial da revista “Exame” sobre o tema, que circulou no final do ano passado. Ali fica comprovado, com a publicação de diferentes índices, como Santa Catarina tem se atrasado no setor, ocupando os últimos lugares no ranking elaborado por técnicos da Fundação Dom Cabral, uma das instituições mais respeitadas do País.

O nosso Estado não ocupa lugar nenhum entre as dez primeiras unidades da Federação com melhor infraestrutura. Assim, perdemos para o Espírito Santo, Bahia, Goiás, Rio Grande do Sul e do Norte, Distrito Federal, Paraná, Minas, Rio e São Paulo. De fato, é assombroso o recuo de Santa Catarina, louvado aqui em verso e prosa como o “melhor destino turístico do País”. E, ainda assim, acontece o que aconteceu na semana passada.

No que conta e pesa para o crescimento da economia, patinamos há anos e de forma preocupante nos últimos. O desempenho de Santa Catarina em alguns setores vitais para o crescimento da economia, com geração de emprego e renda, é constrangedor. Assim, no ranking da revista “Exame”, por exemplo, o Estado está fora de quatro de cinco áreas analisadas: estamos fora do mapa de Estados que apresentaram maior crescimento em reservas provadas de petróleo; em produção de álcool; em malha de estradas pavimentadas; e em movimento de passageiros nos aeroportos. Estamos presentes na capacidade instalada de energia elétrica, em razão, certamente, do recuo da produção industrial.

A passagem do ano demonstrou como é frágil e vulnerável o turismo catarinense. O colapso no fornecimento de água em Florianópolis e em diversos balneários do Norte comprova a absoluta ineficiência da Casan. Os gigantescos congestionamentos nas principais rodovias de acesso revelam como têm sido incoerentes e contraditórios os investimentos no setor, pois se gasta para atrair o turista e depois o abandonamos sem água, às vezes sem luz, em estradas entupidas e em balneários cuja infraestutura está longe de atendê-lo com um mínimo de conforto e respeito.

O paralisado Porto de Itajaí; o sucateamento dos principais aeroportos; a não-duplicação de importantes rodovias no Norte e no Vale do Itajaí; a conclusão da duplicação da BR-101 Sul só em 2014; a insuficiência no fornecimento de água; e a escassez de mão de obra qualificada para atender ao turista demonstram como Santa Catarina vive em situação precária, à beira de múltiplos colapsos. E não citemos aqui a situação real de outros setores igualmente essenciais, como os da saúde, segurança e educação. Nosso Estado sempre esteve entre os mais ricos e desenvolvidos do País, ocupando lugar de destaque na produção industrial, agrícola, nas exportações, com razoável infraestrutura. Pouco de tudo isso está se conseguindo preservar, enquanto se eleva o crescimento de déficits gerais. Uma simples temporada de férias demonstra de forma explícita o colapso dos serviços públicos e como nos distanciamos de outros Estados em setores fundamentais para a economia.

Um dos gigantes do Sul, o Estado se verga diante da realidade, de paradoxal contradição ao que se canta em verso e prosa ao longo dos anos. Em Joinville, a maior e mais rica cidade catarinense, chuva de 40 minutos alaga todo o Centro, como vimos terça-feira. Na área da saúde, simples aparelhos de raio X vão quebrando e os doentes só podem reclamar ao bispo. O poder público se mantém ausente o ano todo. Do aterro sanitário à conservação de praças e calçadas, Joinville – indicam os fatos – deve continuar caminhando para trás. Em ano de eleição, o quadro é emblemático. Não se espera, contudo, mudança alguma. Ao contrário, a chance de manutenção do “status quo” é grande. Ou, como se diz em política, permanece tudo que está aí.

aternes@terra.com.br

*Historiador e jornalista

Fonte:Jornal A Notícia(10/01/2009)

Apolinário Ternes trás a realidade através de grande artigo

O historiador e jornalista Apolinário Ternes escreveu o que muito catarinense,turista e principalmente joinvilense gostaria também de ter escrito...O artigo que foi publicado no Jornal A Notícia é uma verdadeira bomba atômica na forma que a política pública está sendo conduzida em Santa Catarina.Nota 10 para o artigo...Um verdadeiro documento histórico que deve ser cortado e guardado.

Nova frente...do blog do Prisco de hoje

Ontem à tarde, em Florianópolis, ocorreu a segunda rodada de conversações entre PDT e PCdoB, que formalizaram em dezembro a intenção de caminharem juntos nas próximas eleições.

Entre os temas tratados, levantar até o final de janeiro nominata de pré-candidatos a deputado federal e estadual, além de nomes para compor uma chapa majoritária em outubro.

Os presidentes Manoel Dias (PDT) e Ângela Albino (PCdoB) reafirmaram a disposição de buscar uma terceira via, caracterizadamente de renovação, fora do eixo de polarização da tríplice aliança (PMDB-PSDB-DEM) com a provável coligação PP-PT.

Para brizolistas e comunistas, é fundamental viabilizar um projeto alternativo de poder em Santa Catarina. A própria Ângela e o ex-vice-prefeito de Joinville, Rodrigo Bornholdt, seriam opções.

Os dois concorreram às Prefeituras de Florianópolis e Joinville, em 2008, em coligação dos dois partidos.

Fonte:Blog do Prisco(09/01/2010)

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

É utopia sim,mas alguém tem que escrever

Tem que se acabar com essas alianças políticas...O partido tem que chegar ao poder sozinho(o mais votado pelo povo)...A sua ideologia e o seu programa de governo tem que ser colocado em prática...Governo com aliança é atraso.

Como vou administrar desse jeito???

É praticamente impossível...A administração fica paralizada...Porque ao invés de dar andamento as obras...a maior parte do tempo fica se fazendo politicagem partidária...A cidade pára...O estado pára(há sete anos parado) e o país também.

Vou ser bem objetivo

Uma praga na política brasileira são as alianças...Ganhamos a eleição hoje com vários partidos e depois lá na frente...a gente divide o bolo...Ou seja...as secretarias...Como administrar bem uma cidade,ou estado ou país...com tantos partidos no poder???

Maquiavel e o exército mercenário

O grande florentino falava que um príncipe nunca poderia confiar nos exércitos mercenários...é o capítulo XII "Quot sint genera militiae et de mercenariis militibus"...Segue o texto:(...)Digo,neste caso,que as forças com as quais um príncipe defende o seu Estado,ou são as suas próprias forças ou forças mercenárias,que são elas auxiliares ou que são elas mistas(...) Veja que interessante e atual esse trecho...(...)As (forças)mercenárias e as auxiliares são inúteis e perigosas:aqueles aos quais as forças mercenárias servem de base na sustentação do seu governo jamais gozam de estabilidade e de segurança,pois que estas não são coesas,sendo,isto sim,ambiciosas,indisciplinadas e infiéis(...) e a tua derrota(a do príncipe)coincidirá com o teu primeiro ataque...(...) a razão disso é que,a não ser por uma certa paga(ou seja,dinheiro,tutu),essas forças não anseiam nem vêem outro interesse em tomar parte nos conflitos,paga jamais suficiente para que se disponham a morrer por ti.


Um exemplo...Os R$40 milhões do BNDS

Faz um tempão que a imprensa fala e fala desse dinheiro...e nada,nada e nada...Quantos políticos já foram considerados os responsáveis por essa grana...Mas na realidade...nada de verba para Joinville.

Depender de notícias é complicado

O problema é a fonte da informação,da notícia...Essa relação entre políticos e jornalistas é complicada...O político quer que divulguem seu trabalho(é tanto trabalho,rsrsr)...e jornalista depende da informação correta.

Aos poucos...aos poucos...

...A imprensa catarinense está despertando...Pena que será tarde demais...para arrumar os estragos que esses governantes deixarão como herança para Santa Catarina.

Solange Baumer comenta sobre Cristovam Buarque

Principalmente porque sua vida é baseada na educação.Se ele fosse presidente daria prioridade à educação.Coisa que não é de interesse da maioria dos políticos.Afinal,um povo ignorante e carente é alvo fácil...

Cristovam Buarque era o melhor candidato

Na minha opinião o senador Cristovam Buarque era o melhor candidato a presidência do Brasil...Ele é o cara!!!

Cristovam diz que não concorrerá à Presidência pelo PDT

O senador Cristovam Buarque (DF) anunciou que não concorrerá à Presidência da República pelo PDT, pois o partido deverá apoiar a candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com isso, Cristovam praticamente descarta a possibilidade de oferecer para o tucano José Serra espaço no palanque do PDT, esperança que vinha sendo alimentada pelo governador paulista.



"Eu tentei que o partido tivesse candidato próprio porque acho que o discurso da campanha presidencial é a ocasião perfeita para o partido afirmar a sua bandeira. Mas, a esta altura, os compromissos assumidos com o presidente Lula fazem inviável a candidatura própria", afirmou o senador. Cristovam quer ser candidato à reeleição.



Para oferecer o palanque a Serra, mesmo com seu partido grudado no de Dilma, ele teria de se candidatar a governador. E essa possibilidade Cristovam praticamente descarta. "Há 12 anos eu comecei uma campanha nacional pela Educação. E hoje essa campanha começa a dar resultados. Não posso largar este projeto para voltar à agenda administrativa do Distrito Federal", disse o senador.



Ele lembrou que o PT tem no ex-deputado Agnelo Queiroz um possível candidato ao governo e que o PDT tem o deputado distrital José Antonio Reguffe querendo disputar a sucessão do governador José Roberto Arruda (ex-DEM), que não será candidato à reeleição por não ter legenda, visto que o DEM a tomou dele por causa do escândalo do mensalão pago a deputados e secretários, revelado pela Polícia Federal na Operação Caixa de Pandora.



Cristovam Buarque sempre sonhou em contribuir com a melhoria da educação. Assim como acha que no Senado tem mais condição de erguer a bandeira, ele afirma que mesmo tendo obtido apenas 2,65% dos votos na eleição presidencial de 2006, quando ficou em quarto lugar, ajudou a firmar na cabeça do eleitorado a necessidade de valorizar a educação. Cristovam Buarque disse que, apesar das manifestações de José Serra favoráveis a um palanque com ele em Brasília, não foi procurado para discutir uma aliança no Distrito Federal.

Fonte:CAROL PIRES - Agencia Estado
Matéria indicada pela Rede PDT (08/01/2010)

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

A opinião do Rafael sobre os alagamentos em Joinville

O que o governo deveria fazer, é estudar propostas para cessar os alagamentos!!! Não sou nenhum cientista...mas garanto que deve haver um sistema de drenagem potente, que evite o prejuízos aos comerciantes!!!

O Conde de Choele-Choel e o comodismo do brasileiro

O brasileiro tem o defeito de se acomodar fácil...A maior parte dos brasileiros estão acostumados com a corrupção. Ficar indignado,qualquer um fica. Correr atrás para melhorar, apenas uma minoria que é facilmente ignorada. 50 pessoas invadirem a Câmara,o que apenas trás prejuízo material.

Se eu fosse governador...

...Faria a mesma coisa...Olha o poder que tem um governador para ajudar a população.

Bem objetivo

Se eu sou fosse deputado estadual o que faria para baixar o preço da passagem de ônibus em Santa Catarina???...Bem simples...Entraria com um projeto para a redução do ICMS sobre o diesel no estado...Isso um deputado estadual pode fazer...mas não faz.

Uma defesa da classe política

Sim irei fazer essa difícil defesa...Mas é importante...O político antes de mais nada ocupa uma função na sociedade antes de ocupar um cargo político...O político pode ser um advogado,professor,comerciante,médico,um aposentado,um líder comunitário...etc...O político não nasceu político...Ele entrará nessa vida...por que gosta...ou porque exerce alguma liderança ou prestígio no grupo no qual está inserido...Se estamos descontentes com os atuais políticos...eu,você...ou qualquer pessoa pode se filiar a um partido político e caso a legenda aceite...você poderá também ser um candidato...Não adianta nada apenas criticar os políticos...Outros grupos sociais também cometem erros...e a cobrança praticamente não existe...Precisamos pensar nisso.

Mais uma "chuvinha" de verão.

Agora vai ser direto essa chuva de verão...Chega o final da tarde...e a água cai com força total...Pior se vier com o vento...É só telha voando para todo lado...Em relação ao centro de Joinville...os alagamentos virão com certeza...Água na rua Nove de Março existe desde o tempo dos sambaquianos...O que a prefeitura podia fazer era incentivar os comerciantes das ruas centrais da cidade de levantarem mais seus estabelecimentos.Pelo menos o comércio não iria ter prejuízos...Enchentes no centro de Joinville sempre ocorrerão...O problema é que já decorreram 158 anos e ninguém consegue uma solução.

Expulso pelos gatos

Aposentado de 82 anos que cria 48 felinos foi mordido e está internado

A paixão pelos gatos afastou o policial militar aposentado Hélio de Freitas, 82 anos, da própria casa, em Biguaçu, na Grande Florianópolis.

Três dias antes do Natal, ele adoeceu e teve de ser retirado da residência. Hélio vivia sozinho. Tinha em casa 48 gatos e três cachorros. Separados pelo sexo, os animais ficam presos em viveiros e nos cômodos da casa. Os mais bravos estão amarrados em correntes e alguns – os preferidos – circulam livremente pelo interior da residência. Cinco deles dormiam no pequeno quarto, com o dono. No quintal, um cemitério de gatos já reúne mais de 30 ossadas. Impressionados, os vizinhos tentam encontrar explicações para tanto apego – o aposentado chegou a ressuscitar um dos animais no ano passado, fazendo respiração boca a boca por mais de uma hora.

O aposentado adoeceu depois de ter sido atacado nas pernas por um dos bichanos e não tratou do ferimento. Quando foi encontrado por um vizinho, nem levantava da cama e não conseguia falar. Foi levado ao Hospital da Polícia Militar com ferimentos infeccionados.

– Este não é mais um problema só dele. É uma questão de saúde pública, porque afeta toda a vizinhança. Ele não pode mais voltar a viver nestas condições – disse o médico veterinário da Vigilância Epidemiológica do município, Gilnei Gomes Garcez.

samia.frantz@horasc.com.br

Fonte:Jornal Diário Catarinense(07/01/2010)