quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Está em A Notícia de hoje!!!

386 visitas e R$ 471 milhões

"Desde que foi empossado no cargo, o governador desembarcou 386 vezes na cidade em que construiu sua carreira política. Nessas visitas, Joinville recebeu pouco mais de R$ 470 milhões, incluindo dinheiro para obras na Arena Joinville, de asfaltamento da Rodovia do Arroz e no Megacentro da Expoville".(A Notícia,31/12/2009)

Ou seja: Em 7 de anos,o governo do estado investiu apenas R$67 milhões em Joinville a cada ano...É muito pouco.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

O perfil religioso dos E.U.A...Mais ateu,menos religioso

Os EUA são, por fama e direito, reconhecidos como o país mais religioso do ocidente desenvolvido. Até isso, no entanto, pode mudar. O Trinity College de Connecticut, uma das mais tradicionais instituições católicas do país, realizou sua terceira pesquisa a respeito do perfil da fé norte-americana.

Descobriu um país mais laico e menos cristão.

Em 1990, 8,2% dos entrevistados se identificavam como ’sem religião’. O número em 2001 era 14,2%. Agora é de 15%.

O percentual de cristãos na população caiu 10%.

Os católicos, que estavam em sua maioria no nordeste, hoje se concentram no sudoestes. São menos descendentes de irlandeses, italianos e poloneses e mais latino-americanos. Há mais católicos na Califórnia, agora, do que na Nova Inglaterra – uma brutal mudança demográfica. (Escândalos de pedofilia concentrados em Boston ajudam.)

Dentre os cristãos, as denominações tradicionais do protestantismo estão perdendo espaço para as igrejas modernas, os evangélicos genéricos. Em 1990, 200.000 se identificavam como ‘cristãos que não seguem nenhuma denominação’. Passaram a 2,5 milhões em 2001. São 8 milhões, hoje. Eram 5% da população, são 11,8%.

A proporção de muçulmanos aumentou: 0,3% em 90, 0,6% agora. A de judeus, diminuiu – de 2,7% passou a 1,2%.

Fonte:pedrodoria.com.br(15/05/2009)

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Lula é o homem do ano para o jornal francês Le Monde


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi escolhido o "homem do ano" pela redação do jornal francês Le Monde porque, segundo a publicação, "aos olhos de todos encarna o renascimento de um gigante".

"Embandeirado dos países emergentes, mas também do mundo em desenvolvimento do qual se sente solidário, o presidente brasileiro, de 64 anos, colocou decididamente seu país em uma dinâmica de desenvolvimento", afirma a revista semanal do Le Monde na edição desta quinta-feira.

"O presidente brasileiro, que no fim de 2010 deixará a presidência sem ter tentado modificar a Constituição para concorrer a um terceiro mandato, soube continuar sendo um democrata, lutando contra a pobreza sem ignorar os motores de um crescimento mais respeitoso dos equilíbrios naturais", acrescenta.

"Presidente do Brasil desde 1º de janeiro de 2003, ao fim de dois mandatos terá dado uma nova imagem a América Latina", afirma a revista ao explicar a escolha de Lula como "personalidade do ano 2009".

Fonte:UOL Notícias(24/12/2009)

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Dinamarca encontra um modelo que permite o crescimento do PIB, mas não o consumo


Copenhague, a cidade com mais bicicletas que habitantes, conta com 329 km de ciclovias. Foto: El País

Bicicletas na Dinamarca,muito interessante

Dinamarca encontra a fórmula do milagre energético – Hans Christian Sorensen passeia orgulhoso sob uma de suas melhores obras, o parque eólico diante do porto de Copenhague. Esse engenheiro dinamarquês começou há 13 anos a convencer seus vizinhos para que fundassem uma cooperativa e instalassem moinhos no mar. Em outro lugar, a empresa de Sorensen estaria condenada. Mas não na Dinamarca. “Hoje temos 8.553 cooperativistas que possuem a metade dos 20 moinhos. Os demais são de uma companhia elétrica. Assim conseguimos eletricidade e algum dinheiro”, explica Sorensen no barco junto aos moinhos, que produzem 3% da eletricidade da capital dinamarquesa. Ele é apenas uma das faces do milagre energético dinamarquês. Reportagem de R. Méndez, El País.

Anne Hogge Simonsen lembra que, quando era pequena, aos domingos era proibido usar o carro. A crise do petróleo dos anos 1970 derrubou a Dinamarca. Em 1979, o Parlamento decidiu que isso não voltaria a ocorrer, que a melhor energia é a que não se usa.

Simonsen é subdiretora da Agência Dinamarquesa de Energia e se mostra orgulhosa pelos dados que exibe: “Não é que sejamos bons em produzir energia. Também o somos em não consumi-la”. Os números são impressionantes: “O PIB cresceu 78% e nossa demanda de energia é a mesma que em 1980 e não importamos nada”. Suas emissões caíram 8,4% desde 1990, mas será difícil chegar à meta de 21% em 2012.

A política dinamarquesa foi clara e dura: “Não nos importamos em dirigir o sistema energético. Aumentamos o preço da eletricidade e multamos as empresas por consumo excessivo de energia. Se apresentassem projetos de economia, lhes devolvíamos o dinheiro para esses projetos”, explica.

Além disso, a Dinamarca abriu suas jazidas de gás e petróleo no mar do Norte – já estão decaindo – e distribuiu a geração: “Tínhamos grandes usinas de carvão. Aproximamos a produção dos centros de consumo. Usamos usinas mistas de calefação e eletricidade junto das cidades. Todas as casas foram obrigadas a se conectar e é proibida a calefação elétrica. Só assim não se penalizam os pioneiros que apostam nos combustíveis menos poluentes”. O lixo, uma vez reciclado, é queimado para gerar eletricidade. Com os 4 quilos que uma residência produz por dia se aquece uma casa durante cinco horas e dá eletricidade para quatro.

Restava o transporte, o consumo mais complicado de atacar. “Os carros têm 75% de impostos e um modelo familiar custa cerca de 50 mil euros. Em troca, instalamos ciclovias”, explica Simonsen. O resultado é um formigueiro constante de bicicletas. Em Copenhague, senhores, senhoras, jovens e crianças andam de bicicleta. Mesmo que caia neve ou a chuva fina que durante dias envolve a cidade, a metade de seus habitantes vai para o trabalho pedalando. Anne percorre assim diariamente os 8 quilômetros de casa até o trabalho. “Demora meia hora, porque não corro muito para não chegar acalorada. De carro, com tráfego, são 25. Não há diferença.”

Para fechar o quadro, o país apostou nas renováveis. Hoje está cheio de moinhos, tem uma potência instalada em terra de 2.760 megawatts – proporcionalmente a seu território, 1,8 vez a mais que a Espanha – e é líder em eólica marinha, com 632 MW. Nos anos 1980, os moinhos foram o símbolo da resistência antinuclear da Dinamarca, que não possui nenhum reator. “Hoje as renováveis cobrem 18% da demanda energética e 28% da eletricidade”, explica o presidente da Associação Dinamarquesa da Indústria Eólica, Jan Serup Hyllberg. A Espanha, que, junto com a Alemanha, é o único país que se aproxima em renováveis, acabará o ano com 12,1% de energia verde.

Uma das vantagens da Dinamarca é que tem a rede elétrica integrada com seus vizinhos. Se ventar muito, pode exportar tudo, e se não ventar (algo raro no mar do Norte) não há risco de apagão. Pode importar até 80% de sua demanda máxima. Isso facilita a gestão. A Espanha só pode importar ou exportar 3% de seu pico.

A indústria dinamarquesa de renováveis conquista o mundo. Anders Soe Jense, presidente da Vestas Offshore, também se orgulha: “A empresa nasceu em 1985 e hoje um em cada três aerogeradores do mundo é nosso”. A LM Glasfiber, outra empresa local, é a maior fabricante mundial de hélices para moinhos.

Tradução: Luiz Roberto Mendes Gonçalves

Reportagem do El País, no UOL Notícias.

EcoDebate, 16/12/2009

Colaboração:Marcello Dalla Vechia

domingo, 20 de dezembro de 2009

Falha do poder público

Sabemos que muitos,se portam mal no trânsito...Mas,quando a população reivindica... uma lombada eletrônica,um semáforo,uma faixa de pedestre,uma passarela,etc e não é atendida...a culpa com certeza cairá sobre o poder público.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Sobre a classe média

A classe média dos anos 70 e 80 era muito mais politizada e culta...Na última década do século passado e no início do século XXI essa classe caiu nas garras do consumismo afastando-se dos movimentos políticos e culturais...Ou seja,a classe que deveria ser a fomentadora das mudanças necessárias para o país...não consegue fazer a leitura do contexto atual e acomodou-se as circunstâncias...Sem esquecer que tem aversão aos movimentos sociais e a vida política.

A classe média,por Luiz Carlos Bresser Pereira

A Classe média já teve melhores dias no Brasil. No período de grande desenvolvimento, ela desempenhou um papel estratégico e cresceu extraordinariamente. Na quase estagnação dos últimos 26 anos, entrou em declínio. Seus anos de glória foram os da industrialização e do nacional-desenvolvimentismo -período entre 1930 e 1980, quando o Brasil crescia a uma taxa média anual per capita de 4%. Nos tempos do Império e da República Velha, mal existia, era um estamento de servidores públicos e de profissionais liberais ligados ao Estado e à classe patriarcal proprietária de terras.

O quadro mudou entre 1930 e 1960, quando surgiu uma grande classe média de empresários industriais, comerciais e agrícolas; e mudou novamente nos anos 1970, quando ganhou prestígio e poder uma nova classe média profissional ou tecnoburocrática trabalhando para as grandes empresas e para as organizações públicas.
Desde 1980, porém, o país está quase estagnado. Cresce menos de 1% per capita ao ano, e a grande prejudicada é a classe média: tanto a burguesa ou empresarial quanto a profissional.
Foi essa classe média que, associada aos grandes empresários industriais, no início dos anos 1980, liderou o movimento político pela democracia; foi ela que lutou com denodo contra a injustiça social que o regime militar agravara; mas, em 1985, quando a transição democrática se completou, nem a classe média profissional -que, em todo o mundo, desempenha um papel cada vez mais central- nem os empresários souberam como repensar o desenvolvimento econômico que havia sido paralisado cinco anos antes.

Não souberam pois, preocupados em combater o autoritarismo e a desigualdade, não haviam dado a importância necessária à autonomia nacional, pressupondo que o desenvolvimento econômico estava assegurado.

Em 1980, quando se desencadeou a crise, não foram capazes de enfrentar os novos tempos com novas idéias -não se mostraram capazes de formular uma estratégia nacional de desenvolvimento para competir com os países ricos na era do capitalismo global. Em vez disso, se subordinaram a esses mesmos países.

O velho nacional-desenvolvimentismo fora uma estratégia nacional bem-sucedida, mas se esgotara; a nova submissão à ortodoxia convencional, ou seja, aos diagnósticos, recomendações e pressões que vinham de nossos competidores ricos naturalmente não era agora o caminho para o desenvolvimento econômico. Sem projeto de nação, sem estratégia nacional de desenvolvimento, o país parou. Os processos de redistribuição e reconcentração da renda, porém, não se paralisaram.

A classe alta trocou o desenvolvimento econômico pelos juros altos pagos pelo Estado que a ortodoxia convencional lhes oferecia por meio da política macroeconômica, ao mesmo tempo em que essa mesma ortodoxia oferecia aos países ricos (a si própria, portanto) câmbio baixo, não competitivo.

Os pobres, por sua vez, receberam aquilo que foi tacitamente decidido no grande acordo da transição democrática: entendeu-se então que a desigualdade radical existente na sociedade brasileira seria enfrentada com o aumento do gasto público em educação, saúde e assistência social. Os governos democráticos que se sucederam cumpriram o acordo, dobrando os gastos sociais em termos de percentagem do PIB. Os benefícios não resolveram o problema da injustiça social, mas aliviaram um pouco a miséria ou a pobreza de muitos.

A classe esquecida -estrangulada entre os juros dos ricos e os gastos sociais dos pobres- foi a classe média. Nas últimas eleições, esse quadro assumiu caráter político: a classe média foi a grande derrotada. Ora, não devemos subestimar os riscos que esse quadro apresenta. Um país será tanto mais próspero e estável politicamente quanto mais ampla e prestigiada for sua classe média. A crise que essa classe enfrenta é a própria crise do Brasil. É a crise de todo um conjunto de idéias que alimentaram a classe média brasileira nos últimos anos.

Fonte:www.bresserpereira.org.br(13/12/2006)

Quem é a classe média no Brasil???

A edição desta semana da revista inglesa The Economist destaca o crescimento da classe média no Brasil. "O Brasil, antes notório por seus extremos, é agora um país de classe média", diz a reportagem, baseada em dados da Fundação Getúlio Vargas.

Citando Marcelo Neri, da FGV, a revista aponta duas principais razões para o crescimento da classe média: a melhora no nível de educação, com os alunos permanecendo nas escolas por mais tempo do que no início dos anos 90, e a migração de empregos do mercado informal para a economia formal. Além disso, o ritmo crescente da criação de empregos e a trasferência de renda para famílias pobres ajudam a explicar a boa nova.

A Economist ainda cita as novelas e seus belos atores como responsáveis pelo estabelecimento do padrão de gosto em moda e beleza.

Um dos destaques da reportagem foi a posição política desta classe média. No passado, pessoas nesta faixa de renda costumavam votar no PSDB, mas a popularidade pessoal do presidente Lula e seus programas sociais de governo mexeram nessa equação. "Aqueles que subiram das classes C e D e experimentaram a ajuda do governo neste caminho, devem ficar com o PT", diz Mauro Paulino, do Datafolha, à Economist.

Desde que foi divulgada, em agosto deste ano, a pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas que classifica como classe média as famílias com renda superior a R$ 1.064 (correspondente a cerca de 52% da população) vem gerando polêmica no Brasil. Muitas famílias cuja renda chega ao dobro do valor estipulado pela pesquisa se vêem como pobres e rejeitam ser chamados de classe média.

Na época que a pesquisa foi divulgada, a Folha de São Paulo entrevistou os moradores da Vila Kennedy, na periferia do Rio. Na avaliação do aposentado João Galdino de Melo, a renda familiar mínima para se considerar classe média deveria ser de R$ 4.000 por mês. Ele e os filhos têm rendimento conjunto de R$ 2.400 e a família se considera pobre. Os salários dos filhos, que estudam em faculdade particular, não são suficientes para pagar as despesas deles, e o pai, cuja pensão é de R$ 1.200, paga parte delas. Em casa, Galdino tem TV, geladeira, fogão, aparelho de som, DVD e computador. A TV por assinatura e a internet rápida são oferecidos por operador clandestino. Na garagem, um Fiat Prêmio de 18 anos.

Nem mesmo o ex-funcionário da Petrobras José Camilo Neves, que tem pensão de R$ 3.400 por mês, se considera classe média, pois cinco pessoas dependem de sua renda. Além disso, ele reclama que não sobra dinheiro para lazer e mora numa rua sem calçamento, que há pouco tempo tinha esgoto a céu aberto.

Fonte:jornaldedebates.com.br (12/09/2008)

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Tebaldi e Carlito estão de parabéns

Sim os dois estão de parabéns...O primeiro iniciou a obra física e o último a finalizou e a equipou...Para a população,o importante é que o PA entrará em funcionamento...e pronto.

PA do Aventureiro é uma realidade


Inaugurado o Pronto Atendimento 24 Horas Leste que passa a atender a partir desta quarta-feira (16) com atendimento clínico, de enfermagem, eletrocardiograma, exames laboratoriais internos, administração de medicamentos entre outros serviços.

Fonte:Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Joinville(16/12/2009)

*O autor desse estudo sobre o Natal

Quem fez essa pesquisa sobre o Natal foi o Rev. Edemar Vitorino da Silva que é pastor da ComunidaVirtual Shekinah...Ok!!!

O papai noel e a prática de se dar presentes as escondidas

O velho “Noel” não é tão bondoso e santo quanto muitos pensam! O nome “Papai Noel” é uma corruptela do nome “São Nicolau”, um bispo romano que viveu no século V. Na Enciclopédia Britânica, vol.19 páginas 648-649, 11ª edição inglesa, consta o seguinte: “São Nicolau, bispo de Mira, um santo venerado pelos gregos e latinos no dia 6 de dezembro… A lenda de suas dádivas oferecidas as escondidas, de dotes, às três filhas de um cidadão empobrecido…” Daí teria surgido a prática de se dar presentes“as escondidas” no dia de São Nicolau (6 de dezembro). Mais tarde essa data fundiu-se com o “Dia de Natal” (25 de dezembro), passando a se adotar também no natal essa prática de se dar presentes “às escondidas”, como o fazia o Saint Klaus (o velho Noel!). Daí surgiu a tradição de se colocar os presentes às escondidas junto às árvores de natal!

(Continua...Já tinha coca-cola nessa época???)

A origem do 25 de dezembro

Tem a ver com a festividade da brunária pagã (25 de dezembro), que seguia a Saturnália (17-24 de dezembro) celebrando o dia mais curto do ano e o “Novo Sol”… Essas festividades pagãs eram acompanhadas de bebedices e orgias… Pregadores cristãos do ocidente e do oriente próximo, protestaram contra a frivolidade indecorosa com que se celebrava o nascimento de Cristo, enquanto os cristãos da Mesopotâmia acusavam os irmãos ocidentais de idolatria e de culto ao Sol, por aceitarem como Cristã a festividade pagã. Com a aprovação dada por Constantino para a guarda do domingo, dia em que os pagãos adoravam o Sol, e como a influência do maniqueísmo pagão que identificava o filho de Deus como o Sol físico, proporcionou a esses pagãos do século IV, agora “convertidos” em massa ao “cristianismo” o pretexto necessário para chamar a festa de 25 de dezembro (dia do nascimento do deus-Sol) de dia do nascimento do filho de Deus, assim foi que “o Natal” se enraizou no mundo ocidental! O Natal é, portanto, a mesma velha festividade pagã de adoração ao Sol. A única coisa que mudou foi o nome.

(Continua...vai longe essa história)

A data do nascimento de Jesus Cristo

Com certeza, Jesus não nasceu em 25 de dezembro! Pelo exame da Palavra de Deus sabemos que Jesus não nasceu em dezembro! Lucas 2:8 diz: "Ora, havia naquela mesma região pastores que estavam no campo, e guardavam os seus rebanhos, durante as vigílias da noite.Dezembro é tempo de inverno. Costuma chover e nevar na região da Palestina ( Confira na Bíblia em Cantares de Salomão 2:11 - Esdras 10:9-13 ). Conseqüentemente, os pastores não poderiam permanecer ao ar livre nos campos durante as vigílias da noite. Naquela região, as primeiras chuvas costumam chegar nos meses de outubro e novembro. Durante o inverno os pastores recolhem e guardam as ovelhas no aprisco... Eles só permanecem guardando as ovelhas ao ar livre durante o verão! Com certeza, o nosso Senhor não nasceu em 25 de dezembro, quando nenhum rebanho estava no campo! A data exata do nascimento de Jesus é inteiramente desconhecida. O mais plausível é que tenha sido no começo do outono - provavelmente em setembro, aproximadamente seis meses depois da Páscoa.

(Continua...)

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Homenagem para quem recuperou patrimônio cultural em Joinville


Proprietários de imóveis e empresários que investiram na recuperação do patrimônio cultural da cidade receberam nesta segunda-feira (14) o certificado "Amigos do Patrimônio Cultural". O certificado foi entregue pela Prefeitura, Fundação Cultural de Joinville e a Comissão de Patrimônio Histórico, Arqueológico e Natural de Joinville (Comphaan). Foram homenageados os responsáveis pela recuperação de quatro imóveis e de uma obra de arte.

A proprietária do imóvel onde hoje está a Casa China (rua do Príncipe, 415) Olga Gastaldi Bencz e o locatário Nilton Hiroshi Yano restauraram o prédio e receberam o certificado. Outro imóvel totalmente recuperado foi a casa onde fica a Ultramater (rua Blumenau, 26). A gerente administrativa do local, Regina dos Reis do Amaral, recebeu a homenagem.

Também recebeu o certificado o diretor comercial das Lojas Salfer Sérgio Bittencourt pelo imóvel restaurado recentemente na rua do Príncipe, 192. "É uma alegria muito grande para todos os funcionários da Salfer receber esse certificado. A nossa empresa tem sede em Joinville, estamos contribuindo com o patrimônio cultural e histórico da nossa cidade", disse Sérgio Bittencourt, diretor comercial das Lojas Salfer.

Outra instituição homenageada foi o Banco Itaú Personnalité, por causa da recuperação feita no imóvel na rua Gerônimo Coelho, 240. Receberam o certificado o gerente da agência Irã Alexandre Grein e o gerente administrativo Francisco Hilário Lemos. A gerente regional do Sesi Joinville Geysa Sinilli recebeu certificado pela recuperação do mosaico realizado pelo artista Fritz Alt, na rua Ministro Calógeras, 157. "Em nome da cidade de Joinville agradecemos a cada um de vocês. O certificado é simbólico, mas para nós significa muito. Vamos rever esse debate, chamar todos os setores e esse exemplo de vocês nos ajuda muito", disse Carlito.

"É necessário que essas preciosas iniciativas reverberem pela cidade e que outras pessoas se contagiem por essa sensibilidade com a preservação de nossa memória e de nossa história. Se cada um de nós fizer a sua parte, teremos muito em breve uma cidade melhor para se viver", disse o presidente da Fundação Cultural de Joinville, Silvestre Ferreira.

Fonte:
Secretaria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Joinville(14/12/2009)
Foto: Banco Itaú Personalité da rua Jerônimo Coelho.

Informações sobre o Reino Unido...Clique sobre a imagem


Britânico é o termo usado para designar quem nasce ou reside na Grã-Bretanha ou,a título de nacionalidade,no Reino Unido como um todo.É comum o termo ser usado erroneamente como sinônimo de inglês,já que está última palavra designa quem nasce ou reside na Inglaterra,que é o maior país componente do Reino Unido,mas jamais um sinônimo deste.O Reino Unido é composto pelos seguintes países:
*Inglaterra
*Escócia
*País de Gales
*Irlanda do Norte
Portanto,diz-se que o natural de qualquer um dos países acima mencionados têm nacionalidade britânica.
Fonte:Wikipédia

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Quem foi o campeão brasileiro de 1987???

Fiz essa pergunta ao flamenguista Paulo Curvello...Olhe o que ele respondeu...

Meu amigo, o negócio é o seguinte:
A CBF NÃO TEM O DIREITO DE DECIDIR QUEM FOI O CAMPEÃO DE 1987, JÁ QUE ELA ESTAVA FALIDA ,AÍ ENTÃO UMA ASSOCIAÇÃO CHAMADA CLUBE DOS 13 DECIDIU ORGANIZAR O CAMPEONATO.
Campeonato esse que reunia os 13 grandes clubes do futebol brasileiro. Nese campeonato o Flamengo foi campeão.O Flamengo se recusou a jogar com o Sport porque não concordava com o regulamento que a CBF inventou após o flamengo ser campeão.
Mas mesmo assim o Clube dos 13 decidiu que o Flamengo seria o campeão.
Aí vendo a força desse clube dos 13 a CBF "quiz", até então não queria, se meter e deu o título ao Sport que disputava outro torneio com clubes pequenos, tipo série B de hoje.
Muita gente diz que o título está dividido entre Sport e Flamengo. Isso não existe o campeão dos grandes clubes desse ano(1987) é o Flamengo.
Burrice foi a do Flamengo de não querer jogar, porque com o time que tinha na época derrotava o Sport fácil.
Saudações rubro-negras
Paulo Curvello :)

"Sem projeto,não tem como vir dinheiro para Joinville"

Essa foi a colocação do secretário estadual de infraestrutura Mauro Mariane no programa dominical Contra Ponto da TV Brasil Esperança...justificando os motivos de Joinville não receber recursos para grandes obras nos últimos anos.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Previsões de políticos para 2010 em Joinville,por Paulo Curvello

Iniciaremos a despoluição do Rio Cachoeira;
- Daremos início a reforma do mercado municipal;
- Stammtisch será no Centro da cidade e numa rua asfaltada;
- Será pintada a antiga sede da PMJ na João Colin;
- Revitalizaremos o Centro;
- Faremos calçadas no centro do mesmo material e da mesma altura;
- Construiremos km de ciclovias;
- Serão viabilizados vários caixas eletrônicos na Rodoviária e a mesma será ampliada;
- Reformaremos a imunda passarela em frente ao Santos Anjos;
- Construiremos um enorme teatro em Joinville;
- Daremos condições para que o “galpão” que se arvora em centro de eventos, tenha condições para receber um show;
- Construiremos o primeiro viaduto de Joinville;
- Duplicaremos a Santos Dumont;
- Serão construidos parques e mais parques na cidade;
Podem olhar nessa mesma data em 2010 que a previsão para 2011 será a mesma.
Paulo Curvello

Nota 10 para o Sérgio Ramirez

O Feudalismo Atual apoia a permanência do Sérgio Ramirez no Jec...Provou que é competente,humilde e vencedor...Nota 10 para o Ramirez.

Jec fecha o ano em alta

O Joinville Esporte Clube ao apagar das luzes de 2009...conseguiu dar a volta por cima...Conquistou a "Copinha" e garantiu a vaga para disputar a série D em 2010...E nesse domingo consolidou o bom momento no futebol conquistando a Recopa Sul-brasileira...2010 promete outras conquistas importantes para a grande torcida jequeana...É isso aí!!!

sábado, 12 de dezembro de 2009

Sobre a Conferência de Copenhagen

Juliano!
Hoje terá uma grande demonstração aqui em Copenhagen. Estima-se que em torno de 60 mil pessoas participarão do evento.
Há um número enorme de ativistas - de todas as partes - do mundo visitando a conferência. E isto é muito bom, pois eles farão
pressão sobre os países ricos. E os jovens estudantes dinamarqueses participarão também em massa.
Tomara que até o final da semana que vem tenhamos bons resultados.
Abraço
Ilaine

De Copenhagen...Ilaine elogia a Lojas Salfer

Juliano!
Ah, que lindo este prédio. Conheci Joinville há alguns anos atrás. Sei que fiquei encantada com a cidade.Lembra um pouco a Europa, não é?

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Muito bacana a iniciativa da Casa China...Silvestre Ferreira destaca...

...O presidente da Fundação Cultural de Joinville, Silvestre Ferreira, destaca como exemplar essa atitude de investir na preservação. “É uma forma de se comunicar com a cidade e potencializar o patrimônio para gerar retorno ao empreendimento”, disse.No edifício erguido no começo do século passado onde atualmente está a Casa China, os donos do prédio e da loja investiram na reforma da fachada, que ficou pronta em novembro. Conforme o gerente da loja, Nilton Yano, para preservar ao máximo as características originais, o projeto teve orientação de profissionais de patrimônio cultural. “Resolvemos fazer uma melhoria mudando as placas e toldos para poder preservar o visual da fachada. O prédio ficou bem mais destacado”, observou Yano.

Fonte:Jornal A Notícia(11/12/2009)

Nota 10 para as Lojas Salfer


Ficou muito bonita a restauração da Salfer,loja da rua XV de Novembro esquina com a rua do Príncipe...Está aí um exemplo que deveria ser seguido por outros empresários aqui da cidade...Quem ganha é a Lojas Salfer e com certeza Joinville que preserva um pouco de sua bonita história.
Foto:Jornal A Notícia(11/12/2009)

"Não existe aquecimento global", diz representante da OMM na América do Sul

Por Carlos Madeiro
Especial para o UOL Ciência e Saúde

Com 40 anos de experiência em estudos do clima no planeta, o meteorologista da Universidade Federal de Alagoas Luiz Carlos Molion apresenta ao mundo o discurso inverso ao apresentado pela maioria dos climatologistas. Representante dos países da América do Sul na Comissão de Climatologia da Organização Meteorológica Mundial (OMM), Molion assegura que o homem e suas emissões na atmosfera são incapazes de causar um aquecimento global. Ele também diz que há manipulação dos dados da temperatura terrestre e garante: a Terra vai esfriar nos próximos 22 anos.

*A entrevista na integra está disponível no portal UOL

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Vias saturadas e inseguras

E mais acidentes vão ocorrer...Não existe investimentos em passarelas,calçadas,duplicação e elevados...Joinville cresceu,mas não evoluiu.

Não precisa ser profeta...


...É evidente que em Joinville falta muita segurança no trânsito...É como escrevi ontem aqui...Ainda morre pouca gente aqui na cidade...Mas hoje infelizmente quatro pessoas foram acidentadas...sendo que uma morreu no local do acidente.
Foto:Rogério da Silva,Jornal A Notícia(10/12/2009)

Leonel Pavan se justificando???

O futuro governador Leonel Pavan(PSDB)...aparece na TV declarando que continuará a fazer as obras do governo anterior aqui em Joinville...Mas só uma perguntinha : Que obras???

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

PMDB,PT,PP,PSDB,DEM,PC do B,PPS,PDT,PR...

Fazer críticas a partidos políticos...fazer críticas a alguns políticos é fácil...Quero ver é alguém ser contra o sistema dominante da cidade...Os interesses de bastidores...Esse que é o difícil de enfrentar...e nem passa pela cabeça do povão a complexidade desse mundo oculto.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Algumas boas sugestões de Paulo Curvello para Joinville

Meu amigo
Você deve ter visto eu falar ainda há pouco com o Arivan e o Ramiro na TV da Cidade. Daí a pegunta,ok?
A resposta é simples. Joinville é uma cidade grande com inúmeros bairros , várias sub-prefeituras ou regionais como queira.
O Prefeito para fazer média com toda essa gente, começa a fazer um pouquinho de nada em cada bairro, ou seja , finge que atende a todos os bairros mas na verdade não faz nada substancial em nenhum.
Caso o prefeito tivesse vontade de fazer (não vontade política) ele faria quase tudo que aquele bairro precisa, levando para lá todo o staf da prefeitura, e deveria começar pelo Centro.
Ou você já viu alguém receber as pessoas pela varanda ou pela cozinha???
O Centro é o cartão de visitas de qualquer cidade.
Deveria ser dado um choque de limpeza , esmero, pintura em todos os orgãos públicos que estão no Centro.
Numa parceria com ACIJ, AJORPEME,CDL, Sindicato dos Comerciários, etc.
Todos aqueles casarios caindo aos pedaços da Avenida Getúlio Vargas por exemplo, deveriam ser pelo menos pintados por fora.
Se não fizessem uma reforma aos moldes de uma casa Sofia por exemplo, pelo menos poderiam pintar por fora.
A prefeitura por sua vez pintaria o Mercado Público, Abel schlutz, Museus, o antigo prédio da PMJ da João Colin, enfim seria dado uma vida, cores alegres, para alegrar esse Centro de Joinville que está cinza , sem graça.
Nessa limpeza, poderiam limpar aquela passarela podre que está na frente do Santos Anjos, calçadas do mesmo piso e da mesma altura, e por aí vai
O Centro revitalizado. Seria como uma bomba atômica, daria inicio as obras ao entorno do centro como Bucarein, Saguaçu , Anita Garibaldi e assim sucessivamente até chegar no Jardim Paraíso.
Em fim , se escrever tudo que penso você vai endoidar KKKKKKKKKK
Abração
Paulo Curvello

Esperamos por Leonel Pavan

Quem sabe,o futuro governador Leonel Pavan,olhe por Joinville e trabalhe pela cidade.Quem sabe,num futuro próximo,Joinville consiga eleger um governador para ajudar a cidade com grandes obras.

Nem o helicóptero

Vamos perder até mesmo o helicóptero...Vai para Florianópolis...Cadê os investimentos do governo do estado em Joinville???

Qual a força política de Joinville???

Nenhuma...Se tivessemos políticos comprometidos com a cidade...seríamos uma outra Joinville.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Os acordos para 2010 podem mudar

Na realidade,tanto democratas como tucanos tem interesse na máquina governamental que depende apenas do governador Luiz Henrique...e não propriamente do PMDB.

Para pensar...

O DEM e o PSDB não precisam do PMDB...Os democratas e os tucanos tem interesse apenas em LHS.

Mais pré-candidato do que ex-prefeito

O programa foi muito bom...Tebaldi não detonou o atual prefeito Carlito Merss(PT)...foi diplomático.Tebaldi se portou mais como pré-candidato a deputado federal,do que como ex-prefeito de Joinville.

"O governador me ajudou pouco"

Essa foi a declaração do ex-prefeito de Joinville,Marco Antonio Tebaldi(PSDB) ontem no programa Contra Ponto da TV Brasil Esperança.

domingo, 6 de dezembro de 2009

Maçonaria abre processo para expulsar Arruda, diz revista

Além dos processos de impeachment e de expulsão do partido, o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM) também enfrenta um processo de expulsão da maçonaria, informa reportagem da revista "Época" deste domingo (6).

Segundo a reportagem, um integrante da assembleia federal da entidade fez um pedido de expulsão na última quarta-feira (2). Arruda participa da maçonaria com o grau de mestre e a decisão deve sair em 15 dias, sem possibilidade de recurso.

A "Época" afirma que Arruda teve uma ascensão considerada meteórica na hierarquia da organização, passando, em apenas um ano, do grau mais baixo para uma posição de influência. Segundo as regras da maçonaria, os novos membros são aceitos somente após uma investigação, e não podem cometer deslizes éticos.

Fonte:Folha Online(05/12/2009)

sábado, 5 de dezembro de 2009

Jec volta ao futebol nacional sem comprar a vaga


PARABÉNS AOS ATLETAS, COMISSÃO TÉCNICA,DIRETORES E TORCEDORES...O GLORIOSO JOINVILLE ESPORTE CLUBE VOLTA AO CENÁRIO NACIONAL COM DIGNIDADE,COM MÉRITOS...E O MELHOR DE TUDO...SEM COMPRAR A VAGA...VIVA O GRANDE JEC!!!

Essa campanha deve começar já

É isso aí...Todo o estado deve se mobilizar para a mudança da capital...Chega de gastar dinheiro com Floripa.

Um novo centro administrativo é mais barato

Um novo centro administrativo no centro do estado ou até mesmo na cidade de São José tem um custo muito mais barato do que a construção de novas pontes ou um túnel sob o mar...Chega dos catarinenses de todos os cantos do estado financiarem obras e mais obras de infraestrutura para Florianópolis.

Santa Catarina precisa de uma nova capital


É isso aí...Florianópolis não possui mais espaço para crescer...E o povo catarinense não pode mais arcar com os custos de novas construções de pontes ou de um futuro túnel ligando a ilha ao continente.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

A parte não tombada...

...Daí sim poderia receber grandes investimentos com prédios comerciais e residenciais.

Centro histórico ou setor histórico.

O que precisa urgentemente na cidade é delimitar um espaço para o centro histórico ou um setor histórico...Esse espaço compreenderia parte do centro,bairros América e Glória...No caso seria um tombamento coletivo da parte histórica da cidade.

Rua Prudente de Moraes cheia de buracos

Para quem se desloca ao bairro Costa e Silva pela rua Prudente de Moraes já percebeu como ela está mal cuidada...Buracos e mais buracos colocam em risco a segurança das pessoas que utilizam essa via.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Uma boa surpresa vem do PDT


Rodrigo Bornhold atual presidente do PDT de Joinville sem apelar e com um bom discurso acredito que será uma grata surpresa nas próximas eleições.

Presidente do DEM vê 'falta de solidariedade' do PSDB na crise do DF

Em meio à crise desencadeada pelas acusações de corrupção contra políticos do Distrito Federal, o presidente do Democratas (DEM), deputado Federal Rodrigo Maia (RJ), diz que "não é hora" de o PSDB discutir se o DEM terá ou não direito de apontar o candidato a vice-presidente que irá compor a chapa dos tucanos nas eleições do ano que vem.

Fonte:Uol Notícias(03/12/2009)

Sendo Angela Amin,Ideli Salvatti ou Raimundo Colombo...




...Espero sinceramente que Joinville seja tratada com o devido respeito ...Joinville precisa de grandes obras estruturais...Mas só fazem promessas para o joinvilense...Diga NÃO as promessas.

Vereadores da oposição querem continuidade da T.L.L...Será!?!?!?

Pelo jeito sim...Os vereadores da oposição querem a continuidade da T.L.L...Por que será hein?!?!?!

Será que querem atravancar a mudança para não beneficiar os empresários???Só pode ser isso.Povão vamos ficar ligados nesses vereadores...Ok!!!

Poderia ter sido pior

Imaginem se o assassino tivesse atirado nas crianças??? Abram o olho quem legisla,julga e executa os poderes em nosso país.

Professora é morta em escola

Uma professora foi morta covardemente dentro da sala de aula por seu ex-marido.Foi na cidade de São Bonifácio aqui em Santa Catarina.

Jec com moral

Sem comentários...Grande vitória do Jec em Blumenau...Certeza de uma grande decisão no próximo sábado.

Os favoritos para a eleição em 2010

Está no jornal Gazeta de Joinville de hoje...

(...)Se os candidatos fossem apenas estes que foram colocados na pesquisa estimulada,
Nilson Gonçalves, Kennedy Nunes, Darci de Matos, para deputado estadual e
Patrício Destro para federal, não só estariam tranquilos dentro de Joinville,
como também já estariam eleitos.
No entanto, com o acréscimo de outros nomes, não dá para garantir essa confortável “liderança” para eles, pois assim como podem surgir nomes que tirariam votos dos quatro, pode ser também que os novos nomes sejam rejeitados pela população e a preferência pelos primeiros colocados fique mais acentuada(...)

Fonte:Gazeta de Joinville(03/12/2009)

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Telhado de vidro

Quites

Assim como o PT não poderá mais explorar o apagão no governo FHC pelas recentes e freqüentes quedas de energia, o PSDB perdeu o discurso tabulado em cima do mensalão, até porque o DEM é seu aliado.

Fonte:Blog do Prisco(02/12/2009)

Legislatura atual não é escritório de homologação

Uma coisa é certa...A atual Câmara de Vereadores de Joinville não é um escritório de homologação do prefeito...ao contrário dos anos anteriores.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Metropolitano X Jec

Com certeza será um jogão de bola...Um espetáculo com mais de quatro gols...Com certeza.

Milton Hobus é o exemplo a ser seguido

O prefeito de Rio do Sul Milton Hobus(DEM) está servindo de modelo tanto para o governador LHS,como para o ex-prefeito Tebaldi...Pena que tanto o governador como o ex-prefeito de Joinville não possam mais colocar em prática as grandes idéias do prefeito da cidade do alto vale do Itajaí.

DEM dividido sobre expulsão de Arruda

As grandes lideranças do DEM nacional estiveram reunidas para expulsar o governador José Roberto Arruda do partido.Mas não existe uma unanimidade sobre sua expulsão.Para alguns democratas...ainda é cedo para decidir sobre o futuro de Arruda.

Fonte: Rádio Cultura Jovem Pan(01/12/2009)

Na hortinha de casa...

O negócio agora é plantar "arruda" para afastar o "mal olhado"...Eita!!!

José Carlos Vieira está rindo a toa

Quem se deu bem nessa história do "cestão do DEM"(antes era o mensalão do PT)foi o deputado federal José Carlos Vieira(PR)...Trocou de partido na hora certa...Está rindo a toa.