sábado, 15 de maio de 2010

Ainda a pesquisa

Por que Dilma subiu de 33% para 38% no Vox Populi e Serra caiu de 38% para 35%? Não há uma resposta única para essa pergunta. Nos últimos cerca de 45 dias (o último levantamento Vox foi em 30-31 de março) os 2 candidatos apareceram intensamente na mídia, dando entrevistas e participando de eventos públicos.

Numa avaliação inicial, a petista parecia ter ido pior do que o tucano. Titubeava mais nas respostas, sempre longas, prolixas. Já o adversário parecia mais seguro, com poucos deslizes –embora para ambos já exista um amplo arsenal de escorregões circulando na web.

O fato é que, agora, o Vox Populi mostra que os eleitores tiveram uma avaliação diferente do que mostrava o senso comum nas análises gerais. De acordo com o levantamento divulgado pela TV Bandeirantes, Dilma pontuou de forma robusta no patamar acima dos 30% –aliás, aproximando-se dos 40%.

Serão necessárias mais rodadas de pesquisas para saber se essa variação positiva da petista é realmente uma tendência consolidada ou fruto da bateria de propagandas do PT, que inundaram as TVs e as emissoras de rádios durante a coleta de dados do Vox Populi. A esse respeito, diga-se, a oposição terá nos próximos 50 dias a sua artilharia colocada no ar com a presença certamente grande de José Serra –pois o PSDB e seus aliados deixaram para este final de semestre os seus programas partidários.

Os números da pesquisa Vox Populi terão, é claro, um efeito positivo para Dilma Rousseff e para o PT, que estão na fase final de fechar alianças eleitorais em todos os Estados. Com a candidata petista numericamente à frente de José Serra, o partido de Lula terá mais argumentos para forçar acertos locais.


A pesquisa Vox Populi também corrobora a tese de Lula de que a saída de Ciro Gomes (PSB) da disputa acabaria ajudando o PT. Este é o primeiro levantamento no qual o nome de Ciro não aparece nas cartelas dos pesquisadores. Dilma foi, de longe, a maior beneficiada.


E, por fim, a outra teoria lulista da polarização PT X PSDB vai se tornando cada vez mais uma realidade. Marina Silva (PV) não aconteceu e permanece nos 8%. A candidata verde continua ainda pouco conhecida. A dúvida é se terá tempo para ficar mais popular no atual ambiente, sobretudo porque terá pouco tempo na propaganda de rádio e de TV.


Todos os números

A pesquisa de intenção de voto Vox Populi divulgada hoje (15.maio.2010) pela TV Bandeirantes coloca a pré-candidata a presidente pelo PT, Dilma Rousseff, com 38%. Logo em seguida vem o nome do PSDB, José Serra, com 35%.


Segundo a Vox Populi, Dilma subiu 5 pontos percentuais na comparação com o último levantamento, de 30-31.março.2010, quando registrava 33%. Já Serra tinha 38% e oscilou 3 pontos percentuais para baixo.

Esta é a primeira vez nesta corrida eleitoral que Dilma aparece numericamente à frente de Serra. Ambos ainda estão tecnicamente empatados, pois a margem de erro da pesquisa Vox Populi é de 2,2 pontos percentuais.

Marina Silva (PV) aparece com 8%. Brancos e nulos também foram 8%. E 11% estão indecisos ou não responderam.

Numa simulação de segundo turno de 2o turno Dilma está com 40% (tinha 35% em janeiro, segundo informou a TV Bandeirantes) contra 38% de José Serra (que registrava 46% na pesquisa de janeiro). Brancos e nulos são 9%. E 13% estão indecisos ou não responderam nessa simulação.


Os dados de outras pesquisas simulando o 2º turno estão aqui.

O Vox Populi também testou um cenário de 1º turno com todos os candidatos nanicos, mas só Dilma, Serra e Marina ponturam. Nesse caso, Dilma aparece com 37% dos votos, Serra com 34% e Marina com 7%. Os demais não somam sequer 1%.

O levantamento também apurou que 75% dos eleitores dizem conhecer bem José Serra. No caso de Dilma, 56% a conhecem bem. O percentual de Marina é 33%.

Registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número 11266/2010, a pesquisa Vox Populi foi realizada de 8 a 13 de maio de 2010. Foram ouvidas 2.000 pessoas no país.

Ou seja, os dados da Vox Populi captaram os efeitos dos comerciais de 30 segundos do PT ao longo da semana, mas não o programa mais longo, de 10 minutos, que o partido divulgou na quinta-feira (13.maio.2010) à noite em rede de rádio e TV.

Fonte:Fernando Rodrigues,Portal Uol(15/05/2010)

Outros dados divulgados no site da TV Bandeirantes:

Voto regional: “Dilma tem mais força no Nordeste, onde consegue 45% dos votos. Já na região Sul, a petista fica com 30%. Serra está em situação oposta, com 45% dos votos no Sul e 30% no Nordeste”.

Gênero: “Dilma tem mais votos de homens (42%) e menos de mulheres (34%). Já a situação de Serra é mais equilibrada: 35% dos seus votos são de mulheres e 34% de homens”.

Nenhum comentário: